sábado, 11 de julho de 2015

A DOUTRINA DOS APÓSTOLOS - CAPÍTULO I: 1 Existem dois caminhos no mundo: o da vida e o da morte; o da luz e o das trevas. Neles foram estabelecidos dois anjos: o da justiça e o da iniqüidade. Porém, grande é a diferença entre esses dois caminhos. 2 Este é o caminho da vida: em primeiro lugar, deves amar a Iehouah o Elohim eterno que te criou; em segundo lugar, [deves amar] o teu próximo como a ti mesmo; assim, tudo o que não quiserdes que seja feito contigo, não o farás a outro. 3 A explicação destas palavras é a que segue. CAPÍTULO II: 1... 2 Não cometerás adultério; não matarás; não prestarás falso testemunho; não violarás a criança; não fornicarás; não praticarás a magia; não fabricarás poções; não matarás a criança mediante aborto, nem matarás o recém-nascido; não cobiçarás nada do teu próximo. 3 Não proferirás perjúrios; não falarás mal, nem recordarás das más-ações. 4 Não darás mal conselho, nem teu linguajar terá duplo sentido, pois a língua é uma armadilha para a morte. 5 Tua palavra não será vã, nem enganosa. 6 Não serás ambicioso, nem avarento, nem voraz, nem adulador, nem parcial, nem de maus costumes; não admitirás que se crie uma armadilha para o teu próximo. 7 Não odiarás a qualquer homem, mas o amareis mais que a tua própria vida. CAPÍTULO III: 1 Filho: afasta-te do homem mal e do homem falso. 2 Não sejas irado porque a ira conduz ao homicídio, nem desejes a maldade e a paixão pois disto tudo nasce a ira. 3... 4 Não sejas astrólogo, nem purificador, pois estas coisas conduzem à vã superstição; nem sequer desejes ver ou ouvir estas coisas. 5 Não sejas mentiroso porque a mentira conduz ao roubo; nem amante do dinheiro, nem da vadiagem, pois de tudo isto nascem os roubos. 6 Não sejas murmurador porque isto conduz à difamação; não sejas temerário, nem penses mal, pois de tudo isto nascem as difamações. 7 Ao contrário, sê manso, porque os mansos possuirão a terra santa. 8 Sê também paciente em teu trabalho; sê bom e temeroso de todas as palavras que escutas. 9 Não te enaltecerás nem te gloriarás perante os homens, nem infundirás a soberba na tua alma; não te unirás em espírito com os orgulhosos, mas te juntarás aos justos e humildes. 10 Receberás como bem as coisas adversas que te ocorrerem, sabendo que nada ocorre sem Iehouah Elohim. CAPÍTULO IV: 1 Daquele que te ensina a palavra de Iehouah teu Elohim, te recordarás dia e noite. O respeitarás como a Iehouah, pois onde se apresentam as coisas relativas a Iehouah, ali está Iehouah. 2 Assim pois, busca o rosto dos santos, para que te entretenhas nas suas palavras. 3 Não causes divisões, mas põe paz entre os que se desentendem; julga retamente sabendo que também tu serás julgado; não derrubarás ninguém em desgraça. 4 Não terás dúvidas se será ou não verdadeiro. 5 Não sejas como aqueles que estendem a mão para receber e encolhem para dar. 6 Sim, graças às tuas mãos, tens a redenção dos pecados; não terás dúvidas ao dar, sabendo quem será o remunerador dessa recompensa. 7 Não te desviarás do necessitado, mas compartilharás todas as coisas com teus irmãos e não dirás que sãos tuas. Se somos co-participes no imortal, quanto mais devemos iniciá-lo já, a partir daqui? Eis que Iehouah quer dar a todos os Seus dons. 9 Não afastarás as tuas mãos dos teus filhos, mas desde a juventude lhes ensinarás o temor a Iehouah. 10 A teu servo ou a tua serva, que esperam no mesmo Elohim Iehouah, não os obrigarás, com ira, que venham a temer Iehouah e a ti, pois Ele não veio para discriminar pessoas, mas para aqueles em quem encontrou um espírito humilde. 11 Vós, servos, permanecei submissos aos vossos senhores como a Iehouah Elohim, com pudor e temor. 12 Odiarás toda hipocrisia e não farás o que não agrada a Iehouah. 13 Assim, pois, guarda, filho, o que tens ouvido e não lhe acrescentes coisas contrárias, nem as reduza. 14 Não te cerques da oração cm maus propósitos. Este é o caminho da vida. CAPÍTULO V: 1 Por outro lado, o caminho da morte é contrário àquele. Para começar, é mau e cheio de maldições: adultérios, homicídios, falsos testemunhos, fornicações, maus desejos, atos mágicos, poções malditas, roubos, vãs superstições, furtos, hipocrisias, repugnâncias, malícia, petulância, cobiça, linguajar imoral, inveja, ousadia, soberba, orgulho, vaidade. 2 Os que não temem a Iehouah, os que perseguem os justos, os que odeiam a verdade, os que amam a mentira, os que não conhecem a recompensa da verdade, os que não se aplicam ao bem, os que não têm um reto juízo, os que não cuidam pelo bem mas pelo mal 3 dos quais se esgota a paciência e cerca a soberba - os que perseguem aos remuneradores, os que não se compadecem do pobre, os que não se afligem com o aflito, os que não conhecem a seu Criador, os que assassinam os seus filhos, os que cometem o aborto, os que se afastam das boas obras, os que oprimem o trabalhador, os que se esquivam do conselho dos justos: Filho, afasta-te de todos estes! CAPÍTULO VI: 1 E vigia para que ninguém te afaste desta doutrina; do contrário, serás considerado sem disciplina. 2... 3... 4 Se a cada, com cuidado, fizeres estas coisas, estarás próximo de Iehouah o Elohim vivo; se não o fizeres, estarás longe da verdade. 5 Põe todas estas coisas em teu espírito e não perderás a tua esperança; ao invés, por estes santos combates, chegarás à coroa. 6 Por Ieshu''a Hamashiach o Senhor que reina, e é Senhor com Iehouah Elohim o Pai, e o Espírito Santo, por todos os séculos dos séculos. Amém.




