terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

É o nome Yehowah uma “junção da palavra Adonai sobreposta ao tetragrama” ?

É o nome Jeová uma “junção da palavra Adonai sobreposta ao tetragrama” ?

 
 
 
 
 
 
Rate This

 

Observação.: Este artigo é mais aprofundado, para saber o básico sobre o Nome Jeová e ter uma explicação mais ampla sugerimos que vá nesta página para entender o elementar, a fim de não “pegar o bonde andando”.
Muitos têm repetido as declarações acima. A saber, que o Nome JEOVÁ  é uma vocalização inventada, uma “junção das vogais de adonay ou Elohim” para se formar o Nome. Alguns chegam ao ponto de citar as próprias publicações das Testemunhas de Jeová, onde se afirma que não se sabe como era pronunciado o Nome, uma vez que nos manuscritos em hebraico temos apenas as consoantes. Antes de dizer qualquer coisa, quero ressaltar que a pronúncia exata do Nome de Deus não deveria ser desculpa para se evitar seu uso tanto nas traduções da Palavra de Deus quanto na conversa diária. Dizer que a pronúncia exata é a que deve ser usada não leva em consideração que os escritores inspirados do chamado “Novo Testamento”, ao escreverem em grego, não preservaram a pronúncia original dos nomes dos servos de Deus do chamado “Velho Testamento”, mas usaram seus equivalentes em grego. (Para detalhes adicionais veja este artigo.)
Até mesmo hoje, o nome “Jesus” é pronunciado de diferentes formas dependendo do país onde você esteja. Em grego os apóstolos chamavam Jesus de Iesous. Ninguém jamais diria que eles estavam errados e que deveriam pronunciar o nome Jesus exatamente assim como os judeus pronunciavam.
Portanto, a pronúncia exata do Nome de Deus não é desculpa para se evitar usar esse nome. Alguns recorrem a essa argumentação bem como a outras desculpas que não convencem. Por exemplo, Maria, a mãe de Jesus, era chamada “Miriam”, tanto por Jesus como pelos vizinhos judeus que falavam hebraico; e, como sabemos, ninguém hoje que professa a veneração de Maria defende que a chamem de “Miriam”. Se fôssemos usar a mesma pronúncia que os judeus usavam, então jamais diríamos “Jeremias” e “Isaías”, mas sim Yermiáhu e Yeshayahu. O mesmo aconteceria com centenas de nomes encontrados nas Escrituras e hoje pronunciados de forma totalmente diferente.
Portanto, podemos afirmar com certeza que os que criticam o Nome “Jeová” como sendo uma pronúncia errada não usam PARA OUTROS NOMES HEBRAICOS a regra ilusória e fantasiosa  que eles mesmos exigem que outros usem.
Se alguém não costuma usar o nome e nem sabe o nome de uma pessoa, como poderia dizer que esta é seu “amigo”? De fato, Jesus disse: ‘O mundo não veio a conhecer a Deus.’ – João 17:25.
Tais palavras, registradas no capítulo 17 de João, se mostram verdadeiras. No mesmo capítulo, Jesus disse, em João 17:26:
E eu lhes tenho dado a conhecer o teu nome e o hei de dar a conhecer.” E pouco antes ele havia dito no verso 6:
Tenho feito manifesto o teu nome aos homens que me deste do mundo.”
Recentemente, percebi que um estudo mais detido e mais aprofundado acerca do Tetragrama parece evidenciar que algumas declarações aceitas de modo quase que universal podem estar equivocadas. E se alguém tiver algo a dizer, fique à vontade para postar aqui nesta página.
Observe o que disse certa página crítica do Nome “Jeová”:
“QUANDO SURGIU O NOME JEOVÁ?
“No hebraico moderno do século VI depois de Cristo, os Massoretas colocaram os sinais das vogais adonay nas consoantes do tetragrama, daí em diante que os clérigos católicos começaram a tentar escrever o nome divino: Iahweh, Jehovah, Iavé e Jeová.”
A declaração acima pode estar  errada. Muitos eruditos acreditam que o nome ”Jeová” é uma forma hibrida “inventada tardiamente” no tempo dos Massoretas, entre 600 E.C. – 1100 E.C.,  e até mesmo Raimundo Martini (c. 1220-1287), o dominicano, argumentou que a pontuação do Nome de Deus foi adicionada por Ben Naphtali e Ben Asher por volta de 900-960.  Atualmente, afirma-se que a chamada “forma hibrida” é derivada da combinação das letras latinas JHVH com as vogais de Adonai. Contudo, há evidências de que a forma “Jeová” já estava presente foneticamente em textos gregos e semíticos durante a antiguidade tardia.
Observe o que diz George Wesley Buchanan Professor Emérito do Novo Testamento :
Esta [Yehowah] é a pronúncia correta do tetragrama, como pode-se ver claramente na pronúncia de nomes próprios no primeiro Testamento (PT), poesias, documentos aramaicos do 5º século, traduções gregas do Nome no Rolo do Mar Morto  e nos Pais da Igreja.” (George Wesley Buchanan, “The Tower of Siloam”, The Expository Times 2003; 115: 37; pp. 40, 41)
Encontramos a forma “Jeová” escrita Ιεωά  em textos gregos do 2º e 3º séculos E.C. 
 The Grecised Hebrew text “εληιε Ιεωα ρουβα“ é interpretado como significando ”meus Deus Ieoa é mais poderoso”.  – “La prononciation ‘Jehova’ du tétragramme”, O.T.S. vol. 5, 1948, pp. 57, 58. [Papiro Grego CXXI ” PISTIS SOPHIA”  (do 3º séc.), Biblioteca do Museu Britânico.] 
Uma coisa é certa: após essas e muitas outras citações, fica claro que muito antes dos Massoretas a forma IeHoWah já era usada, o que torna a afirmação do site acima, no mínimo, uma impossibilidade histórica.
Charles William King, citando a obra “Na interpretação” (do 2º século), encontra o Nome na forma ΙΕΗΩΟΥΑ – que, segundo Charles – “se cada vogal grega for lida com o verdadeiro som grego”, veremos o que ele chama de  “a correta representação da pronúncia hebraica da palavra Jeová”.Charles William King,The Gnostics and their remains: Ancient and Mediaeval (1887), pp. 199-200. (Clique aqui para ver os escritos de William King.)
Um trecho interessante da Obra de William King escrito em 1887 reza:
“O NOME ΙΑΩ.
Diodoro Sículus, ao enumerar os diferentes legisladores da antiguidade, diz: “Entre os judeus Moisés fingiu que o [verdadeiro] Deus de sobrenome Iao dera suas leis” (i. 94). E isto é elucidado pela observação de Clemente de Alexandria, que o Tetragrama hebraico, ou nome místico, é pronunciado ΙΑΟΥ, e significa ”Aquele que é e será”. Teodoreto afirma que as mesmas quatro letras foram pronunciadas pelos samaritanos como ΙΑΒΕ (Jave); pelos judeus como ΙΑΩ. Jeronimo (no Salmo viii, diz: “O Nome do Senhor entre os hebreus é de quatro letras, Iod, He, Vau, He, que é propriamente o nome de Deus, e pode ser lido como ΙΑΗΟ (Iaho) (que é em caracteres latinos), que é considerado pelos judeus impronunciável.” O autor de “Tratado sobre Interpretação” diz: ”Os egípcios  expressam o nome do Ser Supremo pelas sete vogais gregas ΙΕΗΩΟΥΑ,  que explica suficientemente a poderosa potência atribuída a esta fórmula pelo autor inspirado do “Pistis-Sophia”, e igualmente assim seu  frequente aparecimento em talismãs agora sob consideração.”
Tem se afirmado em publicações de referência e obras respeitadas que o Nome Jeová é uma sobreposição ao Tetragrama das vogais da palavra Adonai. Até mesmo a obra Estudo Perspicaz das Escrituras repete essa declaração (Veja a nota *). Veja um exemplo na Encyclopedia Judaica (em inglês, volume 7, Jerusalém, Israel, Publishing House, 1971), que na página 680 declara:
Cedo na era da idade média, quando o texto consonantal da Bíblia foi suprido com pontos vocálicos para facilitar a leitura correta tradicional, os pontos vocálicos para Adonai com uma variação – um sheva com o primeiro yod  de YHWH ao invés do hateph patah sob o Alef de Adonaiforam usados para YHWH, assim produzindo a forma YeHoWaH.
Como vimos, essa declaração ignora documentos primitivos que já usavam a forma “Jeová” (YeHoWaH) em textos gregos e semíticos. Alguns eruditos apaixonados pela pronúncia “Javé” (ou YahWeH ) chamam a forma YeHoWaH uma “impossibilidade filológica”, como podemos ver na obra de  R. Laird Harris – “A pronúncia do Tetragrama” –,  bem como na edição de  John H. Skilton , The Law and the Prophets (A Lei e os Profetas): Old Testament Studies Prepared in Honor of Oswald Thompson Allis (Presbyterian and Reformed, 1974), 224. O argumento da “impossibilidade filológica” baseia-se na premissa de que o Tetragrama foi sobreposto às vogais de Adonai. Os eruditos não estão em total acordo a respeito do porque יְהוָה no texto massorético não é pontuado exatamente com as vogais de Adonai.
O Léxico Brown-Driver-Briggs afirma de modo equivocado que a pronúncia “Jeová” era desconhecida até 1520, quando então foi introduzida por Galatinus (cujo nome completo era Pietro Colonna Galatino ), e que este defendia o uso da pronúncia “Jeová”. Ocorre, porém, que em 1270 na obra Pugio Fidei, de Raimundo Martini, o nome “Jeová” já aparecia.
Segundo alguns judeus, várias fontes primitivas apoiam essa conclusão:
Podemos citar “Jehovistas”, ou defensores da pronúncia “Jeová” (ou JeHoWaH ), tais como Nehemia Gordon (clique aqui para ver um artigo deste a respeito do Nome e a pontuação), que auxiliou na tradução do Rolo do Mar morto, e muitos eruditos tais como  Michaelis, Drach, Stier, William Fulke (1583), Johannes Buxtorf, seu filho Johannes Buxtorf II, e John Owen (século 17); Peter Whitfield e John Gill (século 18); John Moncrieff  (século 19); e mais recentemente Thomas D. Ross, G. A. Riplinger, John Hinton, e Thomas M. Strouse (século 21).
Alguns dos mencionados acima, como, por exemplo, John Gill, defenderam, no século 18, a ideia de que os pontos vocálicos “foram inspirados por Deus” e que a forma “IeHoWaH” também foi inspirada e transmitida até os nossos dias. Parece claro, contudo, que isso não é correto. Os Mss do mar Morto, descobertos depois dessa pesquisa de John Gill, não possuíam “sinais vocálicos”. A alegação de que “é impossível ler o texto sem saber nada sobre vogais” parece muito equivocada em vista da ausência de vogais mesmo no hebraico moderno falado em Israel e o sistema abjade encontrado em muitos mss antigos e línguas do Oriente Médio.
Como vimos, a Enciclopédia Judaica deixa de mencionar a forma mais frequente de pontuar o nome de Deus, a saber, YeH-WaH. De modo similar, a The International Standard Bible Encyclopedia, editada por Geoffrey W.Bromiley, na página 507 afirma que os massoretas “deixaram as consoantes para YahWeh no texto, mas colocaram com estas as vogais para Adonai, a, o, a”. Como vimos, tal afirmação pode estar errada. As vogais exatas que correspondem à palavra Adonai sequer são usadas. (CONFIRA AQUI)
Observe no texto hebraico abaixo (Exodo 3:15) como não se usa as mesmas vogais de Adonay no tetragrama. Antes o Nome de Deus aparece vocalizado para ser lido Yehwah.

יְהוָה

Acredito que pode ser um equivoco crer que o Nome “Jeová” possa ser uma sobreposição das vogais de Adonai ao Tetragrama (IHVH). Isto se dá, visto que tal afirmação feita por muitos eruditos, tais como o Erudito Barker em seu livro The Lord Almighty, não se harmoniza com a evidência. (CLIQUE aqui para ver artigo defendendo a tese de que a forma YeHoWaH é mais primitiva do que se pensa.)
Há 2000 anos, não se usavam pontos massoréticos ou sinais vocálicos no texto hebraico das Escrituras Sagradas na porção conhecida hoje como o “Velho Testamento” (ou Escrituras Hebraicas). Os textos hebraicos atuais usam a massorah ou sinais vocálicos produzidos pelos massoretas a fim de se saber quais sons eram originalmente usados na leitura da Palavra de Deus. Por volta de 600 E.C. em diante passou-se a usar tais sinais vocálicos. Quando os judeus massoretas foram vocalizar o Tetragrama, usaram a forma Yehwah amplamente. Para uma avaliação, observe, por exemplo, o livro de Gênesis. No texto massorético hebraico da Bíblia Hebraica Stuttgartensia, das milhares de  vezes em que o Nome de Deus, o Tetragrama, aparece, 12 vezes é pontuado para se ler Yehovah, 305 vezes Yehwih e uma vez em Gênesis 2:16 é incerto. Na maioria dos textos (6.518 vezes) onde ocorre o tetragrama no B19 usa-se a vocalização “Yehwah”.
Exodus  3:15   שמות  no códice de Leningrado

