quinta-feira, 14 de maio de 2015

Parabéns a Israel por sua independência sim. Porém algo é maquiado neste minucioso artigo: Ben Gurion não expulsou nenhum palestino em 1947, mesmo porque ele era palestino judeu. Porém os árabes que se aliaram com potências estrangeiras para destruir seus vizinhos judeus (certos de Vitória) fugiram para as mesmas depois de detidos e foram vomitados pelas mesmas. A guerra de 67 foi um ato de sobrevivência e nenhum decreto Internacional, muito menos da Onu pode alterar os bons direitos trabalhados naquele tempo.






JORNAL DE HOJE
Assine Já
FORTALEZA
ESPORTES
ECONOMIA
DIVIRTA-SE
POLÍTICA
+NOTÍCIAS



MundoDEUTSCHE WELLE


Super dica para quem deseja incrementar a renda familiar

ÁFRICA

A. CENTRAL

A. DO NORTE

A. DO SUL

ÁSIA

EUROPA

OCEANIA

VÍDEOS

ENEM

BLOGS

COLUNAS


ASSINE

EMPREGOS E CARREIRAS

VÍDEOS

VOCÊ FAZ O POVO

MOBILE

ACERVO

FALE COM A GENTE

O POVO CHAT




rss
Assine Já





POLÍTICA 14/05/2015 - 08h39
Estado de Israel completa 65 anos de existência
NOTÍCIA0 COMENTÁRIOS


ECONOMIACotação real-euro e outros indicadores econômicos(0)POLÍTICAEstado de Israel completa 65 anos de existência(0)POLÍTICAHomens armados atacam hospedaria em Cabul(0)


No limiar do pós-Guerra e em meio às disputas em torno do território da antiga Palestina, o primeiro premiê israelense, Ben Gurion, declarava o estabelecimento do Estado judeu.
O 14 de maio de 1948 foi um dia que abalou o Oriente Médio. Nesse dia, num museu em Tel Aviv, Israel foi declarado um Estado independente. Algumas fotos em preto e branco levemente borradas, imagens de vídeo tremidas e uma gravação de áudio com chiados são testemunhas desse acontecimento.

As imagens mostram o chefe da região autônoma judaica da Palestina, David Ben Gurion. Acima de sua cabeça, vê-se pendurado um retrato de Theodor Herzl, o fundador do sionismo moderno. Na mão esquerda, Ben Gurion segura folhas com o texto da declaração de independência.

"Na terra de Israel surgiu o povo judeu. Aqui se formou sua identidade espiritual, religiosa e política", afirma Ben Gurion. Expulso pela força, o povo judeu permaneceu ligado, mesmo no exílio, de forma fiel à sua pátria. Sua esperança de voltar para casa nunca esvaneceu. Solenemente, Ben Gurion proclama: "Nós pelo presente declaramos o estabelecimento de um Estado judeu em Eretz-Israel, a ser chamado de Estado de Israel".

Mais tarde, Ben Gurion, que viria a ser o primeiro premiê israelense, registrou em seus diários. "O encontro terminou com o canto do Hatikvah, nosso Hino Nacional. Lá fora, o povo dançava nas ruas de Tel Aviv."

A Guerra da Independência

A alegria com a fundação do Estado foi ofuscada, no entanto, pela expectativa da guerra iminente. Os Estados árabes rejeitaram a decisão da ONU de 1947, que previa a divisão do chamado Mandato Britânico da Palestina entre judeus e árabes.

Aos judeus foi concedida pouco mais de metade da Palestina, mas essa área deveria acolher pacificamente quase 500 mil moradores judeus e 440 mil palestinos. Segundo o historiador israelense Ilan Pappe, o plano foi o estopim da tragédia que viria a seguir.

Para mudar o equilíbrio demográfico em favor dos judeus, Ben Gurion decidiu então expulsar 1 milhão de palestinos da região. Mais de 80% da população 750 mil palestinos deixaram, de fato, sua pátria. Eles se refugiaram nos países árabes vizinhos ou em regiões não dominadas por Israel, na Cisjordânia ou em Gaza. Na época, foram eliminados 530 vilarejos palestinos, e 11 cidades foram destruídas.

Contrários à criação de Israel, os países árabes vizinhos Egito, Iraque, Líbano, Síria e Transjordânia decidiram atacar o novo Estado judeu. A Guerra da Palestina de 1948, que os judeus chamam de Guerra da Independência, foi vencida por Israel, que ampliou seu domínio para 75% da superfície da antiga Palestina.

