segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

CELEBRIDADES NÃO TEM MOSTRADO COMPROMISSOS COM O POVO SENÃO MANIPULAÇÃO ESTAMPADA E APOIO DE IDEAIS UTÓPICOS NUNCA ÚTEIS PARA ELES MESMOS. APOIAM O DISCURSO DESCARADO DE ISLAMITAS E PSEUDO-SOCIALISTAS ENQUANTO DESPREZAM CADA SOFREDOR EFETIVAMENTE PRÓXIMO


CELEBRIDADES NÃO TEM MOSTRADO COMPROMISSOS COM O POVO SENÃO MANIPULAÇÃO ESTAMPADA E APOIO DE IDEAIS UTÓPICOS NUNCA ÚTEIS PARA ELES MESMOS. APOIAM O DISCURSO DESCARADO DE ISLAMITAS E PSEUDO-SOCIALISTAS ENQUANTO DESPREZAM CADA SOFREDOR EFETIVAMENTE PRÓXIMO

MUNDO
Artistas rejeitam participar da festa de posse de Trump
Opositores podem organizar show alternativo com celebridades para tentar ofuscar a cerimônia








POR HENRIQUE GOMES BATISTA E CORRESPONDENTE

01/01/17 - 04h30 | Atualizado: 01/01/17 - 07h21

WASHINGTON — As Rockettes — tradicionais dançarinas do grupo formado em 1925, que se apresentam na Radio City de Nova York e vivem seu auge no Natal — foram um dos destaques das duas posses de George W. Bush, em 2001 e 2005. E agora receberam novamente o convite para participar da festa de Donald Trump. Ao invés de o chamado ser considerado uma honra, virou alvo de controvérsia: diversas dançarinas se recusaram a ir a Washington, outras aceitaram por medo de perderem o emprego, e o caso virou uma polêmica envolvendo o sindicato da categoria e a empresa.

Artistas estão dando as costas à posse em protesto ou por não concordarem com as ideias de Trump. O fenômeno é novo. Muitos americanos têm verdadeira fixação pelos presidentes, que se reflete em filmes, músicas, seriados e livros. O ápice da admiração é a festa da posse, da qual artistas costumam sonhar participar. Mas não em 2017, com o controverso Trump.

Sites especializados se divertem com a lista de artistas que se recusaram a participar do momento histórico, em 20 de janeiro: o tenor Andrea Bocelli, o grupo Kiss, a cantora Celine Dion, o rapper IceT, o cantor Elton John, o astro country Garth Brooks e até o grupo de adolescentes Chainsmokers. Confirmados, até o momento, apenas as Rockettes e um grupo de coral mórmon — com a defecção de uma cantora que saiu em protesto. O próprio Trump já comentou isso no Twitter:


“Veja o que elas (as celebridades) fizeram por Hillary, NADA. Eu quero o POVO”, escreveu há poucos dias

De fato, durante a campanha, estrelas como Beyoncé, Lady Gaga, Jennifer Lopez, Katy Perry e Jon Bon Jovi participaram de atos em prol de Hillary Clinton e o apoio não impediu que ela perdesse as eleições, apesar de ter vencido na contagem popular com uma vantagem de 2,8 milhões de votos. Sites dizem, inclusive, que grupos de progressistas estariam tentando reunir parte destes artistas para fazer um show gratuito em Miami no dia 20, para competir com a posse. O evento se chamaria “Nós, o povo”. Resta saber onde ele estará em maior número.








Veja Também

Trump deixa de usar período pós-vitória para curar feridas dos EUA e aumenta divisões


No último dia do ano, Trump alfineta adversários e Obama avalia gestão




ÚLTIMAS DE MUNDO

Vídeo mostra atirador em ataque à boate em Istambul


Trump irá revogar atos de Obama no primeiro dia de mandato, diz assessor


VÍDEO Imagens de câmeras de segurança mostram o momento do ataque terrorista em Istambul


© 2017 Todos os direitos reservados
a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.