sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

A administração Trump volta estar envolta em polémica. Desta vez foi a assessora do Presidente norte-americano, Kellyanne Conway, que, em entrevista ao canal MSNBC, defendeu as novas medidas restritivas de imigração, que limita a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana, recorrendo ao caso do massacre ‘Bowling Green’. O problema é que este caso nunca aconteceu. Durante a entrevista, conduzida por Chris Matthews, e que foi para o ar esta quinta-feira à noite, Kellyanne Conway recordou o caso Bowling Green, em que dois cidadãos iraquianos radicalizados, inseridos no programa de refugiados, teriam conduzido um massacre no Kentucky, em 2011. Só que o incidente não aconteceu da forma como a assessora norte-americana o referiu na entrevista. O que aconteceu nesse ano em Bowling Green, no estado do Kentucky, foi a detenção de dois homens de origem iraquiana, que tentavam enviar armas e dinheiro para a Al-Qaeda, no Iraque. Foram depois condenados à pena perpétua por esses crimes.









ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA»PRESIDENTE TRUMP

PRESIDENTE TRUMP
Assessora de Donald Trump defende anti-imigração com caso que nunca aconteceu
HÁ 2 HORAS
11


Kellyanne Conway, uma das assessoras de Donald Trump, vive momentos de forte contestação depois de ter defendido as medidas anti-imigração com o caso do massacre 'Bowling Green' - que nunca aconteceu.
Partilhe



Kellyanne Conway é o centro da mais recente polémica da administração Trump

Getty Images

Autor
Observador
Email

Mais sobre
BARACK OBAMA
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
IMIGRAÇÃO
MUNDO
POLÍTICA
PRESIDENTE TRUMP
SOCIEDADE
AMÉRICA


A administração Trump volta estar envolta em polémica. Desta vez foi a assessora do Presidente norte-americano, Kellyanne Conway, que, em entrevista ao canal MSNBC, defendeu as novas medidas restritivas de imigração, que limita a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana, recorrendo ao caso do massacre ‘Bowling Green’. O problema é que este caso nunca aconteceu.

Durante a entrevista, conduzida por Chris Matthews, e que foi para o ar esta quinta-feira à noite, Kellyanne Conway recordou o caso Bowling Green, em que dois cidadãos iraquianos radicalizados, inseridos no programa de refugiados, teriam conduzido um massacre no Kentucky, em 2011. Só que o incidente não aconteceu da forma como a assessora norte-americana o referiu na entrevista. O que aconteceu nesse ano em Bowling Green, no estado do Kentucky, foi a detenção de dois homens de origem iraquiana, que tentavam enviar armas e dinheiro para a Al-Qaeda, no Iraque. Foram depois condenados à pena perpétua por esses crimes.


Kellyanne Conway argumenta que o caso nunca foi conhecido, porque ninguém o noticiou desta forma. “A maioria das pessoas não sabem, porque nunca foi noticiado”, insistiu. Mas, na altura, o próprio departamento federal de Justiça do país emitiu um comunicado a explicar o caso e onde se pode ler, inclusive que os dois homens “não foram acusados de planear ataques dentro dos Estados Unidos da América”. No mesmo processo, ambos os arguidos admitiram terem participado em ataques contra tropas americanas, mas no Iraque e nunca em solo norte-americano. E foi por isso que Barack Obama, então presidente norte-americano, ordenou a suspensão do programa de refugiados vindos do Iraque, por seis meses.

Pode ver aqui, a entrevista, onde se insere a polémica afirmação da assessora de Donald Trump, Kellyanne Conway. A afirmação que está a causar tantas ondas de choque surge ao minuto 2:50.






Relacionado
Trump assina medidas extremas contra terroristas


PARTILHE


COMENTE
11Comente e partilhe as suas ideias

SUGIRA
Proponha uma correção, sugira uma pista:observador@observador.pt

RECOMENDAMOSSÉRIES
South Park vai deixar de 'brincar' com Trump
Há 2 horasPRESIDENTE TRUMP
Trump para nº 2 da CIA envolvida em torturas
Há 2 horasPRESIDENTE TRUMP
Portugal responde a Trump com vídeo viral
3/2/2017, 11:191.057
25PRESIDENTE TRUMP
Trump quer tirar "trancas à porta" pós-Lehman
3/2/2017, 10:32PRESIDENTE TRUMP
Donald Trump recua sobre Israel e Rússia
3/2/2017, 8:51
24PRESIDENTE TRUMP
Parlamento debate condenação de política de Trump
3/2/2017, 8:09

POPULARESDONALD TRUMP
Parlamento condena Trump (mas não foi fáci)
Há 2 horas136
22MOÇAMBIQUE
Moçambique entra em incumprimento financeiro
3/2/2017, 12:06MOÇAMBIQUE
Moçambique. Fim da mediação nas negociações de paz
3/2/2017, 11:48JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS
Angola. José Eduardo dos Santos não se recandidata
3/2/2017, 10:41ALEMANHA
Sondagem dá partido de Schulz mais perto de Merkel
3/2/2017, 9:48FRANÇA
Louvre: grita "Alá é grande" e esfaqueia militar
EM ATUALIZAÇÃO530
42

ÚLTIMASUTAO
Menos mil milhões de investimento garantem défice
Há uma horaFINANÇAS PÚBLICAS
Portugal volta a emitir dívida de longo prazo
Há 2 horasFUTEBOL
Morreu Amândio de Carvalho, ex-vice da FPF
Há 2 horasBENFICA
Benfica garante que nunca quis contratar Coates
Há 2 horasMOÇAMBIQUE
Moçambique. Ajuda prossegue, mesmo com 'default'
Há 2 horasÍLHAVO
Duas das pessoas arrastadas pelo mar tiveram alta
Há 2 horas

VEJA AGORA









OBS LAB
Seguro de vida? O que é?