A Guerra dos Seis Dias e suas consequências

Menos de 20 anos depois, durante a Guerra dos Seis Dias, Israel ampliou sua soberania também para a Cisjordânia e Gaza. Entre 5 e 10 de junho de 1967, as tropas israelenses venceram os Exércitos do Egito, da Jordânia e da Síria, tomando a Cisjordânia, a Faixa de Gaza e as Colinas de Golã. O sucesso militar inesperado e esmagador provocou na população israelense uma onda de entusiasmo nacionalista e religioso.

Especialmente a conquista de Jerusalém Oriental, que abriga o mais importante santuário judaico, o Muro das Lamentações, desencadeou sentimentos messiânicos. Logo os primeiros assentamentos israelenses foram estabelecidos nas regiões ocupadas. Tais assentamentos não foram apenas tolerados, mas também promovidos pelo governo israelense sob a liderança do Partido Trabalhista. Eles eram vistos como postos avançados de defesa e, por meio deles, pretendia-se isolar a população palestina na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, tentando assim evitar que ali se formassem estruturas autônomas.

Nem o tratado de paz com o Egito, em 1979, nem o processo de paz iniciado em 1993 ou a retirada israelense da Faixa de Gaza, em 2005, conseguiram pôr um fim à política de assentamentos. Nem mesmo o primeiro-ministro, Yitzhak Rabin, assassinado em 1994 e um opositor assumido dos assentamentos, conseguiu retirar os assentamentos dos territórios ocupados.

Atualmente, 500 mil colonos judeus vivem na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental. Muitos deles deixaram a Europa Oriental e a Ásia Central, indo para Israel após o colapso da União Soviética. Israel acolheu por volta de meio milhão de judeus russos. Além disso, 14 mil judeus etíopes foram levados para Israel numa operação espetacular, em 1991.

Relações com a Alemanha

Desde 1965, a República Federal da Alemanha mantém relações diplomáticas com Israel. No ano de 1952, por meio do Tratado de Luxemburgo, a Alemanha se comprometeu a pagar quase 3,5 bilhões de marcos como forma de "compensação" pela privação e assassinato dos judeus europeus pela Alemanha nazista. "Nós temos de reparar, tanto quanto for possível, o mal provocado pelos nazistas aos judeus", declarou o então chanceler federal alemão, Konrad Adenauer.

A 14 de março de 1960, Adenauer encontrou-se no Hotel Waldorf Astoria, em Nova York, com o primeiro-ministro Ben Gurion, para uma conversa privada. Após o encontro, Ben Gurion declarou à imprensa: "Eu fiquei contente de encontrar o chanceler Adenauer. Eu disse no Knesset que a Alemanha de hoje não é a Alemanha de ontem. Após meu encontro com Adenauer, estou seguro de que essa constatação estava certa."

As fotos dos dois patriarcas Ben Gurion, com um largo sorriso e indomáveis cabelos brancos, e Adenauer, com olhos astuciosos e cabelos grisalhos penteados para trás rodaram o mundo. Um ano mais tarde, em maio de 1961, os dois chefes de governo se encontraram novamente, mas desta vez na humilde residência de Ben Gurion no kibutz Sde Boker, no deserto do Negev.

Segurança de Israel

Atualmente, as relações entre Berlim e Jerusalém são estreitas e de confiança. A Alemanha é considerada um dos aliados mais fiéis de Israel, apoiando o país política e diplomaticamente, também com o fornecimento de armas.

Em fevereiro de 2000, Johannes Rau foi o primeiro presidente alemão a falar no Parlamento israelense. "A decisão de me convidar enche-me de gratidão", disse Rau, que durante muitos anos também manteve uma relação pessoal com Israel. "Eu a sinto como um sinal da vontade de nunca esquecer o passado e como um sinal da coragem de, apesar disso, superar a paralisia do medo da história."

Em março de 2008, a chanceler federal Angela Merkel fez um discurso bastante elogiado no Knesset. Como todos os chefes de governo alemães anteriores, também ela se disse particularmente comprometida com a responsabilidade histórica da Alemanha perante Israel: "Esta responsabilidade histórica da Alemanha é parte da razão de Estado de meu país. Ou seja, para mim, como chanceler federal alemã, a segurança de Israel não é negociável."
Autor: Bettina Marx (ca)Edição: Alexandre Schossler









