sábado, 17 de outubro de 2015

Jornalistas e redatores pró palestinianos; vocês gostariam de andar nas ruas de uma Nação que beneficia toda e qualquer pessoa do mundo inteiro, sendo atacados por pedras, facas, e toda arma ao alcance de bestas fanáticas comandadas por uma ideologia fundamentalista e macabra? Nenhum promotor ou apoiador do terrorismo mundial pode estar vivo em nenhum lugar de um planeta habitado por vidas humanas.




sábado, 17 de outubro de 2015 17:50 BRTVocê está aqui:Home > Notícias > Mundo > Artigo


HOME
NOTÍCIAS
Manchetes
Mundo
Negócios
Esportes
Cultura
Brasil
Internet
ÍNDICES

Produtos e Serviços
Support
Sobre a Thomson Reuters

Israel diz ter frustrado ataques com facas; 3 palestinos morrem
sábado, 17 de outubro de 2015 11:28 BRT

Imprimir
[-] Texto [+]



JERUSALÉM (Reuters) - Três palestinos foram mortos a tiros neste sábado, no que Israel chamou de “ataques com faca frustrados”, mas uma testemunha palestina de um dos incidentes disse que as mortes são resultado de violência de colonos judeus. As tensões entre os dois lados estão elevadas após mais de duas semanas de conflitos.

Pelo menos 40 palestinos e sete israelenses morreram no período. A violência começou pela revolta palestina sobre o que chamam de crescente invasão de Israel ao complexo da mesquita de Al-Aqsa.

A polícia fronteiriça de Israel interrogou um jovem de 16 anos por caminhar “de maneira suspeita” em um bairro próximo de Jerusalém Oriental, disse um porta-voz da polícia. O adolescente sacou uma faca e tentou atingir os policiais, que o mataram a tiros, segundo o porta-voz.

Um segundo tiroteio ocorreu perto de um assentamento judaico na cidade de Hebron, na Cisjordânia. Os militares de Israel disseram que um palestino tentou esfaquear um civil israelense, que portava uma arma e matou o agressor a tiros.

Uma estudante palestina que testemunhou a cena diz que colonos judeus atacaram um palestino desarmado, segundo relato do pai da garota, que conversou com a Reuters.

Também em Hebron, uma palestina esfaqueou uma policial de fronteira de Israel, causando um corte em sua mão, de acordo com porta-voz da polícia. A agente teria reagido e matado a palestina.

Mais de 40 palestinos morreram nas últimas duas semanas, incluindo agressores com facas e manifestantes atingidos por tiros das forças de segurança de Israel durante confrontos. Sete israelenses morreram em ataques nas ruas e em ônibus.



© Thomson Reuters 2015 All rights reserved.

PRÓXIMO ARTIGO: Croácia encaminha imigrantes para Eslovênia após Hungria fechar a fronteira




MAIS NOTÍCIA
Coreia do Norte rejeita nova negociação nuclear e demanda tratado de paz com os EUA
Naufrágio de barco pequeno deixa 12 mortos perto de porto da Ucrânia
Turquia alerta que derrubaria aviões que violem seu espaço aéreo
Papa diz que igreja precisa de mais descentralização
Mais...









br.reuters.com: Ajuda e Informação | Contato

Thomson Reuters Corporate: Copyright | Disclaimer | Privacidade | Carreiras


Edições Internacionais: África | Árabe | Argentina | Brasil | Canadá | China | França | Alemanha | Índia | Itália | Japão | América Latina | México | Rússia (Cyrillic) | Espanha | Reino Unido | Estados Unidos


A Thomson Reuters é a maior agência internacional de notícias e multimídia do mundo, fornecendo notícias do mundo, investimentos, negócios, tecnologia, manchetes, pequenos negócios, alertas, finanças pessoais, mercados acionários e informações de fundos mútuos disponíveis através do Reuters.com, pelo celular, de vídeos e de plataformas interativas de televisão. Os jornalistas da Thomson Reuters estão sujeitos ao Editorial Handbook, que exige apresentação justa e divulgação de interesses relevantes.