domingo, 25 de setembro de 2016

trabalhando em cooperação internacional com a polícia israelense, após a localização de uma carga, em Israel, e que havia sido embarcada no Brasil - em São Paulo. Cerca de 500 quilos do entorpecente estavam escondidos em rolamentos de maquinário.

TRÁFICO DE DROGAS

Polícia Federal apreende 560 quilos de cocaína a caminho de Israel

A droga boliviana passeou por MS e foi encontrada em São Paulo

24 SET 2016 • POR THIAGO GOMES • 06h00
A suspeita é que o assassino seja o próprio passageiro que solicitou a corrida - Divulgação
Carga de 560 quilos de cocaína boliviana que passeou pelo Mato Grosso do Sul foi apreendida ontem, em apartamento nos Jardins, área nobre de São Paulo (SP). A droga estava sendo preparada para seguir viagem para o exterior, patrocinada por uma conexão israelense diretamente envolvida no tráfico internacional desse tipo de entorpecente. 
De acordo com as informações,  a Polícia Federal  vinha investigando as ações da quadrilha de narcotraficantes há quatro meses. Com o monitoramento descobriu que um novo carregamento de cocaína chegaria a São Paulo, vindo da Bolívia e entrando provavelmente pelo Mato Grosso do Sul. 
Com as pistas, os agentes chegaram a um possível depósito, em apartamento nos Jardins. Na manhã de ontem, eles chegaram ao local, encontrando caixas de papelão contendo tabletes de substância que, após teste preliminar foram identificadas como sendo cocaína pura. O homem responsável pelo apartamento, um brasileiro, de 34 anos, foi preso em flagrante. Uma segunda pessoa envolvida no tráfico foi presa em um apart-hotel no mesmo bairro. A droga aguardava ser despachada para Israel.
Ainda de acordo com a Polícia Federal de São Paulo, ela vinha trabalhando em cooperação internacional com a polícia israelense, após a localização de uma carga, em Israel, e que havia sido embarcada no Brasil - em São Paulo. Cerca de 500 quilos do entorpecente estavam escondidos em rolamentos de maquinário. 
A suspeita é de que o envio inicial tenha sido um teste para verificar a possibilidade de despacho da droga dessa maneira, o que seria feito agora, com a remessa de 560 quilos. As investigações prosseguem, em busca de outros envolvidos nessa conexão (Bolívia/Brasil/Israel).
AEROPORTO
Enquanto isso, no Aeroporto Internacional de São Paulo em Guarulhos, a Federal  apreendeu com uma sul-africana e um angolano quase quatro quilos de cocaína. A passageira sul-africana, 39 anos, já estava no setor de imigração quando funcionários, que operam o raio-x, identificaram em sua bagagem de mão algo oculto em um fundo falso. Os policiais foram acionados e acharam quase dois quilos de cocaína distribuída em dois volumes. A droga tinha como destino a cidade de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.
No saguão de embarque, outra equipe de policiais abordou um angolano que iria embarcar para Maputo, no Moçambique. O passageiro, de 37 anos, é solicitante de refúgio no Brasil. Durante busca pessoal e revista das bagagens foram localizados mais de dois quilos de cocaína escondidos em fundos falsos de duas mochilas.     Os presos foram conduzidos aos presídios estaduais, à disposição da Justiça.