domingo, 6 de setembro de 2015

IEHOUAH ELOHIM TE CENSURE HERZOG POR TENTAR DESESTRUTURAR O POVO E A NAÇÃO DE ISRAEL


Premiê de Israel rejeita pedido para que aceite refugiados sírios
Netanyahu disse que o país é 'muito pequeno' para recebê-los. Premiê disse que os hospitais do país tratam feridos da guerra civil.
06/09/2015 10h35 - Atualizado em 06/09/2015 10h35
Reuters
Da Reuters
O primeiro-ministro de IsraelBenjamin Netanyahu, rejeitou neste domingo (6) um pedido do líder da oposição israelense para que o país dê abrigo a refugiados sírios, dizendo que o país é muito pequeno para recebê-los.
Netanyahu declarou que Israel não é indiferente à tragédia dos refugiados sírios e disse que os hospitais do país tratam feridos da guerra civil. (Foto: AFP)Netanyahu declarou que Israel não é indiferente à tragédia dos refugiados sírios e disse que os hospitais do país tratam feridos da guerra civil. (Foto: AFP)
As imagens recentes de milhares de refugiados embarcando e desembarcando de trens na Europa em busca de um local para escapar do conflito no Oriente Médio sensibilizaram Israel, um Estado criado três anos depois do Holocausto nazista, em que seis milhões de judeus morreram.
Isaac Herzog, líder do principal partido de oposição, fez um apelo aos governantes israelenses para que "absorva refugiados dos combates da Síria", um vizinho que Israel considera inimigo.
Em declarações públicas numa reunião do gabinete, Netanyahu declarou que Israel não é "indiferente à tragédia" dos refugiados sírios e disse que os hospitais do país tratam feridos da guerra civil.
"No entanto, Israel é um Estado muito pequeno. Não tem alcance geográfico e nem demográfico", disse o premiê, de direita, sugerindo que aceitar refugiados árabes iria atingir o equilíbrio demográfico em um Estado predominantemente judeu, onde cerca de um quinto da população de 8,3 milhões é formada por cidadãos árabes.
Embora não tenha havido pedidos internacionais para que Israel abra as suas fronteiras para sírios, Herzog disse que o premiê tinha o dever moral de aceitar refugiados. 

43
 
COMENTÁRIOS
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
RECENTES
POPULARES
  • Ronaldo Alcantara
    HÁ 6 HORAS
    SR BENJAMIN, PARABÉNS PELA FORMA SUTIL E EDUCADA DE DAR DESCULPINHA ,QUEM CRIOU TODA ESTA DESGRAÇA FOI EUA/OTAN E SEUS ASSECLAS O ÚNICO PAÍS QUE ALERTOU QUE OS INSURGENTES ERAM NA VERDADE TERRORISTAS DISFARÇADOS FOI A R U S S I A.
    • Cesare Lombroso
      HÁ 5 HORAS
      Você e o opositor esquerdopata lá se Israel são dois brincalhões.. Israel é do tamanho de Sergipe. Uma perguntinha básica para você: por que os refugiados (que são árabes) não são acolhidos por países árabes no mínimo 10 vezes maiores que Israel? Por que Egito, Arábia Saudita, Irã, só para citar alguns não se oferecem espontaneamente para acolhê-los?
      • Ronaldo Alcantara
        HÁ UMA HORA
        LER É UMA COISA ENTENDER É OUTRA,NÃO ESTOU BRINCANDO C/ ESTA DESGRAÇA ENTENDA O QUE FOI POSTADO,SÓ P/ CLAREAR OS PAÍSES QUE VC CITOU FORAM ELES QUE APOIARAM EUA/OTAN.
      • Jjmolotov
        HÁ 2 HORAS
        Parabéns a Israel,ao recusar a entrada de "refugiados",pois no meio deles com certeza ha agentes do EL,ele sabe o perigo q irá ocorrer,se autorizar a entrada deles.Israel está cercado de inimigos,q querem destrui-lo,principalmente o maldito do IRÃ.
        • Jjmolotov
          HÁ 2 HORAS
          Parabéns a Israel,ele sabe o perigo q passará ao aceitar "refugiados",q nada mais são q agentes do EL infiltrados.Israel está cercado de países inimigos,todos querem o destruir,principalmente Irã.
          Mundo