יֹּאמֶר֩ ע֨וֹד אֱלֹהִים אֶל־מֹשֶׁה כֹּֽה־תֹאמַר֮ אֶל־בְּנֵי יִשְׂרָאֵל֒ יְהוָה

אֱלֹהֵי אֲבֹתֵיכֶם אֱלֹהֵי אַבְרָהָם אֱלֹהֵי יִצְחָק וֵאלֹהֵי יַעֲקֹב שְׁלָחַנִי

אֲלֵיכֶם זֶה־שְּׁמִי לְעֹלָם וְזֶה זִכְרִי לְדֹר דֹּֽר׃

O que fica evidente neste mapeamento da vocalização do Tetragrama é que o “e” na palavra Yehwah é um sheva e não um hateph Patah, que ocorre na primeira sílaba da palavra “Adonai”. Em “Adonai” temos um hateph patah, um holem e um qamets.
HEBRAICO(STRONG’S #3068)
YEHOVAH
יְהֹוָה
HEBRAICO (STRONG’S #136)
ADONAY
אֲדֹנָי
יYodYאAlephglottal stop
ְ sheva simplesEֲHataf patahA
הHeHדDaletD
ֹHolamOֹHolamO
וVavVנNunN
ָQamatsAָQamatsA
הHeHיYodY
Freedman e O’Conor apresentam a seguinte explicação para essa diferença:
Os Massoretas, contudo, não supriram a pontuação vocálica exata para sua pronúncia, que teria resultado na forma Yahowa. Esta forma resultaria na violação do próprio tabu que eles procuravam observar se a primeira silaba contivesse a vogal a.” Em Yehwah temos um sheva na sílaba inicial.
De fato, tal argumento parece indicar, por outro lado, uma tendência de se evitar até mesmo pronunciar a forma Ya ou . É bem conhecido que os mais antigos mss da LXX contêm o Tetragrama em caracteres gregos vertidos na forma IAO. Esta pode ser muito bem a pronuncia original do Nome de Deus. Tal forma IAO é usada em outras obras gregas da época.
Isso talvez explique o porquê dos massoretas evitarem sobrepor “Adonai” ao Tetragrama pra se ler Yahovah. Ao mesmo tempo, caso tal conclusão esteja equivocada, nos revela que o Nome “Jeová” pode não ser a sobreposição das vogais de “Adonai” ao Tetragrama.
*A organização de Jeová não é contra a pesquisa independente, como alegam alguns opositores das Testemunhas de Jeová. Pelo contrário, a organização incentiva a busca do conhecimento. O que não pode ser tolerado é a imposição de visões particulares ou entendimentos pessoais acerca de doutrinas claramente  apresentada nas Escrituras. Querer impor entendimentos pessoais ou até mesmo minimizar a autoridade dos anciãos designados ou mesmo o Corpo Governante da organização de Jeová é um erro. Afinal, eles pesquisam todo o tempo e isso é feito por um grupo de dezenas ou até mesmo centenas de pessoas sob a supervisão do Corpo Governante da amorosa associação das Testemunhas fiéis de Jeová, para o benefício de milhões de ovelhas.
Uso do Nome “Jeová” em traduções de língua inglesa
As seguintes versões da Bíblia vertem o Tetragrama como Jehovah quer de modo exclusivo ou em versos selecionados:
  • William Tyndale, in his 1530 translation of the first five books of the English Bible, at Exodus 6:3 renders the divine name as Iehovah. In his foreword to this edition he wrote: “Iehovah is God’s name… Moreover, as oft as thou seeist LORD in great letters (except there be any error in the printing) it is in Hebrew Iehovah.”
  • The Great Bible (1539) renders Jehovah in Psalm 33:12 and Psalm 83:18.
  • The Geneva Bible (1560) translates the Tetragrammaton as JEHOVAH, in all capitals, in Exodus 6:3, Psalm 83:18, Jeremiah 16:21, and Jeremiah 32:18.
  • In the Bishop’s Bible (1568), the word Jehovah occurs in Exodus 6:3 and Psalm 83:18.
  • The Authorized King James Version (1611) renders Jehovah, four times (in all capitals) in Exodus 6:3, Psalm 83:18, Isaiah 12:2, Isaiah 26:4, and three times in compound place names at Genesis 22:14, Exodus 17:15 and Judges 6:24.
  • Webster’s Bible Translation (1833) by Noah Webster, a revision of the King James Bible, contains the form Jehovah in all cases where it appears in the original King James Version, as well as another seven times in Isaiah 51:21, Jeremiah 16:21; 23:6; 32:18; 33:16, Amos 5:8, and Micah 4:13.
  • Young’s Literal Translation by Robert Young (1862, 1898) renders the Tetragrammaton as Jehovah 6,831 times.
  • In the Emphatic Diaglott (1864) a translation of the New Testament by Benjamin Wilson, the name Jehovah appears eighteen times.
  • The English Revised Version (1885) renders the Tetragrammaton as JEHOVAH, in all capitals, where it appears in the King James Version, and another eight times in Exodus 6:2,6–8, Psalm 68:20, Isaiah 49:14, Jeremiah 16:21, and Habakkuk 3:19.
  • The Darby Bible (1890) by John Nelson Darby renders the Tetragrammaton as Jehovah 6,810 times.
  • The Five Pauline Epistles, A New Translation (1900) by William Gunion Rutherford uses the name Jehovah six times in the Book of Romans.
  • The American Standard Version (1901) renders the Tetragrammaton as Je-ho’vah in 6,823 places in the Old Testament.
  • The Modern Reader’s Bible (1914) by Richard Moulton uses Jehovah in Exodus 6:2–9, Exodus 22:14, Psalm 68:4, Psalm 83:18, Isaiah 12:2, Isaiah 26:4 and Jeremiah 16:20.
  • The Holy Scriptures (1936, 1951), Hebrew Publishing Company, revised by Alexander Harkavy, a Hebrew Bible translation in English, contains the form Jehovah in Exodus 6:3, Psalm 83:18, and Isaiah 12:2.
  • The New English Bible (1970) published by Oxford University Press uses JEHOVAH in Exodus 3:15 and 6:3, and in four place names at Genesis 22:14, Exodus 17:15, Judges 6:24 and Ezekiel 48:35.[100]
  • The Living Bible (1971) by Kenneth N. Taylor, published by Tyndale House Publishers, Illinois, uses Jehovah extensively, as in the 1901 American Standard Version, on which it is based.
  • In the New World Translation of the Holy Scriptures (1961, 1984) published by the Watchtower Bible and Tract SocietyJehovah appears 7,210 times, comprising 6,973 instances in the Old Testament, and 237 times in the New Testament—including 70 of the 78 times where the New Testament quotes an Old Testament passage containing the Tetragrammaton,[101] where the Tetragrammaton does not appear in any extant Greek manuscript.
  • The Bible in Living English (1972) by Steven T. Byington, published by the Watchtower Bible and Tract Society, renders the word Jehovah throughout the Old Testament over 6,800 times.
  • Green’s Literal Translation (1985) by Jay P. Green, Sr., renders the Tetragrammaton as Jehovah 6,866 times.
  • The American King James Version (1999) by Michael Engelbrite renders Jehovah in all the places where it appears in the original King James Version.
  • The Original Aramaic Bible in Plain English (2010) by David Bauscher, an English translation of the New Testament, from the Aramaic of The Peshitta New Testament with a translation of the ancient Aramaic Peshitta version of Psalms & Proverbs, contains the word “JEHOVAH” in call caps, in the New Testament, over 200 times.
