terça-feira, 18 de novembro de 2014

Que casas sejam demolidas, não se questione. Que isto seja delas para seus ocupantes dispostos a tal crime inaceitável - antes de cometê-lo - , ou coniventes, isto é superlativo.




13°/ 25°
Belo Horizonte,
18/NOV/2014



Mais Seções 

ESPECIAIS




MULTIMÍDIA

96.5 Ao Vivo
A-A+

TAMANHO DA LETRAENVIARIMPRIMIRCORRIGIR
(0) Comentários
Votação:

Compartilhe:


Governo de Israel demolirá casas de homens que atacaram sinagogaPrimeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, não revelou quando as demolições vão acontecer. Medida era criticada e havia sido interrompida em 2005



Publicação: 18/11/2014 16:18 Atualização:18/11/2014 16:34

Palestino tenta abrir um buraco no muro que separa Jerusalém, em Israel
O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ordenou que as autoridades destruam as casas dos homens que atacaram uma sinagoga de Jerusalém e mataram quatro pessoas nesta terça-feira. Netanyahu também ordenou a demolição das casas de palestinos envolvidos em outros ataques recentes contra israelenses.


Saiba mais... Tribunal israelense condena Autoridade Palestina a indenizar família Palestina vai pedir à ONU saída de Israel da Cisjordânia Soldados de Israel se negam a atuar em terras palestinas Políticos de Israel questionam decisão de desapropiar terras palestinasO premiê anunciou a diretriz nesta terça-feira, depois de uma reunião com importantes autoridades de segurança, mas não disse quando as demolições vão acontecer.

Israel havia interrompido a criticada prática de demolir casas de acusados de ataques em 2005, depois de autoridades concluírem que não se tratava de uma prática eficiente, mas houve uma mudança de opinião recentemente e a medida foi retomada em alguns casos. Netanyahu deve participar de uma coletiva de imprensa, transmitida pela televisão, na noite desta terça-feira.

A polícia de Israel informou que as vítima fatais são três cidadãos norte-americanos e um britânico. O consulado dos Estados Unidos em Jerusalém identificou os norte-americanos como Aryeh Kupinsky, Cary William Levine e Mosheh Twersky. O britânico foi identificado por autoridades israelenses como Avraham Goldberg.






Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda
Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senhaE-mailSenha 

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »







Últimas notícias
Mais acessadas




Blogs










Opinião

Você acredita que as informações divulgadas pelo WikiLeaks poderão afetar as relações entre os paises?

Vote na Enquete






Cadastro |




MAIS SEÇÕES


JORNAIS

TELEVISÃO

RÁDIO

PORTAIS

REVISTAS

OUTRAS EMPRESAS


© Copyright 2001-2014 S/A Estado de Minas. Todos direitos reservados.