Facebook
ESPAÇO DO LEITOR




Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
COMENTÁRIOS
500Enviar através:
O POVO
ANÔNIMO
TWITTER
FACEBOOKAs informações são de responsabilidade do autor:
Política de Comentários O POVO
Fale com a gente
Ajuda / Tutorial


anterior

próxima



Mapa-Múndi

Ser ou não ser Charlie, eis a questão



Thomas Friedman

A ousadia de correr o risco



Paul Krugman

O declínio dos e-impérios



Continentes

Do risco das mãos abaixo



Portugal sem passaporte


Blog Data Brasil


MAIS NOTÍCIAS


PAPA
Vaticano reconhece Estado palestino










EM BREVE
OFERTAS INCRÍVEIS PARA VOCÊ



AGUARDE

JORNAL DE HOJE

VEJA O JORNAL DE HOJE E OS CADERNOS



Dom. Um caderno plural e completo

DOM.
ESPORTES
BUCHICHO
POPULARES
EMPREGOS & CARREIRASAnteriorPróximaAssine Já


São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativaESCOLHA O WIDGET DO SEU INTERESSE



MAIS COMENTADAS

anterior

próxima

01:30 ESPORTES
Leão é eliminado nos pênaltis
01:30 COTIDIANO
Camilo Santana cria comitê na tentativa de solucionar crise na Saúde
01:30 ECONOMIA
Produção supera 800 mil barris/dia
08:55 POLÍTICA
Cunha foi 'destinatário' de propina, diz Youssef
01:30 FÁBIO CAMPOS
Há algo de podre no sistema
01:30 POLÍTICA
O diagnóstico da crise e o papel das entidades
15:53 BRASIL
MEC anuncia provas do Enem 2015 para 24 e 25
de outubro

01:30 MUNDO
Mundo islâmico é tema de debate
14:03 BRASIL
Brasil enfrenta "tecnicamente" epidemia de dengue, diz Chioro
01:30 ALAN NETO
Pênalti elimina Fortaleza da Copa do Brasil
01:30 POLÍTICA
Para parlamentares, texto é a reforma possível
14:30 POLÍTICA
PT lança estratégia para evitar convocação de Janot e Lula na CPI
08:31 BRASIL
Fernandinho Beira-Mar é julgado no Rio e pega mais 120 anos de prisão
01:30 COTIDIANO
Secretário garante mil novos leitos, mas não define prazo
01:30 COTIDIANO
Católicos manifestam gratidão e fé no dia de Fátima
09:40 POLÍTICA
Câmara aprova outra MP do ajuste, mas derrota governo no fator previdenciário
00:39 CURIOSIDADES
Estudo revela que pessoas param de ouvir novas músicas aos 33 anos
01:30 OPINIÃO
Saúde combalida, hora do pacto
01:30 COTIDIANO
Falta de coordenação agravou situação das unidades, diz Defensoria
01:30 ESPORTES
Ricardinho tá calado, mas fica
13:41 POLÍTICA
Deputados estaduais farão visita à obra do Cinturão das Águas
01:30 VERTICAL
Construções sem preconceito
18:54 FORTALEZA
Capitão Wagner critica Polícia Federal por ação que baleou PM: 'cometeu um grande equívoco'
20:35 FORTALEZA
Governo quer mais dinheiro da União; ministro nega atraso de repasses
01:30 ESPORTES
Para o Icasa, o que resta é trabalhar
01:30 ESPORTES
Fortaleza em busca da redenção na Série C
01:30 POLÍTICA
O futuro da gestão na Saúde
20:20 FORTALEZA
Policial militar é baleado por federais dentro de universidade
01:30 COTIDIANO
Metade dos atendimentos no IJF é de pacientes do Interior
01:30 OPINIÃO
Nos passos de Luzianne
09:50 POLÍTICA
Homenageado em Nova York, FHC fala em risco de Brasil perder o que conquistou
01:30 POLÍTICA
Relator pede exclusão de Camilo Santana de processos
01:30 COTIDIANO
Dúvidas marcam o primeiro dia de mudanças no trânsito do Montese
18:34 DIVIRTA-SE
Wanessa Camargo recebe críticas após transformação e vira meme
12:00 ECONOMIA
Produção no pré-sal ultrapassa 800 mil barris por dia
01:30 COTIDIANO
Apreendido adolescente suspeito de homicídios e de roubo a juiz
12:10 ECONOMIA
Ministro diz que 1.674 foram resgatados do trabalho escravo em 2014
18:57 FORTALEZA
Camilo Santana anuncia comitê para combater crise na saúde
01:30 COTIDIANO
Roberto Cláudio vai a IJF e diz que atendimento no chão foi "desumano"
01:30 COTIDIANO
Projeto aprovado mantém proteção no Parreão
01:30 POLÍTICA
PT decide pedir mandato de Marta na Justiça
12:20 POLÍTICA
Senadora pede desculpas por ter chamado colega de autista
12:30 POLÍTICA
Críticas de FHC à política econômica de Dilma são 'naturais', diz Temer
13:30 POLÍTICA
Senadora pede desculpas por usar termo 'autista' para criticar Caiado
18:07 CURIOSIDADES
Campanha registra cotidiano de cachorro de rua
19:51 FORTALEZA
Operários da construção civil promovem quebra-quebra em obra durante protesto; veja vídeo
01:30 POLÍTICA
Camilo quer nome técnico na Sesa
15:15 DIVIRTA-SE
Famosos prestigiam casamento de Preta Gil
14:52 DW
Iraque afirma que número 2 do "Estado Islâmico" morreu em ataque aéreo
09:33 FORTALEZA
Trabalhadores da construção civil protestam no Papicu
01:30 COTIDIANO
AMC registra queda do número de acidentes em cruzamento no Itaperi
01:30 POLÍTICA
Indicado por Dilma promete independência
01:30 COTIDIANO
Baixe o pôster de Nossa Senhora de Fátima
01:30 ESPORTES
Fortaleza só precisa segurar a vantagem diante do Coritiba
01:30 BRASIL
MEC afirma que 178 mil estudantes ficaram de fora do Fies
01:30 VERTICAL
Seguro ou esmola?
01:30 COTIDIANO
Tiroteio e morte em saidinha bancária em Maracanaú

