quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Parabéns Israel. Porém lembre que somente a pena de morte imediata é cabível para terroristas e seus apoiadores.


Mussa Qawasma / Reuters
Conflito árabe-israelense: depois de deixar essa prática há anos, as demolições de casas de agressores palestinos foi retomada pelo governo israelense como medida dissuasória
Jerusalém - As forças israelensesdemoliram nesta terça-feira as casas de dois palestinos que há três meses mataram cinco pessoas em dois ataques perpetrados em Tel Aviv e na Cisjordânia ocupada, informaram fontes militares.
"Na madrugada passada, de acordo com as diretrizes governamentais, forças de segurança demoliram a residência de Raid Mahmoud Jabara Halil, em Dura, e a de Mahmoud Abdel Based Harub em Dir Samt", informa um parte militar.
Jabara assassinou em 19 de novembro dois israelenses enquanto rezavam na sinagoga de um centro comercial em Tel Aviv, e Abdel Based, um palestino, um americano e um israelense em um ataque em uma estrada do sul da Cisjordânia no mesmo dia.
Depois de deixar essa prática há anos, as demolições de casas de agressores palestinos foi retomada pelo governo israelense como medida dissuasória frente à onda de violência vivida na região desde 1 de outubro.
Neste período morreram 181 palestinos, cerca de dois terços deles em ataques ou supostos ataques contra civis e militares israelenses, que deixaram 29 mortos no lado israelense, assim como de três pessoas de outras nacionalidades.

Topo ↑