Edir Macedo é recebido em Israel pelo primeiro-ministro

Em reunião que aconteceu em Jerusalém, o bispo da Igreja Universal e Benjamin Netanyahu conversaram a portas fechadas sobre assuntos de interesse mútuo
Foto: Government Press Office
Na reunião, Macedo e Netanyahu conversaram sobre trabalho da Igreja Universal no mundo | Foto: Government Press Office
O bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e proprietário da Rede Record, e o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu se reuniram em Jerusalém, capital de Israel. Macedo foi recebido por Netanyahu em encontro a portas fechadas no escritório do primeiro-ministro.
De acordo com integrantes da equipe que acompanhou o bispo, ele e a autoridade israelense conversaram sobre “assuntos diversos”. Um dos temas tratados foi a relação da Igreja Universal com o povo judeu e o Estado de Israel.
Segundo Macedo, o primeiro-ministro israelense destacou a importância do trabalho desenvolvido pela Universal no Brasil e no mundo. Netanyahu teria destacado a necessidade de “aprimorar” as relações entre Israel e Brasil.
O bispo foi cumprimentado pelo primeiro-ministro por ter construído o Templo de Salomão em São Paulo. Arquiteto, Netanyahu elogiou Macedo pela obra, que tem um “projeto magnífico”.
Netanyahu disse ao líder da Universal que pretende visitar o Brasil em breve para conhecer o Templo de Salomão.
Inaugurado em julho 2014 na presença de autoridades brasileiras e israelenses, o Templo recebe mais de 2 milhões de pessoas por ano.
Líderes
O escritório do primeiro-ministro é o local em que Netanyahu recebe líderes e autoridades de todo o mundo.
De acordo com Shaul Ravid, vice-presidente do Fundo de Ajuda à Israel, que participou da reunião, os laços da Igreja Universal com o povo judeu são conhecido antes da construção do Templo em 2014. “As relações serão intensificadas e em breve vamos desenvolver projetos e metas em comum entre a Igreja Universal e o governo de Israel.”
“São dois líderes de muitas pessoas e a importância é destacar que o primeiro-ministro agradeceu todo o trabalho realizado pelo bispo Edir Macedo de esclarecimento e pela causa do povo judeu”, destacou Ravid.