segunda-feira, 23 de março de 2015

ENQUANTO A ONU SUSTENTAR A IMPOSTURA DE UM ESTADO PALESTINO SE DARÁ MARGEM PELO MUNDO PARA CRIAR TANTOS ESTADOS QUANTOS GOLPES



Israel boicota sessão da ONU sobre ofensiva em Gaza
Conselho de Direitos Humanos se reuniu em Genebra sobre assunto. Representantes israelenses e dos EUA se ausentaram da sessão.
23/03/2015 10h12 - Atualizado em 23/03/2015 10h12
France Presse
Da France Presse
Israel se absteve de participar nesta segunda-feira (23) em uma sessão especial do Conselho de Segurança dos Direitos Humanos da ONU em Genebra dedicada a analisar os abusos cometidos durante a ofensiva israelense contra a Faixa de Gaza em 2014, uma ausência que, segundo fontes do organismo, constitui um boicote.
"Não vamos realizar comentários sobre o tema", afirmou um porta-voz da delegação israelense na ONU falando à AFP.
O representante americano também se ausentou da sessão, mas o porta-voz da delegação explicou que o embaixador no organismo, Keith Harper, se encontra em Washington.
Israel se negou a colaborar com a comissão da ONU que estuda o tema, e que começou suas atividades pouco depois ofensiva lançada por Israel no ano passado.
O conflito que se estendeu por 50 dias deixou 2.200 palestinos mortos e mais de 10.000 feridos. Do lado israelense, foram 70 mortos, em sua maioria soldados.

Mundo
versão clássica
Globo © 2001-2014
princípios editoriais