quinta-feira, 7 de julho de 2016

NA REALIDADE TODA CISJORDÂNIA É E SOMENTE CABE SER ISRAELENSE ASSIM COMO GAZA TEM QUE RECONHECER A SOBERANIA JUDAICA E O ESTADO DE ISRAEL PRECISA URGENTEMENTE ADOTAR EXPANSÃO DEFENSIVA. AS DECISÕES DE ÓRGÃOS INTERNACIONAIS ALIENADOS SÃO INACEITÁVEIS




SECÇÕES DE NOTÍCIAS: 

Críticas dos EUA sobre novos colonatos são "inaceitáveis para Israel"

07-07-2016 07:57 | Mundo
Porto Canal com Lusa

Jerusalém, 07 jul (Lusa) -- O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, considerou hoje que as críticas dos Estados Unidos à construção de novos colonatos judeus são "inaceitáveis para Israel", informou hoje a rádio pública israelita.

"Não é a construção em Jerusalém ou [o colonato de] Maale Adumin, na Cisjordânia, que afasta a paz, mas o incitamento contra Israel e a rejeição de seus vizinhos em manter negociações diretas", disse Netanyahu, no Ruanda, antes de partir para a Etiópia, onde conclui hoje uma visita a quatro países africanos.

O Governo israelita anunciou o lançamento de um concurso público para a construção de 800 novas casas em colonatos judeus nos territórios palestinianos ocupados, com 560 novas casas em Maale Adumin, na Cisjordânia, e 240 em bairros a este de Jerusalém, informou a imprensa local na segunda-feira.

O porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos, John Kirby, condenou na terça-feira o que "parece ser um processo sistemático" de Israel "para se apropriar de terras, expandir colonatos e legalizar postos fronteiriços que está a minar fundamentalmente as perspetivas de uma solução de dois Estados".

"Opomo-nos a este tipo de medidas, que consideramos contraproducentes para a causa da paz em geral. Estamos profundamente preocupados com a construção e expansão de colonatos em Jerusalém Este e Cisjordânia e a designação de terras na Cisjordânia para o uso exclusivo israelita", acrescentou.

Kirby recordou que o comunicado publicado na semana passada pelo Quarteto do Médio Oriente (EUA, Rússia, ONU e UE) destaca que "desde o princípio do processo de Oslo, em 1993, a população dos colonatos aumentou para mais do dobro e para o triplo no caso da área C", uma zona da Cisjordânia delimitada e identificada nos Acordos de Oslo com sendo de transição, antes da criação de um Estado palestiniano.

FV (ALU) // MP

Lusa/fim


+ notícias: Mundo






Atleta sul-africano Oscar Pistorius condenado a seis anos de prisão




Dois mortos em queda de avioneta em Madrid


+ notícias com vídeo


Entidades de Viana do Castelo unem-se na prevenção aos incêndios

Oito milhões de euros vão regenerar as ruas do Porto

Um reencontro 600 quilómetros depois

PT foi ao Dragão demonstrar a aposta na sustentabilidade ambiental

Homem encontrado morto em Felgueiras

Portugueses estão confiantes para vitória da seleção frente a Gales
Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Metro chega à Trofa 14 anos depois da promessa feita à população



Portugal sabe às 15 horas se vai 'levar' com sanções da Comissão Europeia



António Costa reitera compromisso de cumprir recomendações em carta enviada a Juncker



Fim de semana quente e sem precipitação



Portugal na final do Euro 2016 ao bater o País de Gales por 2-0

DESCUBRA MAIS
04-07-2016
De Letra
2ª De Letra - 4 de julho
04-07-2016
Grandes Manhãs
Vou casar. E agora? - Ramos de noiva
02-07-2016
Reencontros
Reencontros - 2 de julho
02-07-2016
Magazine fim-de-semana
Magazine de Fim de Semana - 2 de julho
01-07-2016
Sexo à moda do Porto
Sexo à Moda do Porto - 1 de...
01-07-2016
Olá Maria!
Restaurante Alta Burguesia

© 2016 Porto Canal.
Todos os direitos reservados.
destaques
norte
política
economia
mundo
país
desporto
programas
vídeos
guia tv
fc porto
infografias
repórter de rua
receitas

sobre o Porto Canal
contactos