sexta-feira, 19 de setembro de 2014

A ONU SÓ TEM CONDIÇÕES DE MEDIAR ISSO SE ELA FOR FISCALIZADA POR ISRAEL, RESISTÊNCIA DOS PALESTINOS NISSO DENOTA PERVERSIDADE HABITUAL E ISRAEL FAZ BEM SE INVENTAR NANOS-RASTREADORES PARA TUDO QUE ENTRE EM MÃOS DE PESSOAS CONTROLADAS POR TERRORISTAS E APADRINHADAS POR ANTISSEMITAS


http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/09/onu-anuncia-acordo-entre-israel-e-palestinos-para-reconstrucao-de-gaza.html

ONU anuncia acordo entre Israel e
palestinos para reconstrução de Gaza
Acordo é 'passo importante' para eliminar restrições, diz enviado da ONU. Plano deve ser colocado em andamento 'de maneira urgente'.
16/09/2014 12h13 - Atualizado em 16/09/2014 12h42
Da AFP
As Nações Unidas negociaram um acordo entre israelenses e palestinos para a importação de materiais para a reconstrução da Faixa de Gaza, no qual a ONU supervisionará que não sejam utilizados pelos militantes do Hamas, informou um enviado da organização nesta terça-feira (16).

"Trata-se de um acordo tripartite entre Israel, os palestinos e a ONU que permitirá que sejam realizados os trabalhos necessários para a reconstrução de Gaza que envolvem o setor privado e concedem a condução do processo à Autoridade Palestina e também contemplam garantias, sob controle da ONU, de que os materiais não serão desviados de um uso puramente" civil, disse Robert Serry, enviado da ONU ao Oriente Médio.
Serry descreveu o acordo como "um passo importante em direção ao objetivo de eliminar todas as restrições" que afetam a Faixa de Gaza e "um sinal de esperança para a população" local.
Também deve "dar confiança aos doadores" para que financiem os esforços de reconstrução após a recente ofensiva israelense.
"Achamos que este mecanismo provisório deve ser implementado e começar a funcionar de maneira urgente", acrescentou o funcionário das Nações Unidas.
A ONU divulgará mais detalhes sobre o acordo durante uma reunião do comitê que coordenará a ajuda aos palestinos, que reunirá representantes dos doadores na próxima segunda-feira em Nova York à margem da Assembleia Geral da Nações Unidas.