quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Pela potência da Bíblia Sagrada comum a judeus e cristãos e por qualquer democracia que valha a pena, seja Israel Um Só com líderes totalmente comprometidos com seu bem-estar atual e futuro. Elejam Netanyahu e um governo apto mesmo antes das eleições. Que cada átomo de Israel e do Grande Israel viva a plenitude יהוה Iehouah de ' Am Isra'el Chai '




Links de acessibilidade
Ir para o conteúdo
Accessibility Help
Entrar

Navegação na BBC
Menu


Seções



Premiê de Israel busca força nas urnas com eleição antecipada

2 dezembro 2014Compartilhar
Lapid e Livni deixam governo; Netanyahu justificou decisão ao dizer que havia um 'golpe' contra ele

Israel terá uma nova eleição geral em 17 de março, dois anos antes do previsto, após o primeiro-ministro, Binyamin Netanyahu, ter demitido os ministros das Finanças e da Justiça.

Netanyahu acusou Yair Lapid (Finanças) e Tzipi Livni (Justiça) de atacaram impiedosamente tanto ele quanto a coalizão governamental. Ambos disseram que o país estava sendo arrastado para eleições desnecessárias.

Recentemente, uma série de desentendimentos sobre o curso da política e da economia do país aumentou a tensão entre membros da coalizão.

Leia mais: Lei de 'Estado-nação judaico' divide sociedade israelense

Em entrevista coletiva a jornalistas na terça-feira, Netanyahu afirmou ser "impossível" liderar um governo com a coalizão atual, e descreveu Livni e Lapid como golpistas.

O premiê afirmou que ele estava correndo um "risco pessoal" ao convocar eventualmente eleições antecipadas, mas justificou sua decisão "pelo bem da nação".
Lapid (à esq.) era ministro das Finanças e Livni (à dir.) comandava a pasta da Justiça

As declarações de Netanyahu ocorrem depois de conversas com Lapid – líder do Yesh Atid, partido de centro e o segundo maior na atual coalizão de governo – terminarem sem um acordo na noite da segunda-feira.

O premiê israelense e seus ministros não conseguiram chegar a um acordo sobre o conteúdo da lei, que pretende fortalecer a natureza judaica do Estado de Israel e também sobre uma eventual redução de impostos para quem compra imóvel pela primeira vez, que Lapid considera ser de sua autoria.

Leia mais: Netanyahu promete 'pulso firme' após ataque a sinagoga em Jerusalém

Na manhã de terça-feira, Lapid afirmou durante um fórum econômico que o premiê havia "decidido levar Israel a eleições desnecessárias".

À medida que os rumores sobre a convocação de eleições antecipadas aumentaram, a ministra da Justiça, Tzipi Livni, acusou Netanyahu de "extremismo, provocação e paranoia".

O governo não sabe como combater o terrorismo ao mesmo tempo em que "mantém a liberdade e o Sionismo", acrescentou ela.

Livni, que lidera o partido de centro Hatnua, também acusou Netanyahu de "incitar conflitos entre setores de Israel".
'Covardia'Israelense protestam contra últimas decisões de Netanyahu

Por meio de um comunicado, o gabinete de Netanyahu anunciou que "o primeiro-ministro planeja convocar a dissolução do Parlamento tão logo possível e pedir ao povo apoio para um mandato claro para liderar Israel."

A nota também informava sobre as demissões de Lapid e Livni.

"Nas últimas semanas, incluindo ontem, os ministros Lapid e Livni atacaram fortemente o governo que lidero. Não vou mais tolerar uma oposição dentro do meu governo", acrescentou o comunicado.

Após a entrevista a jornalistas, Livni acusou o premiê de covardia ao demití-la, dizendo que ele "nem se prestou a me olhar no olho", e negou que tenha havido um "golpe" contra Netanyahu.

Compartilhar Sobre compartilhar
Email
Facebook
Twitter
Google+Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Israel anuncia punições a famílias de palestinos envolvidos em atentados
26 novembro 2014

10 perguntas para entender o conflito entre israelenses e palestinos
29 setembro 2014

Lei de 'Estado-nação judaico' divide sociedade israelense
26 novembro 2014

Lanchonete sofre ameaça nos EUA por servir comida palestina
21 novembro 2014

Netanyahu promete 'pulso firme' após ataque a sinagoga em Jerusalém
18 novembro 2014


Mais lidas

1'Eu me recuso a ser assistente pessoal da minha filha'
2Dieta mediterranea mantém juventude genética, diz pesquisa
3Por que blocos misteriosos estão aparecendo em praias da Europa
4Stephen Hawking: Inteligência artificial pode destruir a humanidade
5Em ano de escândalos, Brasil melhora em ranking de corrupção
6Arqueólogos britânicos mapeiam cidade medieval sem fazer escavação
7Desenganado aos 17, britânico vive todo dia como se fosse o último há 25 anos
8Análise de DNA de Ricardo 3º indica infidelidade na família do rei
9Mãe enfrenta dilema legal para dar maconha a filho epilético de 6 anos
10Irmã de Pablo Escobar busca redenção deixando pedidos de perdão em túmulos de vítimas
Seções


Navegação na BBC

News
Sport
Weather
Radio

Versão integral
Termos de uso
Sobre a BBC
Privacidade
Cookies
Accessibility Help
Parental Guidance
Contate a BBC
Further InformationBBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de outros sites. Leia mais sobre nossa política para links externos