  1. יהוה IEHOUAH YEHOWAH יהוה

    iehouah.blogspot.com › ...
    Para mobile - 6 dias atrás - יהוה IEHOUAHYEHOWAH יהוה ... Senhor יהוה IehouahElohim Através da Inteligência;Honra; Unidade; ...
  2. יהוה iehouah yehowah יהוה

    iehouah.blogspot.com › 2014/10 › iehou...
    Para mobile - 11 de out de 2014 -16/09/2014 - Cesar Augusto Cabral ArevaloIehouah 45 s atrás - IehouahYehowah. Postado por .
  3. Novidades :: www.iehouah.com

    m.iehouah.com › novidades
    Para mobile - Iehouah Elohim Adonai Tseva'ot - Yehowah Deus Soberano Dos Exércitos. 20/ 02/2015 19:32. יהוהIEHOUAH ...
    • Resultado de imagem para Iehouah
    • Resultado de imagem para Iehouah
    Mais imagens para Iehouah


  4. Iehouah יהוה | Facebook

    https://m.facebook.com › iehouahelohim
    Para mobile - Iehouah יהוה . 5 curtidas.Iehouah Elohim Adonai - Yehowah Elohim Adonai - Iehouah Inteligência Soberana -Iehouah ...
  5. יהוה (Iehouah) Associação Hebraísta... - Benaiah Cabral Ben ...

    https://www.facebook.com › posts
    Para mobile - יהוה (Iehouah) Associação Hebraísta Iehouah יהוה Associação Hebraísta Iehouah יהוה, Associação Hebraísta Iehouah, ...
  6. http://iehouah.blogspot.com.br/... - Benaiah Cabral Ben ... - Facebook

    https://www.facebook.com › posts
    Para mobile -http://iehouah.blogspot.com.br/ BEFIC(Q)UDEICH(RR)A ASICH(RR)AH EM TEUS PRECEITOS EU MEDITO VE'ABITAH ...
  7. IEHOUAH, IEHOVAH IN THE BIBLE

    www.kingjamesbibleonline.org › search
    'IEHOUAH, IEHOVAH' in the Bible ... 7 Instances - Page 1 of 1 - Sort by Relevance Expand or Limit Your Search Results ...
  8. יהוה IEHOUAH YEHOWAH יהוה

    www.iehouah.blogspot.com.br › ...
    Para mobile - Judaísmo Hebraísta Representa O Soberano Senhor יהוהIehouah Elohim ... Sou Serei IEHOUAHELOHIM ADONAI.
    Feira de Santana - BA - Do seu endereço IP
       Saiba mais   
    judaismohebraista@gmail.com  -  Mudar de conta

    Didaquê


    Última página do Didaquê.
    Didaquê (português brasileiro) ou Didaqué(português europeu) (Διδαχń, "ensino", "doutrina", "instrução" em grego clássico), Instrução dos Doze Apóstolos(do grego Didache kyriou dia ton dodeka apostolon ethesin) ou Doutrina dos Doze Apóstolos é um escrito do século I que trata do catecismo cristão. É constituído de dezesseis capítulos, e apesar de ser uma obra pequena, é de grande valor histórico e teológico. O título lembra a referência de «E perseveravam na doutrina dos apóstolos ...» (Atos 2:42).

