segunda-feira, 1 de junho de 2015

DEDICADO AOS DONOS DA VERDADE! : DA POBREZA AO PODER, POR JAMES ALLEN




DA POBREZA AO PODER - JAMES ALLEN - יהוה YEHOWAH TSEVA'OT - יהוה IEHOUAH DOS EXÉRCITOS - O Caminho da Prosperidade e da Paz - Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah The Liger.
Título mais apropriado:
DA POBREZA PARA O PODER -
A REALIZAÇÃO DA PROSPERIDADE E PAZ

A Verdade é tão simples, tão absolutamente reta e independente que não admite complexidade, voltas, nem qualificação. O "eu" é cheio de desvios e tortuosidades e, sendo governado pelo sutil e serpentino desejo, admite um sem-número de voltas e qualificações, e os seus iludidos adoradores imaginam em vão que podem satisfazer todo desejo mundano e, ao mesmo tempo, possuir a Verdade. Mas os amantes da Verdade adoram esta, sacrificando o seu próprio "eu", e guardam-se continuamente contra os desejos do mundo e contra o amor-próprio.

Você quer encontrar, conhecer e realizar a Verdade? Então você deve estar pronto a se sacrificar, a renunciar a tudo porque a Verdade, em toda sua glória, somente pode ser percebida e conhecida quando tenha desaparecido o último vestígio do "eu".

O eterno Cristo declara que quem quer ser seu discípulo, há  de "negar-se a si mesmo diariamente". Você está pronto a negar-se, a renunciar aos seua prazeres, preconceitos e opiniões? Se você está disposto a isso, pode entrar no caminho estreito da Verdade e achar aquela paz que o mundo não conhece. A negação absoluta, a plena extinção do "eu" inferior é o estado da Verdade, e todas as religiões e filosofias são apenas meios diferentes de alcançar este fim.

O "eu" (por esta expressão, compreendemos o "eu" inferior, o egoísmo em todos os swua graus)* é a negação da Verdade. A Verdade é a negação desse "eu". Se deixar morrer o seu "eu", você renascerá na Verdade. Se, porém, você está apegado ao seu "eu", a Verdade lhe ficará oculta.

Enquanto não quiser se apartar do seu "eu" inferior, o caminho estará cheio de dificuldades, e muitos sofrimentos, dores e aflições o aguardarão. Na Verdade, porém, não há dificuldades, e quando chegar à Verdade, você ficará livre de toda aflição e de todo sofrimento.

A Verdade, em si mesma, não é oculta, nem obscura. É sempre revelada perfeitamente transparente. O cego, egoísta, porém, não pode percebê-la. A luz do dia não está oculta senão aos cegos, e a Luz da Verdade não está oculta senão aos que o "eu" conserva a cegueira.

A Verdade é a única Realidade no universo, a Harmonia interna, a Justiça perfeita, o Amor eterno. Nada lhe pode ser acrescentado e nada lhe pode ser tirado. Ela não depende de ninguém, mas todos dependem dela. Você não pode perceber a beleza da Verdade enquanto olha com a vista do "eu". Se você é vaidoso, você vai colorir tudo com sua própria vaidade. Se é luxurioso, o seu coração e a sua mente serão nublados com a fumaça e o fogo d a paixão, de modo que, através deles, tudo lhe aparecerá desfigurado. Se é orgulhoso e teimoso, você não verá nada, no universo inteiro, a não ser a sua grandeza e a importância das suas próprias opiniões.

(Nota da página 109)
* O "Eu" Superior ou Divino é a Verdade mesma. (N.T.)