sexta-feira, 17 de outubro de 2014

LAMENTÁVEL O SACRIFÍCIO DE UMA OU DUAS MIL VIDAS HUMANAS NO ALTAR TERRORISTA DE ALÁ SOBRE A MEMÓRIA DO SANGUINÁRIO MAOMÉ. MAS É O PREÇO QUE SE PAGA POR TENTAR ROUBAR, MUTILAR E ASSASSINAR MILHARES DE ISRAELITAS E ISRAELENSES INOFENSIVOS

Criança palestina é morta por forças israelenses na Cisjordânia

Um menino palestino em uma aldeia na Cisjordânia ocupada nesta quinta-feira (16), disseram médicos e moradores locais à Reuters, que atribuíram a responsabilidade a forças israelenses.
Bahaa Badr, de 13 anos, foi baleado no peito quando forças israelenses entraram em Beit Liqya, perto da linha fronteiriça com Israel, e foram apedrejadas por jovens locais, disseram as fontes.
Não está claro se o menino participou do confronto, que o Exército israelense descreveu como um "motim ilegal", em que moradores jogaram coquetéis molotov contra suas forças conforme deixavam a aldeia.
Um porta-voz militar disse que os soldados responderam com fogo e que o Exército investigará a morte da criança.
Israel tem ocupado a Cisjordânia e Jerusalém Oriental desde que capturou esses territórios na guerra de 1967. Os palestinos querem os territórios, juntamente com a Faixa de Gaza, para seu futuro Estado.
As tensões na Cisjordânia ocupada aumentaram desde a guerra de sete semanas de Israel em Gaza, em julho, que matou mais de 2 mil palestinos, a maioria civis, e mais de 70 israelenses, quase todos soldados.
As negociações de paz entre Israel e os palestinos mediadas pelos Estados Unidos entraram em colapso em abril.

Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.
 
 
 
Código de segurança
Atualizar