quinta-feira, 30 de julho de 2015

"É um caso muito grave e levaremos perante a justiça os responsáveis por este ato. No Estado de Israel, a liberdade de escolha do indivíduo é um dos valores básicos. Devemos garantir que em Israel todo homem e toda mulher vivam com segurança quaisquer que sejam suas escolhas", disse o líder no comunicado.



Homem esfaqueia participantes de parada gay em Jerusalém
Suspeito ultraortodoxo já havia feito ataque similar em 2005. Ele saiu da cadeia recentemente, após ficar 10 anos preso.
30/07/2015 13h25 - Atualizado em 30/07/2015 22h03
Do G1, em São Paulo
Um homem israelense esfaqueou participantes em uma parada gay anual emJerusalém nesta quinta-feira (30), disse a polícia. Pelo menos seis pessoas ficaram feridas, segundo balanço das autoridades divulgado pela France Presse.
A polícia confirmou que o suspeito de cometer a agressão, que foi detido, é o judeu ultraortodoxo Yishai Schlissel, condenado por esfaquear três pessoas numa parada gay em 2005. Ele saiu da prisão recentemente, após cumprir 10 anos de prisão.
O ataque foi condenado pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em um comunicado oficial.
Um judeu ultraortodoxo ataca pessoas com uma faca na Parada Gay de Jerusalém nesta quinta-feira (30) (Foto: Sebastian Scheiner/AP)Um judeu ultraortodoxo ataca pessoas com uma faca na Parada Gay de Jerusalém nesta quinta-feira (30) (Foto: Sebastian Scheiner/AP)
"É um caso muito grave e levaremos perante a justiça os responsáveis por este ato. No Estado de Israel, a liberdade de escolha do indivíduo é um dos valores básicos. Devemos garantir que em Israel todo homem e toda mulher vivam com segurança quaisquer que sejam suas escolhas", disse o líder no comunicado.
Paramédicos atendem pessoa atacada com faca durante a Parada Gay de Jerusalém nesta quinta-feira (30) (Foto: Sebastian Scheiner/AP)Paramédicos atendem pessoa atacada com faca durante a Parada Gay de Jerusalém nesta quinta-feira (30) (Foto: Sebastian Scheiner/AP)
O Magen David Adom, o equivalente à Cruz Vermelha, indicou que um dos feridos está em estado crítico, enquanto os três outros foram feridos sem gravidade.
A marcha tem sido um foco de tensão entre a maioria predominantemente secular de Israel e a minoria judaica ultraortodoxa, que se opõe a demonstrações públicas de homossexualidade.
Policiais tentam conter um judeu ultraortodoxo que atacava pessoas com uma faca na Parada Gay de Jerusalém nesta quinta-feira (30) (Foto: Sebastian Scheiner/AP)Policiais tentam conter um judeu ultraortodoxo que atacava pessoas com uma faca na Parada Gay de Jerusalém nesta quinta-feira (30) (Foto: Sebastian Scheiner/AP)
Pessoas desarmam o judeu ultraortodoxo que atacou participantes da parada gay com uma faca em Jerusalém, Israel. Seis pessoas ficaram feridas no ataque (Foto: Amir Cohen/Reuters)Pessoas desarmam o judeu ultraortodoxo que atacou participantes da parada gay com uma faca em Jerusalém, Israel. Seis pessoas ficaram feridas no ataque (Foto: Amir Cohen/Reuters)
Fotógrafo flagrou o momento em que o homem sacou a faca de dentro do paletó antes de atacar participantes da parada gay (Foto: Sebastian Scheiner/AP)Fotógrafo flagrou o momento em que o homem sacou a faca de dentro do paletó logo antes de atacar participantes da parada gay (Foto: Sebastian Scheiner/AP)

Mundo
versão clássica
Globo © 2001-2014
princípios editoriais