domingo, 13 de julho de 2014

יהוה Iehouah conceda inteligência sadia para uma sociedade mundial - também no Brasil - depressiva, mal informada e desinformada. Nas boas graças do lixo da hiper-qualquer-informação as pessoas desenvolveram conceitos bizarros e inaplicáveis como associar o parque de terror em Gaza e Cisjordânia com Favelas Brasileiras. O Empresariado Brasileiro - pouco judeu e muito antissemita ou mesmo antisionista - também é responsável por isso.

Faixa de Gazah
http://faixadegazah.blogspot.com.br/p/o-que-e-faixa.html
O que é Faixa de Gazah

Por que Faixa de Gazah?

A Faixa de Gaza (região palestina palco de terríveis atrocidades por parte do Governo Sionista Judeu) tem sido usada como referência para milhares de áreas abandonadas pelos governos em todo mundo. Assim como no caso Palestino, as Faixas de Gaza em nossa região hoje representam “terras de ninguém” (exceto em dias de eleição). Estas terras abandonadas super populosas e mantidas às margens dos projetos de avanços sociais serão o nosso alvo como objeto de afirmação cultural. São estes os espaços que artistas e intelectuais estarão focando não só como áreas de reconhecimento de conflito entre poder público e sociedade na guerra de classes, mas áreas de profunda beleza na formação da cultura popular.

Sabemos que na adversidade se formam grandes oportunidades para recriação da vida e este princípio se estende sobre a formação da identidade cultural de um povo. Reconhecemos que são estas faixas abandonadas às detentoras da beleza cultural e social de nosso povo e que será responsável por suprir e repovoar nossa identidade para as futuras gerações.

Conceito

Artistas acostumados com a ruptura. Acostumados romper com a precariedade das condições de vivência, tratamento, de ensino, de acesso a tecnologia, das relações inter-pessoais. Condições necessárias para se criar uma estética em que a indignação e possibilidade de mudança de um Mundo, que diferente de olhos comuns, precisa ser repensado.
Rap, Reggae, Dub. Literatura, Fotografia, Audio-Visual. Um catálogo libertário, um sentido libertário, um contexto libertário, um conflito libertário.
A Faixa de Gazah surge e com ele começam a se delinear trabalhos em que o valor está onde ninguém quer, mas nós queremos. E nós produziremos...

Se você concorda com isso e deseja colaborar, 
SEJA BEM VINDO A FAIXA DE GAZAH

POSTAGENS POPULARES