  1.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Eu não sei e não consigo entender o porque de tanta repercução com o nome jeová, onde o filho de DEUS O SENHOR JESUS nunca pronunciou esse nome, a pessoa que tentou explicar alguma coisa, nada explicou… talvez não conheça a Biblia Sagrada, ou não queira conhecer. O fato é, que o nome que está acima de todo nome é O NOME DO SENHOR JESUS e isso sim é Bíblico, e podemos provar… meu querido aceite JESUS como único e suficiente SALVADOR da sua vida e acharas descanso para sua alma… pois só existe salvação em CRISTO JESUS.
    Curtir
  2.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    De acordo com o médico Lucas, Jesus ao entrar na sinagoga leu em voz alta o rolo de Isaías no que hoje chamamos de capítulo 61 onde o Nome de Deus aparece. Lucas escreveu:
    “Foi-lhe assim entregue o rolo do profeta Isaías, e ele abriu o rolo e achou o lugar onde estava escrito:18“O espírito de Jeová está sobre mim, porque me ungiu para declarar boas novas aos pobres, enviou-me para pregar livramento aos cativos e recuperação da vista aos cegos, para mandar embora os esmagados, com livramento,19para pregar o ano aceitável de Jeová.” Lucas 4:17-19
    Ao ter em suas mãos os Mss em hebraico onde o Nome aparece, Jesus obviamente pronunciou o Nome de Deus. Ele não era como os pastores auto intitulados ‘cristãos” da atualidade. Sempre lia a palavra de Deus com seriedade. Não via o Nome e pronunciava outro, como fazem hoje os judeus que como nação rejeitaram o Messias. Sua afirmação Lázaro, de que “Jesus nunca pronunciou esse nome” é no mínimo equivocada. Os mss em grego dos dias de Cristo, tais como a LXX continham o Nome. As mais antigas cópias da LXX descobertas, continham o Nome de Deus. Estas foram usadas pelos Apóstolos para escreverem o N.T. Jesus ao fazer citações do V.T onde o Nome aparece 6828 vezes, obviamente usava o Nome. Os mais respeitados eruditos seculares, cristãos ou não reconhecem isso.Jesus lia os manuscritos em hebraico e estes mss contém o Nome de Deus milhares de vezes. Pegue a Bíblia em Hebraico e verá que a palavra “Senhor” aparece só 40 vezes no V.T ao passo que o Nome Jeová, ocorre quase 7.000 vezes! Dizer que “Jesus não pronunciou” o Nome é totalmente infundado.Leciono grego clássico e hebraico e sei o que estou falando.Este campo não parece ser sua praia. Devia ter mais consideração pelas pessoas ao invés de atacar o escritor desta página. Acho que nem deve entender direito o que o artigo acima se propoe a explicar. Essa é minha opinião. Sei que o Sr pode mudar e melhorar seu entendimento das coisas Sr Lazaro. Também, Paulo em Fili 2:9 afirma sobre Cristo que “Deus o enalteceu”. Foi Jeová Deus, o “Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo” (como diz Ef 1:17) quem “deu bondosamente ” a Cristo tal autoridade, de forma que o nome de Cristo está “acima de todo nome”. Até mesmo o de seu “Deus e Pai”? Claro está, que NÃO! Paulo em 1 Cor 15:27 diz sobre Cristo, que Deus lhe sujeitou todas as coisas
    “mas quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas CLARO ESTÁ QUE SE EXCETUA AQUELE que lhe sujeitou todas as coisas”.
    Não e de admirar que pastores sejam contra o uso do Nome de Deus nas Escrituras, visto que suas traduções da Bíblia fizeram questão de remover o Nome de Deus milhares de vezes do texto das Escrituras Sagradas, a qual tratam com descaso, e substituem o Nome por palavras a bel prazer e títulos, tais como “Senhor”, “Deus” ou “Eterno”. Não são as Testemunhas de Jeová que dão enfase ao uso do nome de Deus, conforme dizem alguns de modo enganoso. São as próprias Escrituras Sagradas que enfatizam a importância deste nome.
    Êxo. 3:15: “Deus disse . . . a Moisés: ‘Isto é o que deves dizer aos filhos de Israel: “Jeová, o Deus de vossos antepassados, . . . enviou-me a vós. Este é o meu nome por tempo indefinido e este é o meu memorial por geração após geração.’”
    Isa. 12:4: “Agradecei a Jeová! Invocai o seu nome. Tornai conhecidas entre os povos as suas ações. Fazei menção de que seu nome deve ser sublimado.” (Clique no texto em letras azuis a fim de LER)
    Eze. 38:17, 23: “Assim disse o Soberano Senhor Jeová: ‘ . . . E eu hei de magnificar-me, e santificar-me, e dar-me a conhecer aos olhos de muitas nações; e terão de saber que eu sou Jeová.’”
    Mal. 3:16: “Os que temiam a Jeová falaram um ao outro, cada um ao seu companheiro, e Jeová prestava atenção e escutava. E começou-se a escrever perante ele um livro de recordação para os que temiam a Jeová e para os que pensavam no seu nome.”
    João 17:26: “[Jesus orou a seu Pai:] Eu lhes [seus seguidores] tenho dado a conhecer o teu nome e o hei de dar a conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles e eu em união com eles.”
    Atos 15:14: “Simeão tem relatado cabalmente como Deus, pela primeira vez, voltou a sua atenção para as nações, a fim de tirar delas um povo para o seu nome.”
    O maior desrespeito que modernos tradutores causam ao Autor divino das Escrituras Sagradas é a eliminação ou o ocultamento deste seu nome pessoal. Na realidade, seu nome ocorre no texto hebraico 6.828 vezes como יהוה e os mais antigos manuscritos em grego usados pelos apóstolos para escrever o chamado Novo Testamento contém o Nome. (Clique aqui para ver a prova disso!
    Aproveito para mandar um vídeo de seus irmãos de fé, reflita se este tipo de gente representa a Cristo. Sim, vcs pastores Evangélicos!
    Curtir
  3.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Se este tal Lázaro é realmente um “Pastor”, que vergonha, imagina as coisas que ele ensina em seu igreja, se ele é o pastor, tadinha das “ovelhas”.
    Ele não vê importância alguma no nome próprio de Deus.
    Ele escreve “jeová” todo em minusculas e “DEUS” todo em maiúsculas, assim como as palavras “JESUS” e “SENHOR”.
    Aí diz que Jesus nunca usou tal nome.
    Então vem dizer que quem usa o nome Jeová não conhece a Bíblia Sagrada
    Termina concluindo que o nome de Jesus é superior ou talvez que tenha substituído o nome de Jeová. (Perceba que fala como se fossem nomes rivais)
    No fim ele fala como se não crêssemos em Jesus
    E insinua que Jesus é o único Salvador, excluindo Jeová. (Quer dizer se Jesus é o Salvador então devemos ir a eles para ser salvos, não a Jeová, este tal de Jeová não é o salvador, novamente colocando ambos como um tipo de rivais)
    É pouco absurdo para um “pastor” dizer em tão poucas linhas?
    Curtir
  4.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Saga diz: “É um pouco absurdo para um “pastor”dizer…”. Não é não Saga, Êle é apenas coerente com o que pensa, acredita ensina. Absurdo seria agir de modo diferente, como pastor.
