sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Guardião e Sionismo - Nota 10; BDS e antissemitas - Nota 0: A história é construída por ações interativas, jamais por causas fundamentalistas mascaradas por inúteis ideais ou ideias.


Geral

Bauru recebe ‘visita’ de blindado de R$ 5 mi fabricado em Israel

Considerado como o mais moderno da segurança pública, Guardião estará na cidade

Bauru, através do 4.º Batalhão de Polícia Militar do Interior (4.º BPM-I), irá receber, para exposição e treinamento, um dos veículos blindados adquirido para as tropas dos batalhões de choque da Capital: o Guardião.

Nesta sexta-feira (14), a Força Tática fará um treinamento neste veículo, considerado o que há de mais moderno à disposição da segurança pública no combate à criminalidade e defesa civil aliado ao controle de manifestações e distúrbios civis.

O Guardião ficará exposto a todos que estiverem retirando os kits da corrida do Batalhão na tarde deste sábado, das 13h às 18h.

Os blindados foram criados por policiais do Choque, fabricados em Israel e trazidos ao Brasil pela empresa Plasan, que treinou os policiais do Choque durante 10 dias. Cada viatura custou aproximadamente R$ 5 milhões. Três blindados vão para o 2.º Batalhão de Choque e os outros três para o 3.º. As viaturas serão usadas em operações de manutenção da ordem pública e também em ações de defesa civil, como catástrofes naturais e incêndios.

As viaturas podem transportar cerca de 24 policiais militares e são equipadas para ultrapassarem obstáculos como valas e fossos. Os veículos têm equipamento de GPS, com mapas, rotas e referências, e contam com sistema de transmissão de imagens captadas por câmeras de visão noturna. Também podem circular em condições de baixa luminosidade.

Além disso, os blindados têm capacidade para desobstruir vias através de seus mecanismos e contam com sistemas contra incêndio e exaustão. Rodas, pneus, motor e o compartimento da tripulação têm sistema de proteção.

A blindagem é de nível 4 e é capaz de segurar tiros de fuzil. Tem 1,8 metro de altura e os pneus, mesmo furados, podem rodar até 160 quilômetros.

O veículo possui um sistema interno de quatro câmeras e, em caso de conflito, é possível atirar de dentro. A “visita” faz parte das festividades do aniversário de Bauru e dos 114 anos do 4.º BPM-I.
 
voltar ao topo