domingo, 19 de outubro de 2014

NÃO TRABALHAR OU ENRIQUECER ÁS CUSTAS DO TRABALHO ALHEIO


http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_10_16/Vice-ministro-russo-das-Rela-es-Exteriores-discute-com-embaixador-da-Palestina-situa-o-em-Gaza-3607/

Vice-ministro russo discute situação em Gaza com embaixador da Palestina

Faixa de Gaza, Rússia, Palestina, Israel, política, declaração

O representante especial do presidente russo para o Oriente Médio e vice-ministro das Relações Exteriores Mikhail Bogdanov discutiu com o embaixador da Palestina em Moscou a situação na Faixa de Gaza e as perspectivas para o reinício do processo de paz, refere o comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

“Durante a reunião foi analisada a atual situação humanitária em Gaza no contexto da conferência internacional para a reconstrução da Faixa de Gaza, realizada no Cairo a 12 de outubro, em que também participou uma delegação russa. Foram discutidas as perspectivas para o desbloqueio das negociações palestino-israelenses e para o restabelecimento da unidade palestina”, diz o comunicado.
Os diplomatas também abordaram questões relacionadas com as relações bilaterais russo-palestinas.
  • #ManoelManoel 16 Outubro, 22:34
    Esperamos com grande simpatia O Referendo dos Palestinos para que seu Precário Estado, a Faixa de Gaza passe a fazer parte da Federação Russa, afina,l entre eles, muitos são também russos. Assim com certeza O Estado Palestino passará a ser respeitado por Israel e deixará de ser massacrado e passará a ter direito a ter um exército regular para se defender.
  • #Benaiah Cabral Benaiah Cabral Hoje, 16:43
    Independente da importância da atuação russa está a falta de cabimento de tentar ressignificar a história, esquecendo que não houve e não há um Estado palestino e a tentativa de criar o mesmo dentro de um Estado Soberano - por todos os meios históricos - repleto de judeus e árabes é apenas uma velha atitude sacana de matar e se fazer de vítima para NÃO TRABALHAR OU ENRIQUECER ÁS CUSTAS DO TRABALHO ALHEIO. Apenas, sempre é admirável que em uma nação rica de toda fonte de informação, como o Brasil. semita e antissemita, haja tanta gente pra comer mosca e servir baratas. Lenin, apesar de considerar os judeus meramente como religião, jamais adotaria posições sem cabimento pró-palestinianas terroristas e islamitas atuais. Realmente, Israel, deve contar com os sionistas espalhados pelo planeta e ter em elevada suspeita todo demagogo e antissionista sem exceções.
    Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_10_16/Vice-ministro-russo-das-Rela-es-Exteriores-discute-com-embaixador-da-Palestina-situa-o-em-Gaza-3607/