O seguro NETVIDA da MAPFRE SEGUROS é um seguro que privilegia a vida, numa altura em que há cada vez mais doenças graves a atingir a população, em qualquer idade. Conheça as vantagens associadas.

ÚLTIMAS / MUNDO

Assessora de Trump conta caso que não existiu12:58


Holanda conta votos à mão para evitar ciberataques12:51


South Park vai deixar de 'brincar' com Trump12:43


Parlamento condena Trump (mas não foi fáci)12:42


Moçambique. Ajuda prossegue, mesmo com 'default'12:34


Trump para nº 2 da CIA envolvida em torturas12:34


Moçambique entra em incumprimento financeiro12:06

CONVERSAS À QUINTA


Hungria, da revolução de 1956 a Viktor Orbán
GUARDE E LEIA MAIS TARDE


Adicione artigos à sua lista de artigos guardados, clicando no ícone por baixo do título. Para aceder à lista, clique em “Artigos guardados”, a partir da sua foto de utilizador colocada no canto superior direito do ecrã.

Trazido por

O Santander Totta valoriza o seu tempo.
OPINIÃO

Os inimigos dos nossos inimigosRui RamosHoje

A revolta dos deserdados da globalizaçãoHelena GarridoOntem

Espanto e choque. O que fazer face a TrumpJosé Manuel Fernandes31 Janeiro

A ideologia alemãMiguel TamenHoje

Volkswagen e Samsung, líderes depois da crise: José Crespo de Carvalho - ConvidadoHoje

A auto-estrada da mediocridadePedro Batista e Silva - ConvidadoHoje

Por mares já outrora navegadosRicardo Ferreira ReisOntem

De Trump a CostaPaulo TunhasOntem

Resposta a Luís Aguiar-ConrariaAlexandre Homem CristoOntem

Um ‘Silêncio’ ensurdecedorP. Gonçalo Portocarrero de Almada - ConvidadoOntem

Bem-vindo à realidadeFernando Leal da Costa - ConvidadoOntem

Tolerância e inclusão no país das oportunidades?Nuno Sebastião - ConvidadoOntem






MAIS POPULARES

17 refugiados que fizeram a América "great"01 de Fevereiro

PS, PSD e Bloco querem condenar políticas de Trump01 de Fevereiro

EUA vão entrar em guerra com a China. "Sem dúvida"02 de Fevereiro

Acordo com Austrália. De idiota a morto em horas02 de Fevereiro

Portugal responde a Trump com vídeo viral03 de Fevereiro

Guterres: medidas de Trump "devem ser removidas"01 de Fevereiro

Louvre: grita "Alá é grande" e esfaqueia militar03 de Fevereiro

De Trump a Costa02 de Fevereiro
FOTOGALERIA EM DESTAQUE





Os Jogos Olímpicos do Rio foram no verão. Mas o estádio Maracanã já está ao abandono





VIDEOS MAIS VISTOS
AO VIVO
A doce melancolia de Luísa Sobral
TECNO
Colunas YOYO, estilo e som controlado por gestos
UMA CAUSA UM MINUTO
Uma causa, um minuto: Casa de Acolhimento para Crianças Refugiadas
OBS LAB
Seguro de vida? O que é?
OS NÚMEROS DO TOVAR
O primeiro zero do Benfica na época 2016-17

Saiba o que é o “testamento vital”

EXPLICADOR
PSOE sem líder. PP cauteloso. É agora, Espanha?

A crise no PSOE significa que haverá novo governo em Espanha?
E o que dizem os outros partidos da crise no PSOE?
A demissão de Sanchez representa o seu fim político?
E o que se segue no PSOE? Quando há eleições primárias?
Pedro Sánchez pode recandidatar-se à liderança do PSOE?
E quais são os possíveis candidatos à liderança do PSOE?
No PP, Rajoy fica ou abre espaço para Feijóo?
Já começam as pressões para um novo referendo na Catalunha. A tensão vai voltar a subir?
Como Bruxelas vê a crise política em Espanha?
E como anda a saúde da economia espanhola sem governo?


PODCASTS


Conversas à quinta

Programa de conversa semanal moderado por José Manuel Fernandes, com Jaime Nogueira Pinto e Jaime Gama.
Subscrever

Ao Vivo
Subscrever

Entrevista
Subscrever

Eventos
Subscrever





Rua Luz Soriano, n.º 67, 2º Esq.
1200-246 Lisboa

© 2017 Observador On Time

Seguir
Facebook
Twitter
LinkedIn
Tumblr
Instagram
Youtube
Google+
RSS

Sobre
Política de Privacidade
Termos e Condições
Como anunciar
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Regras da Comunidade
Contactos
Ajuda

Descobrir
Autores
Tópicos
Newsletters
Eventos
Conversas
Podcasts

Instale a nossa App

Disponível gratuitamente para iPhone, iPad, Apple Watch e Android