quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

O Líder Judeu está certo e ainda disse que não votaria em Le Pen, assim como a juventude muçulmana francesa, (e parte da europeia) está fora de controle, e diz ainda a correta visão Iehouah: estes jovens por vários fatores estão a serviço de ideologias fundamentalistas e terroristas


França Marine Le Pen é "irrepreensível", diz líder judeu

As declarações provocaram forte celeuma em França, após os atentados que se registaram em Paris.
MUNDO
Marine Le Pen é irrepreensível, diz líder judeu
DR
O principal representante da comunidade judaica em França causou polémica ao afirmar que Marine Le Pen é “irrepreensível”, negando que a Frente Nacional (FN) tenha culpa pelos ataques perpetrados por elementos jihadistas.
“Nunca votarei pela Frente Nacional, mas é um partido que hoje não comete violências”, afirmou o presidente do Comité Representativo das Instituições Judaicas de França (CRIF), acrescentando que “todas as violências, hoje, são cometidas por jovens muçulmanos”.
Em declarações à rádio Europe 1, Roger Cukierman disse ainda que “a senhora Le Pen não rompeu com o seu pai, ela dirige a Frente Nacional, que tem no passivo as tomadas de posição antissemitas do pai, que é o presidente honorário do partido”.
Em reação àquilo que considerou ser uma acusação, o reitor da Grande Mesquita de Paris e presidente do Conselho Francês do Culto Muçulmano (CFCM) deixou claro que “não pode aceitar que a componente muçulmana de França seja objeto de ataques tão graves e infundados. (...) São declarações irresponsáveis e inadmissíveis”.


Notícias em destaque
Expresso - 1 dia atrás