domingo, 28 de fevereiro de 2016

De uma vez por todas, senhores extrema-esquerdistas, hippies, islamófilos, poetas sonhadores e outros românticos: A REALIDADE NÃO DEPENDE DOS VOSSOS SONHOS COR-DE-ROSA! O Islão não é "A Religião da Paz".


  • Amigo de Israel


  • Tolerar a intolerância é COBARDIA - Ayaan Hirsi Ali



  • sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

  • Ela foi mostrar quão pacífico é o Islão...

  • ACTUALIZAÇÃO



  • Lei da rolha nas Polícias europeias

  • Os posts mais recentes do nosso blogue* tiveram como mote a onda de estupros da Passagem de Ano, que foi simplesmente grande demais para ser abafada, como é política das autoridades políticas, policiais e dos media. Mas hoje chega-nos a notícia de que a Polícia de Colónia lançou uma investigação paraapurar quem divulgou os relatóriosinternos relativos ao assédio e agressões sexuais na véspera de Ano Novo. A Imprensa mundial só teve acesso a esses ataques ultrajantes quatro dias após o incidente.
  • * Ver 

  • O FIM: Homens europeus já andam de saias!

  • e anteriores.

  • 1. DA DOCE IDEOLOGIA À AMARGA REALIDADE 


  • De uma vez por todas, senhores extrema-esquerdistas, hippies, islamófilos, poetas sonhadores e outros românticos: A REALIDADE NÃO DEPENDE DOS VOSSOS SONHOS COR-DE-ROSA! O Islão não é "A Religião da Paz". Esta senhora, que queria provar esse "ponto de vista", foi violada e morta ao abrigo da ideologia islâmica.

  • O texto que se segue é traduzido e condensado do site YES, I'M RIGHT:
  • UMA MULHER RESOLVEU PERCORRER O MÉDIO ORIENTE À BOLEIA*, PARA PROVAR QUE OS MUÇULMANOS SÃO PACÍFICOS - FOI ESTUPRADA E MORTA POR MUÇULMANOS.

  • * "Carona", para os nossos leitores brasileiros. 

  • Nós, conservadores, temos má reputação quando dizemos que os muçulmanos e o Islão não obedecem a ideologias pacíficas. Os liberais (a maior parte da esquerda, e a extrema-esquerda) argumentam que os muçulmanos e o Islão são absolutamente pacíficos.Mais uma vez, fica patente que eles estão errados, só que, infelizmente, foi preciso alguém morrer da pior maneira imaginável.


  • Esta notícia pode ser um pouco mórbida, mas achamos que é importante divulgá-la, para mostrar aos liberais de coração mole a dura realidade. 

  • É uma história chocante e triste que deve ser compartilhada e bem divulgada. Uma mulher italiana que resolveu ir de boleia da Itália a Israel para promover a paz mundial, foi estuprada e assassinada por muçulmanos na Turquia.


  • Via The New York Times:

  • O corpo nu de Giuseppina Pasqualino di Marineo, 33 anos, conhecida como Pippa Bacca, foi encontrado nuns arbustos, perto da cidade de Gebze, na sexta-feira.
  • A artista tinha dito que queria mostrar que poderia colocar a sua confiança na bondade das pessoas locais. A polícia turca diz ter detido um homem em conexão com o assassinato.
  • Os relatos dizem que o homem levou a polícia ao corpo. A senhora di Marineo pretendia ir de boleia de Milão até Israel e aos "Territórios Palestinianos", com uma colega artista, no seu projecto "Noivas on Tour". 



  • Aos leitores antiquados (como nós) esclarecemos que, nos dias que correm, andar à boleia é "Arte". Só que uma coisa é calçar as sandálias, meter o bornal ao ombro, a erva ao bolso, a foice e o martelo na lapela, tomar banho em patchouli, e ir ao Festival Islâmico de Mértola. Outra coisa é a realidade do Islão!

  • Esta viagem à boleia era considerada uma peça de arte performativa. A viagem através de quase uma dúzia de países, nos Balcãs e no Médio Oriente, muitos deles recentemente devastados pela guerra, foi concebida para destacar que "ao superar diferenças e reduzir o nível de conflito, indivíduos e culturas poderiam unir-se", disse a artista companheira de viagem, a senhora Moro, numa entrevista por telefone."Conhecer pessoas era a chave"- concluiu.

  • A viagem da artista Bacca foi interrompida perto da aldeia de Gebze, cerca de 40 milhas ao sudeste de Istambul. Um homem desempregado, Murat Karatas, 38 anos, confessou tê-la assassinado, a 31 de Março, disseram as autoridades.

