domingo, 27 de dezembro de 2015

Todo Fundamentalismo, islâmico pelo EI ou Hamas - Hezbolah, seja vencido pelos humanos fieis aos valores eternos da vida humana pois Iehouah os abençoará

YEHOWAH TSEVA'OT 
IEHOUAH DOS EXÉRCITOS 
É CONTIGO ISRAEL
E CONVOSCO MUNDO JUDEU CRISTÃO.
TÃO SOMENTE SEJAM UNOS EM IEHOUAH ELOHIM TSEVA'OT E RECEBAM A PLENA POTÊNCIA DELE, AFIM DE QUE EM TODO PLANETA AQUELES QUE DESEJAREM POSSAM SER LIVRES E SUA LIBERDADE DIRECIONADA A ELE, AO HEBRAISMO E AO SIONISMO. VENÇAM POR IEHOUAH, COM IEHOUAH E EM IEHOUAH.

Chefe do EI conclama revolta na Arábia Saudita e promete atacar Israel
Áudio é primeira mensagem de Abu Bakr al-Baghdadi em sete meses. Ele critica coalizão e diz que EI 'não vai se esquecer da Palestina'.
26/12/2015 19h37 - Atualizado em 26/12/2015 19h37
France Presse
Da France Presse
Abu Bakr al-Baghdadi em vídeo divulgado pelo Estado Islâmico em 5 de julho de 2014 (Foto: AP Photo/Militant video)
Abu Bakr al-Baghdadi em vídeo divulgado pelo Estado Islâmico em 5 de julho de 2014 (Foto: AP Photo/Militant video)
O chefe do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, conclamou uma revolta na Arábia Saudita e prometeu atacar Israel, em uma mensagem de áudio divulgada na Internet neste sábado (26).
Em sua primeira mensagem em sete meses, e após as derrotas militares do EI na Síria e no Iraque, Baghdadi critica a vasta coalizão de 34 países, cuja criação foi anunciada na Arábia Saudita, para "combater o terrorismo".
"Eles anunciaram recentemente uma coalizão (...) falsamente chamada de 'islâmica' e afirmaram que seu objetivo é combater o califado" proclamado pelo EI entre a Síria e o Iraque. Se esta coalizão fosse 'islâmica', ela estaria ajudando o povo sírio", disse Baghdadi.
Na mesma mensagem, de 24 minutos e monitorada pelo sistema americano de vigilância na Internet (SITE), o chefe do EI pede ao povo da Arábia Saudita que se rebele contra seus dirigentes.
Baghdadi ameaça ainda atacar Israel, afirmando que o EI "não vai se esquecer da Palestina".
A primeira e última aparição pública de Baghdadi ocorreu no verão (boreal) de 2014, na cidade iraquiana de Mossul, conquistada pelo EI.
414
 
COMENTÁRIOS
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
RECENTES
POPULARES
  • Benaiah Leiehouah
    HÁ UMA HORA
    Iehouah Tseva'ot é contigo Israel
    Conforme Termo de Uso, comentários com conteúdo inadequado e spam poderão ser removidos a critério da Globo.com.
    • José Lopez
      HÁ 25 MINUTOS
      Isso é bom, tem muita gente no mundo e a natureza agradece! Que se matem..
      • Luiz Gama
        HÁ UMA HORA
        ESTRATÉGIA FALIDA, SE VC PRETENDE ATACAR ALGO OU ALGUEM, NÃO AVISA ANTES..ISSO É BALELA JORNALISTICA.
      • Cicero
        HÁ 44 MINUTOS
        me junto a Israel...
        • Paulo Furtado
          HÁ 19 MINUTOS
          Terrorista...
          • Ricardo
            HÁ 18 MINUTOS
            Israel não tem nada de "bom moço" e o ISIS dispensa qualquer comentário.
          • Geraldo Soares
            HÁ 33 MINUTOS
            A tática desse fanático lembra a do Saddam: Envolver Israel na luta para romper a coalizão islâmica, pois nenhum país árabe vai querer lutar ao lado dos judeus.
            Mundo