terça-feira, 8 de março de 2016

OBAMA E HILLARY ASSIM COMO DILMA E LULA NÃO REPRESENTAM O BEM-ESTAR DE SEUS POVOS. SÃO INSTRUMENTOS DO FUNDAMENTALISMO ISLÂMICO E CONIVENTES AO TERRORISMO MUNDIAL


Saltar os links da Barra SAPOSAPO

Todo o SAPO

Impresa


Menu
Expresso

DIÁRIO
SEMANÁRIO

INTERNACIONAL
Netanyahu cancela visita aos EUA e recusa encontro com Obama


08.03.2016 às 8h52
1

Google+
Linkedin
Pinterest



Os dois líderes encontraram-se pela última vez em outubro de 2014

JASON REED / REUTERS
Primeiro-ministro israelita tinha pedido reunião com o Presidente norte-americano para “18 ou 19 de março”, aquando da sua visita a Washington. Planos foram cancelados e Casa Branca diz que só soube disso pelos media



JOANA AZEVEDO VIANA


Para quem tem acompanhado com atenção as relações entre Estados Unidos e Israel nos últimos anos, este é só mais um episódio no difícil relacionamento entre o Presidente norte-americano, Barack Obama, e o chefe do executivo hebraico, Benjamin Netanyahu.

Depois de o gabinete do primeiro-ministro israelita ter pedido à Casa Branca para marcar um encontro entre ambos, aquando da visita de Netanyahu a Washington em meados de março, fontes da Casa Branca manifestaram esta terça-feira a sua "surpresa" por terem sabido através da comunicação social que Netanyahu já não vai aos Estados Unidos nem pretende encontrar-se com Obama.

"Estávamos a antecipar um encontro bilateral e ficámos surpreendidos ao saber por notícias nos media que o primeiro-ministro [israelita], ao invés de aceitar o nosso convite, optou por cancelar a sua visita",disse o porta-voz do Conselho Nacional de Segurança da Casa Branca, Ned Price, num email enviado aos jornalistas esta manhã. "As notícias de que não estávamos dispostos a acomodar a agenda do primeiro-ministro são falsas", acrescentou.

A Reuters avança que em causa poderá ter estado o plano de Obama de viajar até Havana entre 21 e 22 de março, naquela que será a sua primeira visita oficial a Cuba desde que os dois países retomaram as relações em 2015 após décadas de embargo económico imposto à ilha comunista durante a chamada crise dos mísseis cubanos, no início da década de 60.

A mesma agência cita a Casa Branca dizendo que o governo israelita tinha pedido que o encontro com Obama acontecesse ou a 18 ou a 19 de março e que, há duas semanas, o gabinete do Presidente norte-americano sugeriu que a reunião tivesse lugar no primeiro desses dois dias.

O gabinete de Netanyahu ainda não justificou oficialmente o cancelamento da viagem, que acontece numa altura em que os dois aliados tentam renegociar o pacote de ajuda militar dos EUA a Israel por mais dez anos. Citando fontes do governo hebraico sob anonimato, o Canal 10 israelita diz que a viagem foi cancelada por causa da "relutância" do primeiro-ministro em "interferir na campanha presidencial norte-americana" caso algum dos pré-candidatos presidenciais quisesse encontrar-se com ele em Washington. Postura contrária à que manifestou em março do ano passado, quando aceitou um convite dos republicanos para discursar no Congresso norte-americano sem dar cavaco à Casa Branca.

O mesmo canal diz que Netanyahu considera que ainda é cedo para viajar até aos EUA no âmbito do Memorando de Entendimento na área da Defesa que está a negociar com os norte-americanos porque esse acordo "está longe de estar concluído". Fontes citadas por outros canais israelitas dizem que não foi encontrada uma altura boa para o encontro entre Netanyahu e Obama ter lugar antes de o Presidente dos EUA partir para Cuba.







Google+
Linkedin
Pinterest








Comentários


Últimas de Internacional


Netanyahu cancela visita aos EUA e recusa encontro com Obama


há 1 hora

JOANA AZEVEDO VIANA


Livraria de Hong Kong destrói 45 mil obras para ajudar à libertação de livreiros


05h37

JOANA AZEVEDO VIANA


Familiares de vítima do voo MH370 põem Boeing em tribunal


05h34

JOANA AZEVEDO VIANA


Cidade alemã ajuda espiões da Mossad e envia conta a Israel


05h31

JOANA AZEVEDO VIANA


“O risco que não quero assumir.” Bloomberg desiste de candidatura às presidenciais


05h28

JOANA AZEVEDO VIANA


Polícia britânica quer população pronta para lidar com “ataques enormes” que Daesh está a planear


05h26

JOANA AZEVEDO VIANA


Sírios que entrarem ilegalmente nas ilhas gregas serão devolvidos à Turquia


07.03.2016

SUSANA FREXES, CORRESPONDENTE EM BRUXELAS


Costa acredita que acordo UE-Turquia permitirá “resposta mais efetiva” à crise


07.03.2016

LUSA


União Europeia aceita estudar plano turco


07.03.2016

LUSA

Ontem


Regressam a Hong Kong dois dos livreiros desaparecidos


07.03.2016

MAFALDA GANHÃOMAIS ARTIGOS

Pesquisar















































































Lei da Transparência