quinta-feira, 2 de outubro de 2014

BAN KI-MOON na ONU não fala contra Israel. Ele balbucia contra IEHOUAH ELOHIM











http://shalom-israel-shalom.blogspot.com.br/2014/10/netanyahu-queixa-se-ban-ki-moon-das.html?m=1

 ▼
quarta-feira, Outubro 01, 2014
NETANYAHU QUEIXA-SE A BAN KI-MOON DAS ATITUDES TENDENCIOSAS DA ONU EM RELAÇÃO A ISRAEL

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, apresentou uma queixa ao secretário geral das Nações Unidas (ONU) relacionada com o "inquérito" feito pelo Conselho dos Direitos Humanos da ONU, por este não se concentrar no Hamas "que utilizou instalações da ONU para disparar contra Israel."
Num encontro mútuo realizado ontem na sede das Nações Unidas em Nova Iorque, Netanyahu acusou o inquérito realizado e promovido pelo CDH da ONU de ser "tendencioso, olhando só para um lado."
Israel tem vindo a acusar o Hamas de disparar rockets a partir de áreas civis densamente povoadas e mesmo de escolas da ONU, tendo o exército exibido videos que provam esses mesmos crimes de guerra.
A própria ONU condenou os militantes de Gaza por armazenarem rockets dentro de uma escola logo no início do conflito que durou 50 dias e que terminou com um cessar fogo em 26 de Agosto.
Netanyahu afirmou que a conduta da ONU para com Israel era "desproporcionada", insistindo que o seu país "não direccionou os seus ataques contra civis."
A comissão que está investigando a ofensiva de Israel em Gaza informou que está também a investigar as acções do Hamas durante a guerra.
Cerca de 2.200 palestinianos terão sido mortos, sendo uma grande parte civis, e 73 israelitas foram mortos no conflito, na quase total maioria soldados.
O porta-voz da organização das Nações Unidas informou que "tanto Israel como o Hamas serão sujeitos a uma completa investigação."

Israel tem-se oposto fortemente a esta investigação, cujos resultados serão publicados em Março de 2015, sabendo-se que a comissão só olha para um dos lados e é tendenciosa, favorecendo sempre o lado palestiniano.
De acordo com a ONU, Ban terá referido a Netanyahu a "necessidade urgente de se abordarem as causas de fundo desta crise, incluindo a necessidade de levantar o bloqueio a Gaza."
Para a ONU, levantar o bloqueio a Gaza resolverá o problema. Nada mais longe da realidade...
Mas o secretário geral da ONU não se ficou por aqui. Tratou de vociferar a sua "profunda preocupação com a contínua actividade de construções israelitas em terras palestinianas", vista como ilegal pela comunidade internacional e que tem alegadamente feito descarrilar as conversações de paz com os palestinianos.
Como se o real problema fosse esse...
Shalom, Israel!

Shalom à(s) 10/01/2014
Partilhar
 
1 comentário:

olga01 Outubro, 2014
Diante de tanta injustiça para com Israel só há um motivo para ficarmos felizes... Deus existe! Tudo isto é cumprimento da palavra de Deus! Por que será que o entendimento destes governantes, destas nações estão entorpecidos? Operando Deus quem impedirá? Acho que mesmo que a ONU quisesse agir diferente não poderia, assim foi com o império romano...
Shalom, Israel!
Olga

Responder

Carregar mais...


Página inicial
Ver a versão da Web
Acerca de mim

Shalom
Ver o meu perfil completo
Tecnologia do Blogger