    Data e autenticidadeEditar

    Estudiosos estimam que são escritos anteriores a destruição do templo deJerusalém, entre os anos 60 e 70 d.C. Outros estimam que foi escrito entre os anos 70 e 90 d.C., contudo são coesos quanto a origem sendo na Palestina ouSíria. Segundo Willy Rordorf, a Didaquê é uma "compilação anônima de diversas fontes derivadas da tradição viva, de comunidades eclesiais bem definidas", portanto a questão da datação equivale à questão das datas das tradições ali registradas, que indubitavelmente remontariam ao século I d. C., derrubando as teses de datação tardia (séc. II)[1] .
    Quanto à sua autenticidade, é de senso comum que o mesmo não tenha sido escrito pelos doze apóstolos, ainda que o título do escrito lhes faça menção. Contudo, estudiosos acreditam na compilação de fontes orais tendo recebido os ensinamentos que resultaram na elaboração do texto. Também é senso comum que tenha sido escrito por mais de uma pessoa.
    O texto foi mencionado por escritores antigos, inclusive por Eusébio de Cesareia que viveu no século III, em seu livro "História Eclesiástica"[2] , mas a descoberta desse manuscrito, na íntegra, em grego, num códice do século XI ( ano 1056 ) ocorreu somente em 1873 num mosteiro emConstantinopla, o chamado Codex Hierosolymitanus.
    É considerado apócrifo por Eusébio,Atanásio (c. 367) e Rufino (c. 380).

    ConteúdoEditar

    Nos escritos da Didaquê, além da catequese e liturgia cristã, o evangelho de Jesus é recomendado. A Didaquê também cita a oração do “Pai Nosso” como sendo “ensinada pelo Senhor” e finda com a afirmação em consonância com o livro Apocalipse, do Novo Testamento, de que Jesus voltará:
    ... conforme foi dito: "O Senhor virá e todos os santos estarão com ele". Então o mundo assistirá o Senhor chegando sobre as nuvens do céu."
    — Vários, Didaquê[3] .
    Nos escritos da Didaquê também são reforçados o batismo no nome do Pai,Filho e Espírito Santo[4] , sendo argumento para os que aceitam odogma da Trindade, contrapondo-se a defesa dos não trinitários de que não existiam escritos cristãos do primeiro século que defendessem o batismo no nome de Jesus.
    A respeito de Jesus, ainda sobre o batismo, diz:
    Que ninguém coma nem beba da Eucaristia sem antes ter sido batizado em nome do Senhor, pois sobre isso o Senhor [Jesus] disse: "Não dêem as coisas santas aos cães"
    — Vários, Didaquê[5] .
    Tais escritos também sustentam argumentos de que existiam escritos do primeiro século apoiando a defesa da tese teológica de que Jesus é Deus.
    Sobre questões polêmicas como obatismo, adverte para o batismo em imersão; sendo admitido por aspersão na inexistência de água corrente. A Didaquê também acentua a disposição ao jejum por parte do candidato ao batismo e daquele que o vai batizar por cerca de três dias antes do batismo.
    Nos escritos da Didaquê há uma similaridade quando se referencia ora ao Pai como o Senhor[6] , ora a Jesus como o Senhor[7] , o que é aceito por alguns como a interposição entre as duas pessoas. Também fazendo a distinção de pessoa chamando Jesus de servo do Pai[8] .
    A Didaquê faz registro da celebração da eucaristia:
    Reuni-vos no dia do Senhor, para romperdes o pão e dardes graças...
    — Vários, Didaquê[9] .
    A Didaquê cita diretamente ou faz menção indireta a diversos livros do novo testamento: Mateus, Lucas, I Epístola aos Coríntios, Hebreus, I Epístola de Pedro, Atos dos Apóstolos, Romanos, Efésios, Carta aos Tessalonicenses e Apocalipse.

    Referências

    1.  RORDORF, W. "Didaché". In: DI BERARDINO, A.. Dicionário patrístico e de antiguidades cristãs. Tradução de Cristina Andrade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. pp. 404, 405.
    2.  Eusébio de Cesaréia. História Eclesiástica (em inglês). [S.l.: s.n.].
    3.  Wikisource-logo.svg "Didache, capítulo 16, verso 16, em inglês.
    4.  Wikisource-logo.svg "Didache, capítulo 7, versos 1-3, em inglês.
    5.  Wikisource-logo.svg "Didache, capítulo 9, verso 12, em inglês.
    6.  Wikisource-logo.svg "Didache, capítulo 10, em inglês.
    7.  Wikisource-logo.svg "Didache, capítulo 16, em inglês.
    8.  Wikisource-logo.svg "Didache, capítulo 9, em inglês.
    9.  Wikisource-logo.svg "Didache, capítulo 14, verso 1, em inglês.

    Ver tambémEditar

    Ligações externas

    Ler noutro idioma