quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Ninguém duvida da força do Tsahal, Bibi. Mas o que se faz dela? Excetuando bons aliados como a Índia, quantas nações asiáticas, principalmente árabes, estão em condição de não ser ameaça para Israel? Turquia pesa como? E as molecagens da Rússia a favor de islamitas s.s (sacanas saqueadores)? Converse corretamente com chineses e mantenha a vitalidade indiana, ponha termos na Turquia de Erdogan e faça o Irã dos Aiatolás responder por seus crimes contra povos, liberte os palestinos do comando terrorista e Israel da pretensão islâmica, e se lembre dos bons americanos, africanos, europeus e ucranianos... Chega de ir pra fornos e valas, assuma sua plena posição; seja Israel e seja Iehouah



UltimoInstante Noticias





Back

Back

Back

Back

Back

Back

Netanyahu adverte em visita à fronteira que Israel responderá a ataques

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visitou nesta terça-feira a fronteira norte de seu país, com o Líbano, e advertiu o Irã e seus aliados regionais que Israel responderá se for atacado.
18/08/2015 - 12:35 h




Jerusalém, 18 jul (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visitou nesta terça-feira a fronteira norte de seu país, com o Líbano, e advertiu o Irã e seus aliados regionais que Israel responderá se for atacado.
“O exército israelense é forte. O Estado de Israel é forte. Estamos preparados para qualquer eventualidade. Aqueles que tentarem nos atacar serão atacados”, disse o chefe do Executivo israelense durante a visita, em que estava acompanhado pelo ministro da Defesa, Moshe Yaalon, e pelo chefe do Estado-Maior, Gadi Eizenkot.
O primeiro-ministro percorreu a fronteira com o sul libanês e foi atualizado da situação pelo responsável do Comando Norte do exército israelense, general Aviv Kochavi.
Durante sua visita, Netanyahu aproveitou mais uma vez para expressar sua rejeição ao acordo nuclear alcançado recentemente pelo G5+1 com o Irã e alertou que o dinheiro que fluirá para a República Islâmica “servirá para reforçar as organizações terroristas que operam contra nós, sob seu nome e seus auspícios, com o fim declarado de destruir Israel”.
Já o ministro da Defesa disse que na Colinas do Golã – ocupada por Israel desde 1967, tomadas da Síria – “não há calma e aqueles que não desejam a calma são os iranianos, que usam seus aliados para lançar ataques contra nós”.
Yaalon disse que “representantes da Guarda Revolucionária estão à espera de implementar esse acordo para enviar mais dinheiro (a milícia xiita libanesa) Hezbollah e a outras organizações terroristas, tanto nas Colinas de Golã como no terreno palestino”.
O líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, se reuniu na semana passada em Beirute com o ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif.
Ele disse durante sua visita à capital libanesa que “o acordo nuclear criou uma oportunidade histórica para combater as ameaças sionistas e seu regime extremista”. EFE
db/cd





A Agência EFE é a quarta maior agência de notícias do mundo, primeira em idioma espanhol e principal provedor de serviços informativos para os meios de comunicação (imprensa escrita, rádio, televisão e internet) nos países de língua espanhola.

Assuntos desta notícia


Concorda com essa notícia? Dê sua opinião. Participe!




Leia também














Destaques


UltimoInstante Institucional


Para licenciar nosso conteúdo, CLIQUE AQUI

Aviso Legal 

O UltimoInstante preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

Direto do Twitter

Câmara aprova equiparação da remuneração do FGTS à da caderneta de poupança ow.ly/32U69E
Bellucci é eliminado por Berdych e Federer avança no Masters 1000 de Cincinnati ow.ly/32U69I
Grécia vende operações de 14 aeroportos a empresa alemã - A Grécia concordou em vender as operações de 14 aeroport...ow.ly/32U69F
Brasil vive crise de crédito, diz economista - É consenso que, em meio à recessão da economia, a restrição de créd... ow.ly/32U69H
MP abre inquérito para investigar contratos de fundação da USPow.ly/32U69G



© 2009 - 2015 UltimoInstante Mídia e Publicidade Ltda - Todos os direitos reservados.







UltimoInstante Noticias





Back

Back

Back

Back

Back

Back















Netanyahu adverte em visita à fronteira que Israel responderá a ataques

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visitou nesta terça-feira a fronteira norte de seu país, com o Líbano, e advertiu o Irã e seus aliados regionais que Israel responderá se for atacado.
18/08/2015 - 12:35 h




Jerusalém, 18 jul (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visitou nesta terça-feira a fronteira norte de seu país, com o Líbano, e advertiu o Irã e seus aliados regionais que Israel responderá se for atacado.
“O exército israelense é forte. O Estado de Israel é forte. Estamos preparados para qualquer eventualidade. Aqueles que tentarem nos atacar serão atacados”, disse o chefe do Executivo israelense durante a visita, em que estava acompanhado pelo ministro da Defesa, Moshe Yaalon, e pelo chefe do Estado-Maior, Gadi Eizenkot.
O primeiro-ministro percorreu a fronteira com o sul libanês e foi atualizado da situação pelo responsável do Comando Norte do exército israelense, general Aviv Kochavi.
Durante sua visita, Netanyahu aproveitou mais uma vez para expressar sua rejeição ao acordo nuclear alcançado recentemente pelo G5+1 com o Irã e alertou que o dinheiro que fluirá para a República Islâmica “servirá para reforçar as organizações terroristas que operam contra nós, sob seu nome e seus auspícios, com o fim declarado de destruir Israel”.
Já o ministro da Defesa disse que na Colinas do Golã – ocupada por Israel desde 1967, tomadas da Síria – “não há calma e aqueles que não desejam a calma são os iranianos, que usam seus aliados para lançar ataques contra nós”.
Yaalon disse que “representantes da Guarda Revolucionária estão à espera de implementar esse acordo para enviar mais dinheiro (a milícia xiita libanesa) Hezbollah e a outras organizações terroristas, tanto nas Colinas de Golã como no terreno palestino”.
O líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, se reuniu na semana passada em Beirute com o ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif.
Ele disse durante sua visita à capital libanesa que “o acordo nuclear criou uma oportunidade histórica para combater as ameaças sionistas e seu regime extremista”. EFE
db/cd





A Agência EFE é a quarta maior agência de notícias do mundo, primeira em idioma espanhol e principal provedor de serviços informativos para os meios de comunicação (imprensa escrita, rádio, televisão e internet) nos países de língua espanhola.

Assuntos desta notícia


Concorda com essa notícia? Dê sua opinião. Participe!




Leia também














Destaques


UltimoInstante Institucional


Para licenciar nosso conteúdo, CLIQUE AQUI

Aviso Legal 

O UltimoInstante preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

Direto do Twitter

Câmara aprova equiparação da remuneração do FGTS à da caderneta de poupança ow.ly/32U69E
Bellucci é eliminado por Berdych e Federer avança no Masters 1000 de Cincinnati ow.ly/32U69I
Grécia vende operações de 14 aeroportos a empresa alemã - A Grécia concordou em vender as operações de 14 aeroport...ow.ly/32U69F
Brasil vive crise de crédito, diz economista - É consenso que, em meio à recessão da economia, a restrição de créd... ow.ly/32U69H
MP abre inquérito para investigar contratos de fundação da USPow.ly/32U69G



© 2009 - 2015 UltimoInstante Mídia e Publicidade Ltda - Todos os direitos reservados.