quinta-feira, 7 de julho de 2016

"Estou contente por ter a oportunidade - realmente, o privilégio - de vir até aqui à África para vos conhecer" - afirmou Netanyahu, acrescentando: "Não temos melhores amigos no mundo. Ninguém." "Israel agradece esta amizade, e estamos expandido a mesma no continente africano" - afirmou o primeiro-ministro, aludindo ao seu encontro com 7 líderes africanos, referindo que "Israel está de regresso à África, e a África está de regresso a Israel." Elogiando os avanços conseguidos por Israel, um Netanyahu entusiasmado dirigiu-se à multidão:"Nós produzimos água. Desde o estabelecimento do moderno estado de Israel que temos assistido a um progressivo declínio das chuvas. A nossa população cresceu 10 vezes e o nosso PIB per capita cresceu 40 vezes. Devíamos ter um enorme problema com a água, mas não temos. Temos um excesso de produção de água, porque desenvolvemos engenharias para vencer esse problema." E Netanyhau não deixou de aproveitar este encontro para oferecer estes avanços à África como um todo: "Estamos disponíveis para partilhar isto com todos os nossos amigos africanos."


quinta-feira, julho 07, 2016

"NÃO TEMOS MELHORES AMIGOS NO MUNDO DO QUE VOCÊS, OS CRISTÃOS (SIONISTAS)" - AFIRMOU UM ENTUSIASMADO NETANYAHU AOS EVANGÉLICOS AFRICANOS

Netanyahu foi recebido numa sala lotada de cristãos sionistas quenianos com um abençoado estrépito do toque dos shofars (trombetas de corno de carneiro) e pelos ruidosos aplausos daqueles que acreditam no bem estar de Israel e que percebem pela leitura das Escrituras que o Eterno Deus está novamente voltando a Sua atenção para o Seu povo eleito, cumprindo dessa forma as profecias milenares.

Diante daquela entusiástica audiência de evangélicos sionistas reunida na passada terça-Feira em Nairobi, capital do Quénia, o primeiro-ministro, visivelmente tocado, perguntou quantos nomeio daquela audiência já tinham alguma vez visitado Israel. Perante as poucas mãos que se ergueram em assentimento, Netanyhu respondeu com um convite aberto a todos para visitarem a Terra Santa, quer para uma repetição ou pela primeira vez, para verem todos os lugares maravilhosos "de que vocês lêem na Bíblia."
"Estou contente por ter a oportunidade - realmente, o privilégio - de vir até aqui à África para vos conhecer" - afirmou Netanyahu, acrescentando: "Não temos melhores amigos no mundo. Ninguém."
"Israel agradece esta amizade, e estamos expandido a mesma no continente africano" - afirmou o primeiro-ministro, aludindo ao seu encontro com 7 líderes africanos, referindo que "Israel está de regresso à África, e a África está de regresso a Israel."
Elogiando os avanços conseguidos por Israel, um Netanyahu entusiasmado dirigiu-se à multidão:"Nós produzimos água. Desde o estabelecimento do moderno estado de Israel que temos assistido a um progressivo declínio das chuvas. A nossa população cresceu 10 vezes e o nosso PIB per capita cresceu 40 vezes. Devíamos ter um enorme problema com a água, mas não temos. Temos um excesso de produção de água, porque desenvolvemos engenharias para vencer esse problema."
E Netanyhau não deixou de aproveitar este encontro para oferecer estes avanços à África como um todo: "Estamos disponíveis para partilhar isto com todos os nossos amigos africanos."
O líder israelita esboçou também algumas palavras sobre a intensa perseguição que os cristãos no Médio Oriente estão a sofrer: "Há um lugar no Médio Oriente onde a comunidade cristã não apenas não está a diminuir, mas a florescer e a expandir-se. E onde está segura. Esse lugar é Israel! Sois bem-vindos a Israel!"

Shalom, Israel!

Sem comentários: