terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Iehouah é A Mente Absoluta. Parabéns Israel. Antes de carros voarem, seus inventores aprenderam a voar além das barreiras e fronteiras de cada época e lugar do mundo.



Consumidor




Consumidor



Israel será o primeiro país do mundo a ter taxis voadores


30 NOV2015
10h00







42
publicidade



Melhores soluções para o transporte público urbano são a grande preocupação dos debates da atualidade. Pensar em um planeta mais limpo, com transporte renovável é sem dúvida uma importante solução para combater os problemas climáticos que enfrentamos hoje no planeta. Uma das soluções mais impressionantes até agora parece ser a que Israel resolveu adotar em Tel Aviv, sua segunda cidade mais populosa: implantar de um sistema de táxi suspenso.

SAIBA MAIS


No Dia Mundial Sem Carro, Idec debate mobilidade



8 dicas para consumir sem agredir o mundo que vivemos



Possuir ou compartilhar um produto?



Carro elétrico terá redução de IPVA em São Paulo


As responsáveis pela criação e implementação dos veículos são a Skytran, sediada na Califórnia, Estados Unidos, e a fabricante de produtos aeroespaciais e aeronáuticos IAI – Israel Aerospace Industries, que pretendem iniciar um projeto piloto do sistema até o final de 2016.

O SkyTran dispensa condutores em suas cápsulas com capacidade para até quatro passageiros, que circularão a cerca de 100 km/h em plataformas erguidas seis metros acima das ruas. Estipulam-se estações de embarque a cada 400 metros, que contarão com plataformas secundárias para que o trânsito não seja interrompido.


O SkyTran terá projeto piloto em Tel-Aviv até o final de 2016Foto: divulgação

A princípio, os veículos serão alimentados por meio de energia elétrica. Mas já se estuda a implantação de painéis solares, transformando o SkyTran no meio de transporte mais ecológico do mundo.

Sem contar com a economia. Enquanto sistemas de transportes subterrâneos como os metrôs podem chegar a custar cerca de US$100 milhões por quilômetro construído, o SkyTran pode custar US$8 milhões por quilômetro.



(fonte: AeC)



Squimb Conteúdo


COMPARTILHE






publicidade


carregar mais comentários