sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

CHEGA DE INTELECTUAIS ANTISSEMITAS NO NOSSO MEIO. SEJAM COMO GRILOS OU CIGARRAS. CHEGA DE JUDEU ASSADO, FRITO, COZIDO, VIOLENTADO, TORTURADO E INCINERADO. ASSUMA ISRAEL OU SUMA DE ISRAEL.

SHABAT SHALOM!
Sputnik Brasil
versões regionais

BUSCA




'Israel se move rapidamente em direção a um Estado de apartheid'
ORIENTE MÉDIO E ÁFRICA
14:23 17.02.2017(atualizado 14:30 17.02.2017)URL curta
3383402
Em entrevista coletiva com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, o presidente norte-americano Donald Trump disse que os Estados Unidos não mais insistiriam na criação de um Estado palestino. A Sputnik International discutiu o assunto com Menachem Klein, professor de ciência política na Universidade Bar-Ilan de Israel.




© AFP 2016/ AHMAD GHARABLI
Trump manda recado 'sutil' a Israel contra construção de novos assentamentos na PalestinaQuando questionado sobre sua posição a respeito dos assentamentos israelenses em territórios palestinos, Trump pediu a Netanyahu que "retivesse os assentamentos por um tempo". Por sua vez, Netanyahu disse esperar "chegar a um entendimento" com o presidente norte-americano sobre a questão.



"Depois de ver o presidente Trump, Netanyahu disse que não iria restringir a expansão dos assentamentos de Jerusalém, então em Jerusalém veremos mais assentamentos e nada do que Trump solicita", disse Klein em entrevista à Sputnik International.

Quando perguntado sobre sua opinião geral sobre Trump e a decisão do magnata de descartar décadas de apoio dos EUA a um Estado palestino independente, o professor afirmou que o presidente era "ignorante sobre os detalhes e a história das negociações israelo-palestinas".

"Ele disse recentemente que os palestinos deveriam reconhecer Israel, mas os palestinos reconheceram Israel em setembro de 1993. O que ele está dizendo é: 'Eu tenho muitas coisas para fazer em casa, então vá e negocie, é isso. Tudo com que você concordar, eu vou apoiá-lo'”, disse Klein, referindo-se à atitude de Trump diante de Israel.



HOST PHOTO AGENCY
Palestina pede intervenção de Putin para impedir embaixada dos EUA em JerusalémO professor observou ainda que Israel é muito mais poderoso do que a Palestina e quer ditar seus termos para o outro lado sem quaisquer terceiras partes tentando alcançar um equilíbrio.



"Isso não levará a um acordo. Os palestinos não irão a lugar nenhum e Israel eventualmente enfrentará um problema demográfico ou uma fórmula de uma-pessoa-um-voto, e a opção de dois Estados voltará à mesa", opinou.

Sobre a decisão de Trump de transferir a embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém, o professor disse que muitos chefes de Estado árabes alertaram Washington a reconsiderar a medida, argumentando que a questão de Jerusalém é ainda mais séria do que a dos assentamentos judaicos.

"É um ato simbólico, mas ainda é muito importante", explicou Klein.

Enquanto isso, porém, sinais vindos de Washington parecem indicar que a transferência da embaixada pode não acontecer tão cedo.

A política dos Estados Unidos oficialmente diz que a embaixada do país em Israel deve ser transferida para Jerusalém. No entanto, os presidentes anteriores dos EUA optaram por não prosseguir com a transferência, usando uma dispensa presidencial a cada seis meses. A última delas expirará em 1º de junho, e não está claro se Trump poderia transferir a embaixada antes disso.

"Talvez em junho, quando israelenses e judeus em todo o mundo estiverem celebrando o 50º aniversário da ocupação israelense de Jerusalém, Trump decidirá dar esse presente a Bibi [Netanyahu]", observou o professor Klein.



© AFP 2016/ SAUL LOEB
Trump promete trabalhar em 'grande acordo de paz' entre Israel e PalestinaEle acrescentou ainda que para Israel a mudança da embaixada dos EUA para Jerusalém significaria o reconhecimento oficial de Jerusalém como parte do Estado judeu e a anexação israelense da cidade.



Klein disse ainda que a solução de dois Estados permanece possível, mas não fácil.

"A única maneira para que a solução de um Estado se torne viável é que Israel se torne um Estado de apartheid, e os israelenses estão agora indo muito rapidamente em direção a um Estado de apartheid. Quanto à opinião pública, ela vai mudar dependendo das circunstâncias. Aqui muito depende dos palestinos, que estão passivos agora", afirmou o professor.



...
02
Links patrocinados Recomendado Para Você

Você sabia que usando 2h do seu dia com 10% do seu capital pode mudar seu futuro financeiro?Trovo Academy

Emagrecimento exagerado choca blogueira que testou novo métodoCorpo e Saúde

Acelere o crescimento do seu cabeloBlog Conversa de Homem

por taboola

.

Trump promete trabalhar em 'grande acordo de paz' entre Israel e Palestina

Onde estão os S-400 russos enquanto Israel bombardeia Síria?

Opinião: resposta de Trump à afronta contra Putin foi dura e inesperada



Mais:Opinião: transferência das Colinas de Golã para Israel arruinará progresso da paz na SíriaOpinião: Trump começa a dar reviravolta de suas políticas relacionadas a IsraelTrump quer abandonar 'solução de dois Estados' em IsraelMoscou censura Israel em defesa da Palestina
Tags:
apartheid, solução de dois Estados, embaixada, assentamentos, Donald Trump, Benjamin Netanyahu, Menachem Klein, Jerusalém, EUA, Palestina, Israel
Padrões da comunidadeDISCUSSÃO
COMENTAR NO FACEBOOKCOMENTAR NA SPUTNIK


NOTÍCIAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
MAIS LIDAS
MAIS DISCUTIDO

17:58Terroristas do Daesh executam 200 prisioneiros de facções rivais na Síria
17:53Lula convoca militância: '2017 é o ano para recuperar imagem do PT' (VÍDEO)
17:51'Blocos soviéticos' se espalham pelo Brasil em homenagem aos 100 anos da Revolução Russa
17:14China: Relações com a Rússia são base para a segurança global
16:38Explosão na Turquia deixa ao menos três pessoas mortas e 10 feridosTodas as notícias


MULTIMÍDIA
FOTOS
CHARGES
INFOGRÁFICOS

Vencedores do concurso Fotógrafo Subaquático do Ano revelam beleza aquática mundial


SIGA A SPUTNIK
FACEBOOK
TWITTER




NOTÍCIASBrasilRússiaMundo
Europa
Américas
Oriente Médio e África
Ásia e OceaniaEconomiaSociedade
Ciência e tecnologia
Cultura
Esportes
Mundo insólitoDefesaOPINIÃOMULTIMÍDIAFotosVídeosInfográficosChargesRÁDIOProgramasEntrevistasOnde nos ouvirSPUTNIKQuem somosAplicativo móvelTermos de UsoContato
© 2017 Sputnik. Todos os direitos reservados

×
Sputnik NewsSputnikFREE - In Google PlayVIEW