quarta-feira, 8 de outubro de 2014

DA POBREZA AO PODER - JAMES ALLEN - O RICO QUE NÃO TEM VIRTUDE

A prosperidade dos maus era uma grande tentação para Davi, até que ele entrou no santuário de Deus e então conheceu o fim deles. Também você pode entrar no santuário. É aquele estado de consciência que permanece, quando desaparece tudo que é sordido, pessoal e impermanente, e quando se conhecem princípios universais e eternos. Este é o Divino estado de consciência ; é o santuário do Altíssimo. Quando, depois de uma longa luta e disciplina própria, você puder entrar na porta deste santo Templo, perceberá claramente o fim e o fruto de todos, os pensamentos e atos humanos, bons e maus. E, então, você não afrouxará a sua fé, quando vir um homem imoral acumulando riquezas externas, porque saberá que ele, necessariamente, há de cair, de novo, em pobreza e degradação. O rico que não tem virtude, em realidade é pobre, e é tão certo que, no meio de suas riquezas (como é certo que as águas do rio estão correndo para o oceano), ainda que morra rico, há de voltar para colher os frutos de toda sua imoralidade.