domingo, 17 de agosto de 2014

Ali Floresce A Virtude - Da Pobreza Ao Poder - James Allen - Nota meditada enquanto Bruna Marquezine demonstrava sua notável gratidão e senso de realização por todos os aspectos de sua vida, a descendente de Charles Chaplin homenageava a contribuição única dele para o mundo e os estrangeiros acolhidos de diferentes maneiras exaltavam gratidão por um gigantesco paraíso chamado Brasil, mal aproveitado por seu povo e desonrado por seu atual governo.





Você deseja, talvez, ter mais tempo para o seu desenvolvimento mental, e sente que as suas horas de trabalho são muita duras e longas. Neste caso, você deve se esforçar por utilizar, o melhor possível, os pequenos momentos que você tem. É inútil desejar mais tempo, se você está perdendo o pouco que tempo; porque assim você se tornará mais indolente e indiferente.

Assim, você pode ver que nem a pobreza, nem a falta de tempo, nem a falta de descanso são os males que você imagina que sejam, e se lhe aparecem obstáculos em seu progresso, é porque você os reveste de sua própria fraqueza, e o mal que você vê neles está no seu próprio interior. Procure compreender, plena e completamente, que, formando e amoldando a sua mente, você cria o seu próprio destino; e à medida que, pela força transformadora da disciplina do "Eu", você reconhece isso, cada vez mais chega a ver que estes chamados males podem converter-se em bênçãos. Então, você aproveitará a sua pobreza para cultivar a paciência, a esperança e a coragem e utilizará a sua falta de tempo para se acostumar a estar pronto para a ação e para a decisão da mente, não deixando de escapar os poucos e preciosos momentos, quando eles se apresentarem, para se servir deles.

Como na terra preta crescem as melhores flores, assim no solo escuro da pobreza se desenvolvem e desabrocham as mais escolhidas flores da humanidade. Onde há dificuldades e condições desagradáveis para serem vencidas, ali floresce a virtude melhor que em outro lugar, e manifesta a sua glória.