sábado, 31 de outubro de 2015

Bibi pode se retratar, mas a história da humanidade não, enquanto houver realmente raça humana creada por Iehouah sobre a Terra. Adolf Hitler, nazistas, povo predominante da Alemanha e grande parte parte da humanidade daquele tempo foi responsável pelo holocausto, se destacando a idiota e maldita inspiração antissemita, islamita palestiniana e pseudo socialista. Estas forças abomináveis em si serviram de fundamento para Adolf Hitler assim como a seus antecessores e sucessores, bem como companheiros de ação. Muito antes do abominável nazismo, o execrável islamismo militante já ceifava, torturava e ecravizava judeus e cristãos bíblicos por onde quer que avançasse. Toda suposta paz ou concórdia humana sempre dependeu de multidões não muçulmanas baixarem as cabeças para o Islã ou proporcionarem o desenvolvimento do mesmo. A cultura e liberdade de povos inteiros e milenares da Ásia e África foram devastadas por uma máquina de guerra e deseducaçao alimentada de exclusivismo, fanatismo, totalitarismo e massificação brutal. O maior inimigo do Islã no planeta Terra é o Espírito de Liberdade Hebreu Judeu que é capaz de beneficiar todas as nações respeitando a natureza individual das mesmas. Despertem "Bibi's" pois sem Iehouah Tseva'ot vossa tecnologia, armas e capital mundial é inútil e inoperante. Liberte-se Israel e viva a vida que deve viver antes que te matem como você não quer morrer.


Publicidade

MUNDO

Premier de Israel diz que não absolveu Hitler do Holocausto

30/10/2015 às 15:46:17 | Atualizado 30/10/2015 às 16:16:25 
Agência Ansa
 
Benjamin Netanyahu havia declarado que Hitler só queria expulsar os judeus da Europa.
Após declarações polêmicas, o premier de Israel, Benjamin Netanyahu, se retratou, dizendo que foram os nazistas e não os palestinos que decidiram exterminar os judeus. Ele ainda reiterou que nunca tentou "absolver [Adolf] Hitler de sua responsabilidade pelo Holocausto".
"Ao contrário da impressão que criei, não tive a intenção de declarar que, em sua reunião com Hitler, o mufti [de Jerusalém] o convenceu a adotar a solução final. Os nazistas decidiram isso sozinhos", apontou, em sua página no Facebook.
No último dia 21, o primeiro-­ministro de Israel causou polêmica após declarar que Hitler não queria "exterminar" os judeus, mas expulsá-­los da Europa, enquanto o mufti de Jerusalém Haj Amin Al­Husseini foi quem lançou a ideia de matá­-los. 
Publicidade