domingo, 3 de agosto de 2014

יהוה Iehouah Tseva'ot - יהוה Iehouah Dos Exércitos - James Allen - Da Pobreza Ao Poder - 'Precisa fazer bom uso daquele que já possui.'




No universo, governado pela Lei, não há lugar para queixas, e a aflição inútil é o suicídio da alma. É pela atitude da sua mente que você estreita os vínculos que o prendem, e você se envolve em trevas produzidas pelo seu estado mental. Mude a sua concepção de vida, mude a maneira de olhar o mundo, as condições de sua vida externa mudarão. Fortifique-se na fé e no saber, e torne-se digno de ambientes melhores e de condições mais favoráveis. E, antes de tudo, compreenda  que você está fazendo o melhor que pode, para sair das más condições, se em seu interior você se preparar para entrar m condições melhores. Não se iluda, supondo que pode alcançar vantagens maiores, se não atender às pequenas; porque, mesmo que as alcançasse, as vantagens seriam de pouca duração, e você, em breve, tornaria a cair no estado anterior para aprender a lição que tinha negligenciado. Como a criança, na escola, precisa aprender uma lição mais fácil para passar depois a outra mais difícil, assim também você, antes de poder alcançar um bem maior, precisa fazer bom uso daquele que já possui. A parábola dos talentos é uma bela história que explica esta verdade; pois demonstra claramente que, se empregamos mal, ou negligenciamos, ou degradamos aquilo que já possuímos, por menor e insignificante que seja, nos será tomado, porque, com a nossa conduta, provamos que não o merecemos.