    Curtir
  5.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Lendo só agora a intervenção do pastor Lázaro em 7 de agosto entendi perfeitamente os motivos pelos quais ele declara: “Eu não sei e não consigo entender o porque de tanta repercussão com o nome de Jeová”.
    Os argumentos bíblicos racionais e lógicos, não podem sensibilizar aqueles que deveriam, até por formação religiosa familiar e infantil, conhecer a primeira frase
    de solicitação da Oração Modelo, a saber: santificado seja o TEU NOME. Talvez
    o Lázaro, queira dar ao nome de Deus o mesmo grau de importancia que dá ao seu. O seu homônimo bíblico precisou duma ressurreição física, êle, duma espíritual.
    Curtir
  6.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Caramba! Me encontrei na internet! Finalmente um site com uma boa discussão. Serei figura cativa aqui..
    Curtir
  7.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Bem vindo Fernando, apreciaria que entrasse no Raidcall para podermos conversar. Todos os evangélicos devem entrar lá. É fácil de baixar e estaremos logados todos os dias a partir das 21:30 outros logam as 22 hs. O respeito sempre prevalece lá. Pessoas de todas as igrejas estão convidadas a tirarem suas dúvidas sobre o que as Testemunhas de Jeová REALMENTE pregam! Sejam bem vindos.
    Curtir
  8.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Mais uma vez declaro: porque de tanta revolução por causa do nome jeová? eu ainda estou me questionando o porque de tudo isto, pois eu tenho livros desta seita que diz ser testemunhas de jeová, onde eles mesmos dizem que o nome de DEUS não é jeová mostram até mesmo o tetragrama que constitue o nome de DEUS, mas eles mesmos dizem que a pronuncia se perdeu na história de Israel… e sem falar em outros fatos históricos que provam que este nome que colocaram em DEUS não é o seu verdadeiro nome. claro eles vão negar, pois se nomearam testemunhas de um DEUS que eles mesmos não sabem o seu nome, também isto eles vão negar… já imaginaram, este tempo todo… quantos anos já fazem desta mentira discarada e sem base BÍBLICA,que eles vem propagando… agora eu desafio qualquer um que prove no original que o nome jeová esta no velho ou novo testamento… e não nesta tradução novo mundo que é uma aberração… quando eu tiver resposta ai eu darei uma contra reposta. SEUS FRACOS!!!!!!!!!!!!!!!
    Curtir
  9.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Por que a Tradução João Ferreira de Almeida, Edição de 1995 usa o nome Jeová no Salmo 83:18 e foi aprovada amplamente pela comunidade erudita evangélica? Apreciaria que respondesse esta pergunta. Outra coisa o Sr já foi Pastor evangélico ou é ainda?
    Curtir
  10.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Lázaro, por que esta mesma edição diz no seu prefácio que: “em algumas passagens, translitera o nome de Deus (o tetragrama YHVH) pelo nome “JEOVÁ”, tradicionalmente usado HÁ MUITO TEMPO em várias versões bíblicas. No entanto no texto hebraico o nome de Deus não é usado somente nas passagens em que a RC traz JEOVÁ, mas também em muitas outras em que a RC usa o termo “Senhor”….”
    Conseguiria nos responder satisfatoriamente?
    Curtir
  11.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Por que a Bíblia Sagrada Tradução Brasileira da SBB (Sociedade Bíblica do Brasil) usa em todas as ocorrências o nome “JEOVÁ”?
    No site da SBB diz: “O princípio essencial que rege a Tradução Brasileira é o da literalidade. Ou seja, a fidelidade ao sentido original do texto bíblico.”
    Algum evangélico/protestante consegue responder á essa minha pergunta?
    Curtir
  12.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Lázaro celestino diz: “SEUS FRACOS”
    Que isso Lázaro, que ódio é esse que você tem no coração por nós? se estivermos errados assim como você diz, certamente Deus mostrará isso no seu grande dia num é mesmo ? entendo que se seu interesse fosse nos alertar, certamente, seria mais educado, e mostraríamos com base Bíblica onde estamos errados,
    seguindo assim, o exemplo de Cristo.
    Sobre sua declaração “SEUS FRACOS”, em que realmente você se refere ?
    Se for na nossa crença, mostre-nos por favor, existem vários debates nesse site entre TJ e Evangélicos (você pode, de forma respeitosa, mostrar-nos seu ponto de vista),
    e até agora, pra te falar a verdade, eu não vi nenhum evangélico se quer, conseguindo provar suas crenças na Bíblia.
    joão 15:25 ‘Me odiaram sem causa’, algo parecido acontece nos dias atuais, visto que não fazemos parte deste mundo(não participamos em guerras, politicas, idolatria a pátria etc..), e ainda assim, todos nos odeiam, cumprindo assim o que Cristo disse em João 15:19 – ‘Se vós fizésseis parte do mundo, o mundo estaria afeiçoado ao que é seu. Agora, porque não fazeis parte do mundo, mas eu vos escolhi do mundo, por esta razão o mundo vos odeia’.
    Curtir
  13.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Pastor Lázaro, com todo respeito pela sua pessoa, mas pra o senhor vir aqui postar comentários terá que estudar um pouco mais a Bíblia. A única frase que o senhor sabe pronunciar é: “aceite Jesus”. Tem tanta gente aceitando Jesus ultimamente. Resta saber se Jesus está aceitando toda esta gente.
    Curtir
  14.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Acho interessante como as igrejas evangélicas amam a literatura das TJ. Vários deles, ao virem aqui no site, já comentam que têm nossos livros e até lêem. Que beleza né? Às vezes fico surpreso com a repercussão de nossas publicações!!!
    Curtir
  15.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Lázaro, deixa eu explicar um negócio pra você. O importante é usar o nome de Deus na nossa própria língua rapaz! Não podemos deixar de usar o nome de Deus apenas porque não sabemos a pronúncia exata em hebraico. Por exemplo, teu próprio nome, “Lázaro”, tem pronúncias diferentes em diferentes idiomas. Isso é natural. O mesmo ocorre com o nome de Deus.
    Vamo combinar o seguinte: responde aí a pergunta do Queruvin, sobre o nome “Jeová” aparecer na versão Almeida edição de 1995. Aí depois a gente pode continuar trocando as idéias.
    Curtir
  16.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    “Pastor Lázaro Celestino Em 7 de agosto de 2013 às 15:47
    Eu não sei e não consigo entender o porque de tanta repercução com o nome jeová, onde o filho de DEUS O SENHOR JESUS nunca pronunciou esse nome”
                   Falso.
    
