segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Mundo Estranho devia mencionar a gravidade de sangue judeu ou israelense caso Israel não ganhasse suas guerras ou deixasse de ganha-las.


Mundo Estranho





Canais
Blogs
Games
Enigme
Revista
Vídeos
Tablet
Assine
Fale com a gente
Não Clique







Home » Canais » História

História
Como foi a fundação de Israel?








Ela foi oficialmente anunciada em 14 de maio de 1948. A criação de Israel se baseou numa resolução aprovada um ano antes na Organização das Nações Unidas (ONU) e que previa a divisão do então território da Palestina em dois estados: um árabe e um judeu. Na época, a Palestina estava sob administração britânica e era habitada por uma maioria árabe. Por isso, a resolução da ONU, que foi aceita por líderes judeus, acabou sendo recusada pelos governantes dos países árabes vizinhos da Palestina. As discussões diplomáticas ainda estavam quentes quando líderes judeus se apressaram para decretar a independência de Israel em maio de 1948. A resposta árabe foi imediata: no dia seguinte à declaração de independência, Egito, Síria, Líbano e Iraque atacaram o novo país. Cerca de 750 mil árabes que viviam na região foram obrigados a fugir por causa do conflito. Por outro lado, 800 mil judeus residentes em países como Síria, Iraque, Tunísia, Líbia e Iêmen deixaram às pressas seus lares, a maioria tornando-se imediatamente cidadãos de Israel. A vitória israelense viria no ano seguinte, em 1949, garantindo a sobrevivência do novo país. Mas, longe de tranqüilizar as coisas, o resultado do conflito só semeou mais violência na região. Violência que dura até hoje.


Independência sangrentaRegião permanece em estado de guerra há quase 60 anos


1897


O primeiro Congresso Sionista, na Basiléia, na Suíça, marca o início do movimento que reivindica um estado para os judeus na Palestina. Essa região no Oriente Médio não é escolhida ao acaso: os judeus defendem que viviam lá até serem expulsos pelo Império Romano no século 1


1939


Com o início da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), os nazistas alemães passam a perseguir judeus por toda a Europa. Estima-se que 6 milhões tenham morrido em campos de concentração e extermínio, acontecimento conhecido como Holocausto


1946


Ao final da guerra, com milhões de judeus perseguidos sem ter para onde ir, o sionismo ganha força. Os britânicos, que dominavam a Palestina, tentam evitar a imigração de judeus para a região — mais de 50 mil refugiados são detidos na ilha de Chipre


1947


Em 29 de novembro de 1947, a Organização das Nações Unidas (ONU) aprova a divisão da Palestina em dois estados: um judeu e outro árabe. Líderes judeus aceitam a resolução da ONU, mas os países árabes não - na época, viviam na região 1,3 milhão de árabes e 600 mil judeus


1948


Enquanto as tropas britânicas deixam a Palestina, grupos sionistas agem para organizar logo o Estado judeu. Em 14 de maio, o presidente da Agência Judia para a Palestina, David Ben-Gurion, anuncia a formação de Israel


1948/49


Os países árabes vizinhos não reconhecem o novo país e tem início a Guerra de Independência de Israel, a primeira de uma série de conflitos entre árabes e israelenses. A guerra termina em 1949. Israel não só vence, como consegue a ampliação do Estado judeu



Edição do mês


FOLHEIE

ASSINE

NAS BANCAS

DEEP WEB - A INTERNET DO MALDezembro/2014








PUBLICIDADEANUNCIE


Redes Sociais


TwitterFacebookGoogle +




VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Como seria sua vida se a 1ª Guerra Mundial não tivesse acontecido?
Quantas pessoas morreram no dia D?
Que tipos de pena de morte ainda são praticados no mundo?
O que foi o protesto da Paz Celestial?
Como era a vida no Brasil da ditadura?

FECHAR







Sobre a Mundo Estranho
Canais
Alimentação
Ambiente
Ciência
Cinema & TV
Cotidiano
Cultura
Esporte
Geografia
História
Mundo Animal
Religião
Saúde
Tecnologia
Blogs
Bestiário
Combo
Contando Ninguém Acredita
É Old?
Index
meME
TDF
XisTudo Cult
Games
Enigme
Revista
Sumário
Mande sua pergunta
Leitor Repórter
Crie um balãozinho
Debate
Enquete
Avalie a edição
Hoje é dia de ME
Retrato Falado
Álgebra Estranha
Vídeos
Tablet

Assine
Fale com a gente
Contato
Expediente
Política de privacidade
Termos de uso


Editora AbrilCopyright © 2012, Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados