quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Os habituais antagonistas "cristãos" ao estado de Israel vêm-nos habituando a um discurso pseudo-bíblico próprio de quem não percebe rigorosamente nada de profecias bíblicas. Mais do que não perceber, demonstram um mal dissimulado ódio anti-semita, uma não aceitação dos factos mais que evidentes, quiçá até inveja por verem o cuidado e carinho constante de Deus para com um povo obstinado e duro de coração, e que no entanto Ele escolheu irrevogavelmente como Seu...


quinta-feira, dezembro 11, 2014

SERÁ A NAÇÃO DE ISRAEL UM CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS, OU APENAS UMA GIGANTESCA COINCIDÊNCIA?





Vale a pena ouvir este meu amigo e irmão na fé em Yeshua, Ron Cantor, líder de uma florescente congregação em Tel Aviv, na sua clara e objectiva apresentação, fácil de entender e assimilar.
Os habituais antagonistas "cristãos" ao estado de Israel vêm-nos habituando a um discurso pseudo-bíblico próprio de quem não percebe rigorosamente nada de profecias bíblicas. Mais do que não perceber, demonstram um mal dissimulado ódio anti-semita, uma não aceitação dos factos mais que evidentes, quiçá até inveja por verem o cuidado e carinho constante de Deus para com um povo obstinado e duro de coração, e que no entanto Ele escolheu irrevogavelmente como Seu...
Quando um ou outro me tem afirmado que o Israel de hoje não é o cumprimento de nenhuma profecia, eu me questiono em que planeta é que essa pessoa vive, ou em que caverna é que se escondeu desde 1947...
Como é possível alguém ler as dezenas de profecias relacionadas com os acontecimentos actuais à volta de Israel, e simbolizar, ou até espiritualizar as mesmas, alegando que tudo se aplica à Igreja e não a Israel? Se assim é, que ao menos sejam honestos, e já que transferem para a Igreja todas as bênçãos prometidas a Israel para os últimos dias, então que transfiram da mesma forma as maldições e castigos prometidos pelo mesmo Deus ao mesmo Israel para os mesmos últimos dias! Sejam ao menos coerentes. Só que a cegueira é tão grande, que eles querem as bênçãos para a Igreja e as maldições para Israel...!

SOBREVIVENDO A 2 MIL ANOS DE PERSEGUIÇÃO, INQUISIÇÃO CATÓLICA, POGROMS E HOLOCAUSTO
Como é possível alguém ver a sobrevivência sem precedentes de um povo ao longo de 2 mil anos de tanta perseguição, inquisições católicas, massacres, cruzadas, pogroms, holocausto, etc., e ao mesmo tempo o renascer sobrenatural de uma nação ao fim desses 2 mil anos, e não ligar esses acontecimentos com as dezenas de textos proféticos que relatam exactamente esses eventos para os últimos dias?

A MAIOR PROVA DA FIDELIDADE DE DEUS
A realidade é que o renascimento da nação de Israel é a mais convincente peça de evidência  da existência e fidelidade de Deus na actualidade! Deus é simplesmente fiel às Suas promessas!
Qual será o propósito das profecias senão o de confirmar a Palavra de Deus?
Segundo Ron Cantor (no video), o primeiro teste para confirmar estas realidades é o Tempo.
Apesar de ser constantemente atacado por inimigos numericamente superiores, o estado de Israel não só tem continuado a existir nestas últimas 7 décadas, como se tornou actualmente na maior potência económica e militar na região.
O segundo teste - segundo Cantor - é o cumprimento directo de outras profecias relacionadas. Jeremias 16 fala de um dia quando o povo não irá mais identificar Deus como Aquele que trouxe os israelitas para fora do Egipto, mas antes como Aquele que os trouxe para fora da "terra do Norte." A imigração em massa de judeus da ex-União Soviética, um "êxodo" que superou em números o da História bíblica não pode deixar de ser ligada a este acontecimento.
"A evidência é bastante avassaladora."- afirma Cantor - "A única forma em que alguém pode chegar à conclusão de que Israel não é o cumprimento profético, é se interpretar estas passagens bíblicas com um prévio preconceito anti-Israel e anti-judaico."

Shalom, Israel!

2 comentários:

  1. Por favor, poderia traduzir?
    Responder
  2. Sou cristão protestante, e concordo plenamente contigo, negar as profecias bíblicas sobre Israel, ocorrendo na íntegra em nossos dias é de uma leviandade sem tamanho. Contudo, certamente, Deus cumprirá os seus desígnios.

    Jamerson.
    Responder