24H|48HÚLTIMAS


1FORTALEZA
Mãe de PM baleado teme por sequelas e diz que o filho foi prejudicado duplamente


2FORTALEZA
Morre Jarbas Bezerra, ex-deputado estadual do Ceará


3AMÉRICA DO SUL
Morre adolescente do Chile que pediu eutanásia a Bachelet


4SAÚDE
Confirmados 16 casos de contaminação por novo vírus no Brasil


5ECONOMIA
Sete Brasil apresenta plano de reestruturação a credores na 6ª

MAIS LIDAS
DIVIRTA-SE
Bebê 'com sobrancelha feita' causa espanto na internet
DIVIRTA-SE
Segundo site Scarlett Johansson é dona do corpo mais próximo a perfeição
FORTALEZA
PMs iriam receber mais de R$ 6 mil para liberação de traficantes, segundo PF
COTIDIANO
Camilo Santana cria comitê na tentativa de solucionar crise na Saúde

ESCOLHIDAS PELO EDITOR

O POVO Noivas: novas tecnologias para noivos planejarem o grande dia

Camilo Santana cria comitê na tentativa de solucionar crise na Saúde

Aprovada 2ª parte do ajuste fiscal: 277 a 178

IRPF 2015: veja como enfrentar a malha fina

CE é o 3º estado em mortes por armas de fogo

Copa do Brasil: Fortaleza é eliminado nos pênaltis
anteriorpróxima






















Últimas Notícias

Jornal de Hoje

Assine

O POVO Digital

Fortaleza

Ceará

Fortaleza Ao Vivo

Acervo

Esportes

Futebol

Motores

+ Esportes

Videos

Economia

Empregos e Carreiras

Divirta-se

Cinema

Agenda Cultural

TV e Novelas

Horóscopo

Moda e Beleza

Política

+ Notícias

Brasil

Mundo

Saúde

Tecnologia

Blogs

Colunas

Populares

Serviços

Mobile

iPad

iPhone

Android Tablet

Android Mobile

TV O POVO

Rádios

Jornal do Leitor

O POVO na Educação

Visite O POVO

Nossa Marca

Trabalhe Conosco

Mapa do Site

Novos Talentos

Clube O POVO

Redes Sociais

Você faz O POVO

Como colaborar

Shopping O POVO

Fotos

Infográficos

Vídeos

Widgets

Promoções

Espaço O POVO

Especiais

Enem 2014

Está com uma dúvida? Fale com a Editoria


Nome:

Email:

Telefone:


Mensagem



* * ***** * ****** ******* *******
* * * * * * * * *
* * * * * * * *
******* ***** * ****** **** ****
* * * * * * * *
* * * * * * * * * *
* * ***** ***** * * ******* *******

Clique para mudar

Enviar
OMBUDSMAN
CARTA DE PRINCÍPIOS
CÓDIGO DE ÉTICA

Contato

Fale com a Editoria

O POVO Chat

Anuncie

Seja parceiro

Call Center O POVO: 85 3254 1010

Copyright © 1997-2015