quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Iehouah denuncia em todo planeta aqueles que se opõe ao seu povo judeu com simplicidade: armênios massacrados pelo império Turco-otomano (predecessor da crueldade e faxina nazista) tentam criticar os guardiões da liberdade no oriente-medio enquanto o Chile que invadira, segundos Evo, a Bolivia pelo menos 40 dias antes de qualquer enfrentamento, critica Israel por se defender corretamente do terrorismo palestino, coisa que o Chile não faz para defender seu bom povo e que os bolivianos por não fazer eficazmente, ficaram no prejuízo, enquanto hipócritas do mundo inteiro dão risada deles. O povo boliviano nunca foi bélico e perdeu a saída ao mar pela ganância cruel de chilenos e ingleses. Armênios e chilenos... Despertem!



http://neccint.wordpress.com/2011/07/13/chile-rebate-argumentos-da-bolivia-por-acesso-ao-mar/

"A Bolívia perdeu o seu acesso ao Oceano Pacífico durante conflitos armados com o Chile, no final do século 19. O assunto dificulta as relações entre ambos os países. Mas, no ano passado, os presidentes Piñera e da Bolívia, Evo Morales, retomaram as negociações por intermédio da criação de uma comissão bilateral para estudar o assunto.
Uma das alternativas propostas pelo Chile à Bolívia é a fixação de uma faixa de soberania, de 7 quilômetros, na região de fronteira com o Peru. Na área há uma linha paralela imaginária, que marca a delimitação marítima atual, mas que o Peru, com o seu pedido no Tribunal Internacional, quer ampliar até a costa de ambos os países."