segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Judeus De Minas Gerais - http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/08/

03/08/2014 15:08 Atualização:
Os participantes do ato defenderam Israel, mas pediram paz e o fim do conflito

Ato organizado pela Federação Israelita do Estado de Minas Gerais (Fisemg) na Praça Estado de Israel, Bairro Mangabeiras, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, reuniu cerca de 200 integrantes da comunidade judaica mineira. Eles mostraram faixas com mensagens de paz e contra o terrorismo imposto pelo grupo Hamas na Faixa de Gaza. O presidente da Fisemg Marcos Brafman criticou a visão de que a guerra é desproporcional. "Se Israel não tivesse poder bélico, não teria sobrevivido a guerras e atos terroristas. Já seriam mais de 10 mil mortos caso dois ou três judeus tivessem sido atingidos pelos mais de dois mil mísseis palestinos interceptados", destacou.

Veja imagens do ato em BH
Um dos líderes da sinagoga Har Tzion, na Pampulha, o publicitário Matheus Zandona, de 37 anos, comentou que os judeu não querem a guerra, preferem a convivência pacífica. "Somos a favor do estado palestino, desde que eles não declarem nossa destruição".