  • "Aceitar boleia de estranhos era crucial para o sucesso do desempenho artístico", disseMoro. A declaração das artistas no seu site,bridesontour.fotoup.net, diz:"apanhar boleia é escolher ter fé nos outros seres humanos, e o homem, como um pequeno deus, recompensa aqueles que têm fé nele."




  • O assassino (um deles) e a vítima.


  • Moro explicou: "Nós queremos mostrar que não se pode promover o amor entre as pessoas, se se está escondido em classe executiva. Uma pessoa não pode ir para, digamos, as Ilhas Maurícias, e comer massas italianas. Você não vai entender as pessoas até que você parta o pão com elas, porque é nas pequenas diversidades que irá encontrar semelhanças."


  • --------------------------------

  • Eis o que acontece

  • Isto é absolutamente nojento e não tem lugar no nosso mundo moderno, e o facto deque quase não houvecobertura noticiosa deste caso - a não ser em obscuras secções de artes de alguns jornais - diz tudo sobre a agenda de mentira dos media.

  • Fonte: BBC, The New York Times 

  • 2. LAVAGEM CEREBRAL


  • Assim terminou a experiência de Pippa Bacca. Assim terminam os pacifismos imprudentes que não levam em conta a realidade.


  • Com todo o respeito que as pessoas bem intencionadas (como a falecida senhora Bacca) nos merecem, esta gente é tremendamente ingénua. Mas não é sua culpa exclusiva, pois os media divulgamincessantemente propaganda islamista, induzindo a população do Mundo Livre em erro. 

  • E a ideologia política 'avant-garde' faz o resto. 

  • Elegeram como a causa de todos os males o Ocidente, o Judeo-Cristianismo, a iniciativa privada e a economia de mercado, a democracia, o sexo masculino, a pele branca. E por contrapartida, tudo o resto é intrinsecamente bom, puro, impoluto, livre das garras sujas do "homem branco". 




  • Nem a morte de Pippa demoveu a sua companheira de viagem artista de continuar a provar a teoria que ambas acalentam. Quando a ideologia se sobrepõe à realidade, é assim.


  • 3. NENHUMA OUTRA RELIGIÃO ADMITE O ESTUPRO, A TORTURA, A MUTILAÇÃO, O ASSASSÍNIO, OCANIBALISMO E O GENOCÍDIO! 

  • O argumento clássico do Islão é que estupros ocorrem em todas as sociedades. É verdade. Mas nas sociedades decentes, os estupros são punidos, não são encorajados ou tolerados:


  • Psicologia do estupro enraizada na religião e cultura islâmicas
  • O Ex.o imã da Mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém (o alibi dos muçulmanos para exigirem soberania sobre a cidade e o país, um edifício onde há há alguns anos pastavam cabras e onde se praticaparkour e terrorismo) não hesita em ordenar a jihad sexual sobre as mulheres"infiéis": 






  • No post anterior demonstrámos, mais uma vez, que a escravatura sexual e o estupro das mulheres infiéis são parte integrante do Islão. O assassínio dos"infiéis" também. Estupro, tortura, genocídio, assassinato dos "infiéis" - ATÉ O CANIBALISMO! - não são ocorrências esporádicas; fazem parte da própria essência do Islão.



  • - Algumas secções do nosso blogue sobre o que afirmamos:

  • Jihad Sexual Mulheres Crianças
  • - Alguns sites que mostram o Islão que os mediaescondem: 



  • Muhammad e os Suffis
  • Perigo Islâmico
  • Lei Islâmica em Ação
  • Islão a Nu
  • A Verdade Sobre o Islão
  • Rafik responde ao ISLAM
  • Respondendo ao Islão
  • Observatório da Jihad (Inglês)
  • De Olho na Jihad
  • A RELIGIÃO DA PAZ!
  • Quoting Islam
  • The Muslim Issue
  • Riposte Laique
  • Pamela Geller
  • Gates of Vienna
  • Pat Condell: sem papas na língua!
  • Sultan Knish
  • P'los Media "Palestinos"
  • Islam Watch
  • P´los Media do Médio Oriente
  • Raymond Ibrahim
  • Observatório da Jihad (Português)
  • Winds of Jihad
  • Bare Naked Islam



  • Oliveira da Figueira às 21:38
  • Compartilhar 


  • Nenhum comentário:




  • Postar um comentário

  • Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.



  • Página inicial
  • Visualizar versão para a web











  • Colaboradores

  • Extremista Moderado
  • Oliveira da Figueira
  • EJSantos
  • Fernando


  • Tecnologia do Blogger.