segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Avigdor é generoso em suas declarações. Na realidade, Hamas e Hezbollah pedem por tantos ataques sejam necessários para eliminar suas atividades terroristas e libertar a Ásia de sua ação nefasta.


http://www.vermelho.org.br/noticia/258148-9

Mundo

2 de fevereiro de 2015 - 10h59 

Israel planeja novas guerras contra o Hezbollah e Hamas

O ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, declarou ao site israelense Ynet que o país “inevitavelmente terá que lutar em uma terceira guerra com Hezbollah e em uma quarta operação contra Hamas, reportou o Haaretz neste domingo (1º/2).


Conselho Direitos Humanos ONU
  
De acordo com o chanceler, o Exército de Tel Aviv não respondeu o suficiente ao contra-ataque do grupo islâmico libanês, que resultou na morte de dois soldados israelenses na última quarta-feira (28/01).

Ao comentar a recente escalada de tensão com o Hezbollah, Lieberman critica o governo de Israel por decidir “conter o incidente”, em vez de respondê-lo à altura. Já em relação ao Hamas, o ministro ressalta a necessidade de combate, pois, segundo ele, o grupo extremista islâmico estaria “reconstruindo seu arsenal toda semana” na Faixa de Gaza.