segunda-feira, 13 de abril de 2015

RONALD REAGAN, UM AMIGO DE ISRAEL : Diferença que faz um Republicano no exercício correto do poder da Casa Branca


http://simonbarkochba.blogspot.com.br/2009/03/ronald-reagan-um-amigo-de-israel.html?m=1


04/03/09

RONALD REAGAN, UM AMIGO DE ISRAEL



Em muitos aspectos os historiadores coincidem em manifestar que Ronald Reagan foi o melhor amigo de Israel de quantos presidentes têm havido nos EEUU desde a sua constituição em 1948. Entre os seus maiores logros esteve conseguir que os judeus deixassem de ser perseguidos na URSS e se lhes permitisse emigrar ao Estado judeu. A política de Reagan dou pé à migração massiva de judeus russos a Israel.

Muitas das medidas emprendidas por Reagan foram duma monumental importância no âmbito das relações EEUU/Israel. Entre outras cabe citar:
1. O Acordo de Cooperação Estratégica, que dou como resultado o estabelecimento do Grupo de União Político-Militar (JPMG), um programa do Pentágono encarregado de coordinar os esforços da inteligência militar de ambos países.
2. Uma permanente relação estratégica na luta contra o terrorismo.
3. A sinatura do Acordo de Livre Comércio entre EEUU e Israel, que permitiu às companhias israelis competir em pé de igualdade com as companhias europeias. Desde 1985, o comércio entre ambos países tem-se incrementado num 400 %. Este Acordo serviu, por certo, de modelo para o que asinaram a posterióri os EEUU com México e Canadá.
Em 1985-86, quando a economia israeli estava experimentando taxas de inflacção superiores ao 445 %, Reagan aprovou uma partida de 15.000 milhões de $ de ajuda a Israel.

Como humilde homenagem no 5º aniversário da sua desaparição, recolhemos a continuação algumas das frases do melhor Presidente na história recente dos EEUU, que demonstram a sua genialidade e a sua inquestionável defesa do Estado de Israel:

Velaqui a minha estratégia para a Guerra Fria: Nós ganhamos, eles perdem.
O contribuínte é uma pessoa que trabalha para o Governo, mas sem ter feito as oposições para funcionário.
Como distinguir a um comunista?: é alguém que lê a Marx e Lénine. E como distinguir a um ánti-comunista?: é alguém que entende a Marx e a Lénine.
Um funcionário tras um mostrador é o mais perto que podemos estar da Vida Eterna.
A mais terrível expressão que conheço: Pertenço ao Governo e estou aquí para ajudar.
Diz-se que a política é o segundo ofício mais velho do mundo. E eu tenho aprendido que se asemelha muito ao primeiro.
A visão intervencionista da economia ressume-se em três frases: se se move, aplica-lhe um imposto. Se segue movendo-se, regula-o. E se deixa de mover-se, outorga-lhe um subsídio.
Nenhum arsenal nem armamento mundial é tão formidável como a vontade e a coragem moral dos homens e as mulheres livres.
Em Israel, os homens e as mulheres livres demonstram dia a dia o poder da coragem e da fê. Quando Israel se constituiu em 1948 os expertos diziam que não poderia sobreviver. Hoje, ninguém questiona que Israel é uma nação estável e democrática numa região de tiranias e distúrbios.
Israel existe. E tem direito a existir em paz dentro dumas fronteiras seguras e defensíveis. E tem direito a exigir aos seus vizinhos que reconheçam isso. Eu tenho seguido e apoiado o heróico combate de Israel pela supervivência desde a fundação do seu Etado em 1948. Com as fronteiras anteriores a 1967, Israel apenas tinha um ancho territorial de 10 milhas nos seus pontos mais estreitos. A maior parte da população israeli vivia dentro do perímetro de alcanço da artilharia dos hostis exércitos árabes. Não serei eu quem exija a Israel que regressem àquela situação.

Sem comentários:

Enviar um comentário