segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Parabéns Nações de Iehouah


França

Mil apoiantes de Israel manifestam-se em Paris

Pelo menos mil pessoas reuniram-se, em Paris, a pedido das instituições judaicas francesas, para protestarem contra a conferência internacional sobre o conflito israelo-palestiniano.
"Viemos dizer que ninguém pode impor a Israel um estatuto diferente daquele que foi escolhido democraticamente e que a paz só pode ser o resultado de negociações diretas, como foi o caso do Egito e da Jordânia", disse Francis Kalifat, presidente do conselho representativo das instituições judaicas de França.
"Como é que não se pode compreender que este é o mesmo ódio que matou em Nice, em Berlim e em Jerusalém quatro jovens de 20 anos?", questionou, referindo-se ao ataque do passado dia 8 em Israel.
Para o presidente do Consistório Central de Israel em França, Mergui Joel, a paz vai acontecer assim que os palestinianos pararem com o terror, reconhecerem o Estado de Israel e Jerusalém como a sua única e indivisível capital.
Um deputado da direita francesa, Pierre Lellouche, acabou vaiado pela multidão quando defendeu a "solução de dois Estados".
No protesto, que se realizou junto à embaixada de Israel em Paris, muitos manifestantes empunhavam cartazes onde se podia ler "Foco em Israel", "O Iraque 500 000 mortos. Uma Conferência de Paris?", "Darfur 330 000 mortos. Uma Conferência de Paris?".