sábado, 20 de setembro de 2014

http://shalom-israel-shalom.blogspot.com.br/2014/09/franca-apresenta-plano-de-paz-nas.html?m=1



sábado, Setembro 20, 2014
FRANÇA APRESENTA PLANO DE PAZ NAS NAÇÕES UNIDAS
O presidente francês François Hollande afirmou que o seu país irá apresentar junto ao Conselho de Segurança das Nações Unidas um plano de paz em forma de "uma resolução que dirá muito claramente aquilo que esperamos do plano de paz e qual deve ser a solução para o conflito."
Após se ter encontrado com o líder palestiniano Mahmoud Abbas em Paris durante o dia de ontem, François Hollande informou que o seu governo irá apresentar "uma solução para o conflito."
O presidente francês afirmou que as negociações do "pára-arranca" têm andado a decorrer há "demasiado tempo" e que "existe uma percepção de que nunca haverá uma solução para acabar com o conflito israelo-palestiniano, embora conheçamos os parâmetros de um possível acordo."
Segundo Hollande, este recente confrontação armada levou a que Gaza fosse destruída pela terceira vez.
"Aquilo que devemos tentar encontrar é um acordo de paz duradoiro" - afirmou Hollande, acrescentando que este impasse tem de acabar.
Abbas, por seu turno, urgiu todos os países a "assumirem as suas responsabilidades para terminarem um conflito que dura há mais de 66 anos."
"Fazer a paz dará uma legitimidade acrescida à luta contra o terrorismo na região" - acrescentou o líder palestiniano, o mesmo indivíduo que se calou diante do seu parceiro Hamas, quando este grupo terrorista lançou uma série de ataques terroristas contra o estado de Israel.
Ouvir esta declaração da boca de Abbas é como se estivéssemos a ouvir Hitler a fazer a apologia ao respeito pelos judeus...
Obviamente que Abbas anda a tentar encontrar apoio para mais uma investida diplomática junto às Nações Unidas. E é óbvio que encontrou em Hollande - um presidente completamente desacreditado no seu próprio país - alguém que poderá aproveitar o ensejo para se pôr em bicos de pés diante da comunidade internacional...
E é claro que Abbas já vem alegar que tem o apoio do presidente francês para um plano apoiado pela Liga Árabe e que apela ao "fim da ocupação israelita dos territórios palestinianos e a formação de um estado palestiniano baseado nas fronteiras de 1967". O que não entendo é ao que é que ele se refere quando menciona "ocupação israelita dos territórios palestinianos"...é que nunca existiram "territórios palestinianos" em 1967, muito menos um estado palestiniano. Mas são estas mentiras que convencem os idiotas do mundo livre, são estas as ilusões que levam a que Israel seja sempre visto como o "mau da fita", quando a verdade é exactamente a contrária...
De Paris, Abbas voará directamente para Nova Iorque, para participar na assembleia geral da ONU, no próximo dia 24.
De qualquer forma, esta proposta francesa demonstra o quanto a União Europeia está cada vez mais a deixar-se arrastar para o epicentro do conflito, criando a plataforma para um "salvador", o falso messias, o tão ansiado e bem sucedido político que conseguirá finalmente levar as duas partes a um acordo de paz firmado por 7 anos, mas que ele próprio violará a meio do percurso...
Estaremos próximos? Talvez mais do que pensamos...

Shalom, Israel!

Shalom à(s) 9/20/2014
Partilhar
 
1 comentário:
Anónimo20 Setembro, 2014
Impressionante.Eu acho que esse Abbas só engana mesmo a trouxas. Esse falso alarido de paz que soa frequente em suas falas fora do Oriente Médio e para a media internacional...esse discurso apaziguador...não me surpreende em me engana.

Fabiana

Responder
Carregar mais...
Página inicial
Ver a versão da Web
Acerca de mim
Shalom
Ver o meu perfil completo
Tecnologia do Blogger