sexta-feira, 1 de agosto de 2014

יהוה Iehouah Tseva'ot aumente a conscientização política-militar de Israel. O Hamas pode ser derrotado e deve como também toda posição fundamentalista islâmica e antissemita global tem urgência de ser banida do planeta. Os assassinos globais fazem um jogo sinistro que vai muito além de Israel com séculos de cálculo portanto que sejam anulados de imediato.

(Do Blog Shalom Israel) Um rocket disparado hoje contra uma povoação junto a Gaza deixou 8 pessoas feridas. Do lado palestiniano fala-se em mais de 1.300 mortos e uma grande percentagem de civis, números contestados por Israel, que alega haverem centenas de militantes terroristas mortos nos combates contra o exército de Israel. Mais uma vez a guerra dos números, à qual o Hamas já nos vem habituando... O HAMAS ESTÁ A SOFRER UMA GRANDE DERROTA Segundo declarações do ministro das Finanças de Israel, o Hamas está a sofrer graves consequências da guerra que começou contra Israel. "Estamos a atacar o Hamas mais do que nunca no passado" - afirmou o ministro, acrescentando: "Já realizámos 4.200 ataques. Já dizimámos o arsenal dos rockets deles para um terço, além da capacidade de produzir os mesmos. Não sairemos de Gaza enquanto os túneis não estiverem destruídos. Só haverá um cessar fogo de acordo com o formato egípcio. Nenhum outro será aceite." Ridicularizando as insinuações dos terroristas do Hamas de que estão a ter uma grande vitória nesta guerra, o ministro comparou-os ao ex-líder iraquiano, Saddam Hussein, que também se gabava de estar a destruir os inimigos, quando na verdade ele é que acabou desaparecendo na história...