    “a pessoa que tentou explicar alguma coisa, nada explicou”
    E o Celestino explicou o que?
    “… talvez não conheça a Biblia Sagrada, ou não queira conhecer”
    Então, quer dizer que apenas o Celestino conhece a Bíblia Sagrada, nós não conhecemos, só o Celestino que entende, entende tanto que não se tocou que Jesus leu ou pronunciou várias passagens que continham o nome divino.
    ” O fato é, que o nome que está acima de todo nome é O NOME DO SENHOR JESUS e isso sim é Bíblico”
    Celestino está dizendo que o nome de Jeová não é bíblico? Interessante que deu a entender que o pastor disse que o nome de Jesus Cristo está acima do nome de Jeová Deus. Aí está em que consiste seu autodeclarado e decantado conhecimento da Bíblia Sagrada.
    “… meu querido aceite JESUS… pois só existe salvação em CRISTO JESUS”
    Aqui o Celestino fala como se um servo do Deus Jeová fosse alguém que não aceita Jesus como Salvador, pois começa acusando ao Queruvim de dar muita importância ao nome desse tal de Jeová e fecha fazendo um apelo para que o TJ se converta aceitando Jesus. Por fim finaliza com uma frase UNICISTA que afirma que Jesus é o único salvador.
    “Lázaro celestino Em 17 de fevereiro de 2014 às 2:26
    Mais uma vez declaro: porque de tanta revolução por causa do nome jeová?”
    “eu tenho livros desta seita que diz ser testemunhas de jeová, onde eles mesmos dizem que o nome de DEUS não é jeová”
    Desconheço a existência de qualquer livro que diga que o nome de Deus não é Jeová, apenas livros católicos e protestantes se atrevem a fazer tal ousada afirmativa. Ao contrário, a literatura TJ escreve inúmeras vezes que Jeová é o nome de Deus.
    “eles mesmos dizem que a pronuncia se perdeu na história de Israel”
    Essa é a desculpa que os membros da Cristandade trinitária dão para sumir com o uso deste nome em sua adoração pública e particular.
    “se nomearam testemunhas de um DEUS que eles mesmos não sabem o seu nome”
    A Cristandade sabe que o nome de seu Deus é “Trindade” né? Está até na Bíblia essa palavra. Pois é, os membros da Cristandade sabem o nome de seu Deus: Santíssima Trindade.
    “quantos anos já fazem desta mentira discarada e sem base BÍBLICA,que eles vem propagando”
    A Trindade?
    “… agora eu desafio qualquer um que prove”
    Prove no Velho ou no Novo Testamento alguma passagem que fale que Deus são três pessoas.
    “e não nesta tradução novo mundo que é uma aberração”
    A palavra Jeová está em inúmeras bíblias por todo o mundo e isso muito antes da Tradução do Novo Mundo ser sequer planejada, então traduções evangélicas como a própria Almeida ou a King James teriam sido aberrações muito antes que a Novo Mundo.
    “quando eu tiver resposta ai eu darei uma contra reposta. SEUS FRACOS!!!!!!!!!!!!!!!”
    Hahahahaha. Sim agora volte para sua pokebola.
    Quanto a infantilidade desta último frase, agora tenho sérias dúvidas se este título de “pastor” com o qual ele se tinha autoproclamado antes, não era apenas uma mentirinha feita para se vender como alguém de grande conhecimento bíblico. Pois Isso foi linguagem de moleque.
    Mas se andam ordenando até meninas pastoras pré adolescentes, nunca se sabe né.
    Curtir
  17.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Interessante nota que o próprio João Ferreira de Almeida Traduziu o tetragrama por JEHOVAH em sua tradução original em todas as partes!.Como por sinal é facilmente verificável na edição de 1819 impressa em Londres que caiu em domínio publico em primeiro de Janeiro de 1925 no Brasil e em Portugal. Disponível para ser baixada na internet na grafia original gratuitamente! João Ferreira de Almeida(1819) -O PRIMEIRO DE MOISES O CHAMADO GÊNESES 2:4-18 4.Estas saõ as origens do ceo e da terra, quando foraõ criados; no dia em que JEHOVAH Deus fez a terra e o ceo.
    5.E toda planta do campo, que ainda naõ estava na terra, e toda erva do campo, que ainda naõ brotava: porque JEHOVAH Deus ainda naõ tinha feito chover sobre a terra, e naõ avia homem para lavrar a terra.
    6.Porem hum vapor subia da terra, e regava toda a face da terra.
    7.E formàra JEHOVAH Deus a o homem do pó da terra, e sopràra em seus narizes o folego da vida; e foi feito o homem em alma vivente.
    8.E JEHOVAH Deus plantàra huã horta em Eden á banda do Oriente; e pôs ali a o homem, que formàra.
    9.E JEHOVAH Deus fez brotar da terra varias arvores desejaveis á vista, e boas para comida: e a arvore da vida no meyo da horta, e a arvore da sciencia do bem e do mal.
    10.E sahia hum rio de Eden para regar a horta; e d’ali se repartia em quatro cabeças.
    11.O nome do primeiro he Pison: Este rodea toda a terra de Havila, onde ha ouro.
    12.E o ouro desta terra he bom; ali ha Bdellion, e a pedra Schoham.
    13.E o nome do segundo rio he Gihon: este rodea toda a terra Cusch.
    14.E o nome do terceiro rio he Hiddekel, que vai para a banda do Oriente de Assyria: e o quarto rio he Euphrates.
    15.E tomou JEHOVAH Deus a o homem, e o pôs na horta de Eden, para a lavrar e a guardar.
    16.E mandou JEHOVAH Deus a o homem, dizendo: De toda arvore da horta comendo comerás.
    17.Porèm da arvore da sciencia do bem e do mal, della naõ comerás: porque no dia em que d’ella comreres de morter morrerás.
    18.E JEHOVAH Deus disse: Naõ he bem, que o homem esteja só; farlhehei huã adjutora que esteja como diante delle.
    19.Avendo pois JEHOVAH Deus formado da terra todo animal do campo, e toda ave do ceo, os trouxe a Adam, para ver como lhes chamaria; e que como Adam a toda alma vivente chamasse
    Curtir
  18.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Pronto, agora eu gostaria muito de ver, se o Sr Lázaro reúne condições para debater sobre o nome de Deus.
    Ele diz ter uma contra-resposta, caso haja um argumento convincente.
    E aí, Queruvim, topa?
    Irmãos preparados aqui, tenho certeza que não vai faltar.
    Curtir
