quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Netanyahu deveria ser confirmado 100 por cento em toda nação israelense e israelita mundial sem necessidade de artifícios, porém, lutando contra o antissemitismo de Barack Obama por trás de fantoches párias, é compreensível o exagero em algumas áreas.


05/02/2015





Inscreva-se Login


NOTÍCIAS
ASSUNTOS EUROPEUS
BUSINESS
REPORTAGENS
DESPORTO
CULTURA
NO COMMENT
SCI-TECH
VIAGEM
LUXO

África
América
Ásia
Europa
Médio Oriente
Tempo
Serviço
Os Programas


home
Notícias
Mundo
Israel: Nethanyahu mais viral do que nunca como “Bibi-sitter”



NOTÍCIAS
Israel: Nethanyahu mais viral do que nunca como “Bibi-sitter”

04/02 14:56 CET

smaller_textlarger_text


O primeiro-ministro israelita, Benjamin Nethanyahu (também conhecido pela abreviatura BiBi) surpreendeu a campanha para as próximas eleições de 17 de março, com um vídeo onde se apresenta como a “ama” ideal para as crianças de qualquer casal do país.

O insólito “babby-sitter”, transformado em “Bibi-sitter” propõe-se cuidar do filho de um casal, rejeitando entregar a criança aos seus rivais no sufrágio, nomeadamente Tzipi (Tzipi Livni) e Buji (Isaac Herzog).

Uma forma original de apresentar o programa político, que se tornou já viral na Internet. No final do vídeo, o casal despede-se de “Bibi-sitter” com um “Shalom” – que também significa paz em hebreu – antes do primeiro-ministro rematar, “paz sim, mas não a qualquer preço”.



Uma mensagem dirigida ao vasto eleitorado do partido conservador Likud que se mantém à frente nas sondagens para as próximas eleições.