sexta-feira, 7 de novembro de 2014

www.jn.pt/PaginaInicial/.../Interior.aspx?... e O Dia On Line demonstram o quanto antiamericanistas se fazem de pessoas nojentas e inúteis a nocivas e amaldiçoadas



Libertadas 51 crianças e mulheres da minoria religiosa yazidi

Detidos dois suspeitos de esfaquear três homens no Cais...

Rainha de Espanha sorridente em Portugal

Fernando Santos chama Bosingwa à seleção nacional

Justiça espanhola mantém irmã do rei como arguida mas só...

Juncker reafirma que se "abstém de intervir" na investigação...

Relógios de homem com o "Jornal de Notícias"


Militar que matou bin Laden tem ca

beça a prémio entre "jihadistas"

Comerciante de artigos religiosos morre de ataque cardíaco...

Acórdão dos descontos para a ASDE aprovado por 9 entre 13...










Marine que matou Bin Laden desafia "jihadistas"


06.11.2014 - 15:54


A identidade do militar que matou Bin Laden foi revelada por um jornal britânico. Chama-se Rob O' Neill e matou Osama Bin Laden com três tiros na cabeça, a 2 de maio de 2011.








TWITTER


Rob O'Neill tem 38 anos e esteve 16 anos nos SEAL

A revelação foi feita pelo "Daily Mail", dias antes da emissão de um documentário da Fox News, nos dias 11 e 12, que iria contar pormenores da operação que matou Bin Laden, em Abbottabad, no Paquistão.

LEIA TAMBÉM

Governo não tem "confirmação absoluta" sobre morte de alegado jihadista português
Militar que matou bin Laden tem cabeça a prémio entre "jihadistas"
Obama pede ao Congresso 2,5 mil milhões para guerra contra "jihadistas"


Tratado com um herói, Rob O' Neill tem 38 anos e é um veterano de guerra, que prestou serviço durante 16 anos nos SEAL, a principal força de operações especiais da Marinha dos Estados Unidos.


O jornal britânico entrevistou o pai de Rob O' Neill, que garantiu que não têm medo do Estado Islâmico. "Pintarei um alvo na porta de casa e direi 'venham apanhar-nos'", diz Tom O'Neill.






Militantes do Estado Islâmico ameaçam atirador que revelou ter matado Bin Laden
Foram divulgadas algumas fotografias do atirador acompanhadas de mensagens em árabe e em inglês apelando a 'lobos solitários' para vingarem a morte de Osama
AGÊNCIA BRASIL


EUA - Um ex-membro do Comando das Forças Especiais da Marinha americana, conhecido como Seal, disse publicamente ter sido ele quem matou o líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden, em 2011, provocando imediatamente ameaças de morte de militantes do Estado Islâmico. Robert O’Neill, de 38 anos, disse, nesta quinta-feira, ao jornal The Washington Post, ter matado Bin Laden com um tiro na cabeça, no dia 2 de maio de 2011, durante um ataque dos Seal ao seu esconderijo em Abbottabad, no Paquistão. Quando participou da operação para capturar Bin Laden, O’Neill já tinha 15 anos de experiência com os Seal.
O soldado Rob O'Neill disse, nesta quinta-feira, que teria matado Osama bin LadenFoto: Reprodução Internet

Os militantes logo começaram a lançar ameaças de morte contra O’Neill. Fotografias do atirador acompanhadas de mensagens em árabe e em inglês apelando a “lobos solitários” para vingarem a morte do líder da Al Qaeda foram divulgadas no microblog Twitter e no fórum dos militantes, chamado de Al Minbar.

“Enviaremos aos lobos solitários na América a fotografia deste Robert O’Neill que matou o xeque Osama Bin Laden”, diz uma das mensagens em árabe, enquanto outra declara nas duas línguas: “Para vocês, caros muçulmanos nos Estados Unidos da América, eis a oportunidade de entrarem no paraíso”.