quarta-feira, 11 de maio de 2016

SHALOM. BEM-ESTAR AMIGOS. COMPREENDO OS MUITOS SENTIMENTOS ENVOLVIDOS E AS PESSOAS QUE SÃO EXCESSÃO DEVIDO SEUS ATOS. PORÉM IMPERA QUE NADA NO ISLÃ, SALVO O SER HUMANO, É BOM E TUDO VINDO DO ISLÃ TEM QUE SER ERRADICADO DE TER AUTORIDADE OU PODER SOBRE NOSSAS VIDAS. ALAH NÃO TRADUZ NO CORÃO O SENHOR OU ADONAI DA BÍBLIA MESMO NOS MOMENTOS BÉLICOS E MILITARES. A SHARIA MALDITA EM SI É CONSEQUÊNCIA DO ISLÃ E INTERLIGA O MUÇULMANO SUBMISSO À CAUSA AO CUSTO REGIONAL APLICÁVEL POR CADA SEGMENTO E PESSOA. VALORIZEM A SOCIEDADE JUDAICO CRISTÃ E O DIREITO DE ESCOLHA GERAL SEM SEREM DERRUBADOS PELA ISLAMIZAÇÃO MUNDIALGERAL SEM SEREM DERRUBADOS PELA ISLAMIZAÇÃO MUNDIAL


A mulher vale menos que um camelo, apenas serve para procriar.
Oliveira da Figueira em Amigo de Israel - Há uma hora

*Como pode haver quem defenda o Islão?* *Como pode haver MULHERES que defendem o Islão? * Alguns versículos que demonstram o que vale a mulher no Islão*:* *Alcorão 4:34 Alá fez os homens superiores às mulheres (...)* * Com respeito às mulheres que você receie irão se rebelar, chame a atenção delas primeiro, e depois as mande para uma cama separada, e então bata nelas.* * Alcorão 38:44 E tome à sua mão um galho seco e bata nela com com o galho e não quebre o seu juramento.* ( Retirado do blogue *Lei islâmica em Ação *) * Eis o que Maomé ordenou. Eis o Islão:* *É isto que... mais »

PRIMEIRO-MINISTRO FRANCÊS CRITICA DECISÃO DA UNESCO
Shalom em SHALOM ISRAEL - Há 2 horas

A decisão da *UNESCO* de não aceitar a ligação dos judeus ao Monte do Templo foi denunciada e criticada por Manuel Valls, o primeiro-ministro francês, como *"desajeitada"* e *"infeliz."* Esta decisão da *UNESCO*, já demasiado reconhecida pelo seu anti-semitismo, foi deliberada no passado dia 16 de Abril, suscitando a ira em Israel e nas comunidades judaicas espalhadas pelo mundo, uma vez que desprezou as mais que evidentes ligações históricas do povo judeu àquele que é considerado exactamente o lugar mais sagrado para o judaísmo. As alusões feitas pela *UNESCO* ao Monte do Templo ref... mais »