quinta-feira, 5 de maio de 2016

IEHOUAH TSEVA'OT SEJA COM ISRAEL E SEUS AMIGOS SEMPRE. E ELE FOI TAMBÉM COM OS JUDEUS MORTOS OU TORTURADOS NO HOLOCAUSTO. E TAMBÉM É COM HUMANOS LESADOS PELOS MAIS DIVERSOS MOTIVOS. PORÉM SE IMPÉRIOS E NAÇÕES FIZERAM E FAZEM TAIS ATROCIDADES É POR VEREM UMA POSSÍVEL VÍTIMA DIANTE DE SEUS OLHOS. YEHOWAH TSEVA'OT IEHOUAH DOS EXÉRCITOS PÔDE BRILHAR NOS ESFORÇOS DE DAVID E MACABYAHU COMO TAMBÉM NAQUELES DOS SIONISTAS E AMIGOS DE ISRAEL. MAS O TEMPO NÃO PÁRA. O SUCESSO DO SIONISMO PRECISA UNIFICAR ISRAEL, SIONISTAS, JUDEUS E ALIADOS NO MUNDO INTEIRO COM URGÊNCIA. LIBERTAR NAÇÕES DO ISLÃ E DA ESQUERDA ANTISSEMITA BEM COMO OUTROS DITOS ANTI-SIONISTAS. DISCURSOS AMBÍGUOS OU DÚPLICES, GENERAIS E POLÍTICOS INCONSEQUENTES SÃO INÚTEIS DIANTE DAS DORES MUNDIAIS. NA SÍNTESE: ASSSUMA ISRAEL OU SUMA DE ISRAEL...



Tolerar a intolerância é COBARDIA - Ayaan Hirsi Ali

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Am Yisrael Chai, o Povo de Israel Vive!


O Presidente da República de Israel, Reuven Rivlin , hoje, no Museu do Holocausto de Jerusalém.

O tema central do Dia da Lembrança do Holocausto de 2016 é "Tudo nos é proibido, e ainda assim fazemos tudo." - ou a luta para manter o espírito humano durante o Holocausto.

Muitos daqueles que lutaram para manter e preservar o espírito humano não sobreviveram aos horrores doHolocausto, mas os seus actos são um lembrete para as gerações futuras, sobre a resistência e a nobreza do espírito humano.

As celebrações doDia da Lembrança do Holocaustocomeçaram ao anoitecer desta quarta-feira.

Falando na cerimónia de abertura no Yad Vashem na quarta-feira à noite, o Presidente Reuven Rivlindisse que Israel "saberá sempre como proteger-se a si mesmo. 

"Em nome de todos os nossos irmãos e irmãs, dos nossos entes queridos que pereceram no Holocausto, dou graças a Ele, que nos trouxer a este momento, para estes dias de vida. Am Yisrael Chai, o Povo de Israel vive!", afirmou Rivlin.

A Vontade de Viver (1947) -The Spielberg Jewish Film Archive 
Refugiados judeus após a Segunda Guerra Mundial recebem ajuda para imigrar para o pré-Estado de Israel e para os EUA:

A Marcha da Morte para Volary (Yad Vashem)

Em 20 de Janeiro de 1945,cerca de 1000 prisioneiros judeus do sexo feminino foram forçados a uma marcha da morte desde o campo de Schlesiersee (hoje Sława), na Alta Silésia, na Polónia. No caminho, os prisioneirospassaram por outros campos, e mais mulheres foram adicionadas à marcha. 106 dias depois, em 5 de Maio de 1945, depois de cobrirem uma distância de mais de 800 km, a marcha terminou na cidade de Volary, na Checoslováquia. Das 1300 mulheres que marcharam para Volary, apenas cerca de 350sobreviveram:

Israel é o ÚNICO país do Mundo que ofende o Mundo apenas por existir. Todos os preconceitos vão caindo, enquanto o anti-semitismo persiste. A única coisa que os Judeus não farão pelo Mundo é desaparecerem. Odiadores: VIVAM COM ISSO! ISRAEL VIVE!


Compartilhar 


Nenhum comentário:




Postar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.














Colaboradores



Tecnologia do Blogger.