  19.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    De que igreja esse sujeito é pastor´´,naturalmente do verdadeiro povo de Deus ele com certeza não é,pois em Isaías 52:6 diz:Portanto meu povo saberá o meu nome.´´. o livro Os Nomes De Deus, escrito pelo pastor Hermes Barreto, e Prefaciado pelo Pr. Dr. Prof. Caramuru Afonso Francisco , pastor da igreja Assembléia de Deus diz: Para o profeta Joel,para o Apóstolo Pedro e para o Apóstolo Paulo o conhecimento do nome de Yahweh é fundamental para salvação, e cita Joel 2:32 que diz (como esta no livro) Acontecerá que todo aquele que invocar o nome de Jeová será libertado; pois no monte Sião e em Jerusalem estarão os que escaparem, como disse Jeová, e entre os sobreviventes aqueles que Jeová chamar. (pag 61). Jesus ,o Messias ensinou que o Nome do Elohim de Israel é Yahweh. (pag 62). Na pag 20 o livro diz , Ainda assim, os nomes próprios de certos personagens bíblicos podem fornecer indícios da antiga pronuncia do nome de Deus que levam alguns eruditos a concordarem que a pronunciaJeová´´ seja correta.
    Curtir
  20.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Olá a todos, acompanhei todos os comentários. Mas me sinto obrigado a responder o Sr. Pastor Lázaro Celestino.
    Lázaro disse: Seus fracos.
    Sinceramente não sei a que se refere. Fracos em conhecimento e entendimento das escrituras?? Se reler os comentários acima, verá que o único fraco aqui é o Sr. que ao invés de se ater a palavra de Deus e justificar os seus fraquissimos argumentos apenas na Biblia Sagrada e em fontes crediveis como fizeram os demais irmãos, o Sr. atacou as pessoas sem base alguma, quando na realidade o objecto de analise é o argumento utilizado e não a pessoa que argumenta. Da sua parte foi fraqueza e falha de interpretação.
    Se desejar, comenta com base nas escrituras.
    Curtir
  21.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Celestino disse:
    “outros fatos históricos que provam que este nome que colocaram em DEUS não é o seu verdadeiro nome”
    Rapaz que grosseria cavalar a deste rapaz, comentário tipico de evangélico pentecostal que pensa que fala como quem tem autoridade, distorce totalmente o perfil ou modelo que Cristo estabeleceu para os verdadeiros cristãos, se deixa levar pela emoção.
    Alem do que mente quando diz : “mentira discarada e sem base BÍBLICA,que eles vem propagando…”
    Lazaro com certeza você está cego ao ponto de não enxergar sua própria fraquesa espiritual, mas isso é de se esperar por parte de quem só grita, canta (ou acha que canta), e segue o pastor cegamente é por isso que o diabo está no meio de vós, faço minhas as palavras de nosso pastor Jesus Cristo:
    “Vós sois de vosso pai, o Diabo, e quereis fazer os desejos de vosso pai. Esse foi um homicida quando começou, e não permaneceu firme na verdade, porque não há nele verdade. Quando fala a mentira, fala segundo a sua própria disposição, porque é um mentiroso e o pai da mentira.” (João 8:44).
    Curtir
  22.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Que maravilha!!! Irmãos, como posso achar a versão João Ferreira de Almeida, disponível para domínio público???? Já vi algumas versões em outras línguas lá no site, como o espanhol, por exemplo. Mas a versão Almeida de 1819 é uma pérola.
    Como dizem os babilônicos, como esse senhor fake pastor: “Oh, glória!”
    Curtir
  23.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    “Tem tanta gente aceitando Jesus ultimamente. Resta saber se Jesus está aceitando toda esta gente.”
    Muito bem observado, I am Jw!
    Multidões estão aceitando a Jesus da boca pra fora, mas seus corações estão muito longe dele! Por outro lado, Jesus vai rejeitar muita gente como ele próprio profetizou em Mateus 7:22, 23:
    “Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome e não expulsamos demônios em teu nome, e não fizemos muitas obras poderosas em teu nome?’  Contudo, eu lhes confessarei então: NUNCA VOS CONHECI! Afastai-vos de mim, vós obreiros do que é contra a lei.”
    Abraço!
    Curtir
  24.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Na minha opinião, não acho que um cara com uma personalidade dessas deva ter uma chance para debate aqui, provavelmente ele não vai respeitar as regras, insultos as TJ não vão faltar nos seus argumentos..
    Curtir
  25.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Eu o permiti postar simplesmente porque ele é Pastor. Para ficar um registro de como muitos deles são. Sei que nem todos são assim, contudo, quando chegam a ler algo que é Bíblico e bem fundamentado, agem desta forma. A palavra de Deus acaba removendo a máscara e expondo a muitos deles pelo que realmente são.
    Curtir
  26.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Queruvim, só poara complementar a informação dada pelo I am Jw:
    A cobra continuará a ser usada pela seita agora pela família do pastor, infringindo a lei, vejam na integra:
    Cobra que matou pastor será usada de novo em culto no sábado93
    Do UOL, no Rio 18/02/201416h43
    Comunicar erroImprimir
    Reprodução/CNN
    Pastor usava cobras durante cultos nos EUA
    Pastor usava cobras durante cultos nos EUA
    A cobra cascavel que deu uma mordida fatal no pastor Jamie Coots durante um culto no último sábado (15) não será morta. Na verdade, a família do pastor – conhecido por estrelar o reality show “Snake Salvation”, no canal National Geographic – irá usá-la em uma pregação no próximo sábado, informou o site TMZ.
    Coots foi mordido enquanto pregava para sua congregação e morreu depois de recusar ajuda médica, acreditando que estava protegido do veneno pelo poder de Deus.
    Cody, filho de Jamie, disse que a família do pastor acredita no poder protetor de Deus contra o veneno de cobra. E, apesar da morte do pai, Cody afirmou que Jamie achou que era muito melhor morrer de uma picada de cobra do que de um acidente vascular cerebral ou de um acidente de carro. “Na verdade, para ele uma mordida de cobra era ‘o caminho de Deus'”, contou.
    Cody – que assumirá como pastor – disse que foi Deus dizendo: “isto é como você queria, é a sua hora de ir… Se ele não tivesse planejado [morrer desta maneira], ele teria permanecido vivo”, afirmou.
    Embora seja ilegal em Kentucky, nos Estados Unidos, usar cobras durante os serviços religiosos, o chefe de polícia afirmou que a família do pastor não irá cumprir a lei.
    Curtir
  27.  
    0
     
    0
     
    Rate This
    Paulo Roberto,
    Teu comentário além de dizer a verdade me fez rir, pela maneira como o redigiu…
    “Rapaz que grosseria cavalar a deste rapaz”…
    “mas isso é de se esperar por parte de quem só grita, canta (ou acha que canta)”
    Desculpem mas kkkkkkkkkkkkkk
    Curtir
:)

W