quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Parabéns Israel! As decisões equivocadas da ONU e povos alheios às suas necessidades não podem ser levadas em conta e para suposta pressão deve haver preparação e reação a altura. Criar um estado fundamentalista, islâmico e terrorista dentro de um democrático, pluralista e judeu-sionista é inaceitável. Visto que os verdadeiros palestinos são os judeus e árabes de Israel, cabe aos atuais palestinianos voltar para suas nações árabes ou reconhecer incondicionalmente a soberania do Estado Judeu de Israel.



MUNDO

Israel anuncia nova ampliação de assentamentos na Cisjordânia após posse de Trump

Governo disse anunciou a construção de 3 mil casas na região da Judeia-Samaria. Colônia israelense de Amona começou a ser esvaziada.





Por France Presse

01/02/2017 06h47 Atualizado há 40 minutos



Colonos aguardam foram de posto avançado de Amona, nesta quarta-feira (1º), após ordem despejo (Foto: Oded Balilty/ AP)



Israel anunciou a construção de 3 mil casas adicionais de colonização na Cisjordânia ocupada, a quarta medida deste tipo em menos de duas semanas após a posse do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A decisão prolonga a dinâmica israelense adotada após a mudança de governo em Washington.


Também aparenta ser uma concessão adicional aos partidários da colonização, no momento em que as autoridades israelenses parecem não ter alternativa à aplicação de uma decisão da justiça do país e demolir Amona, uma colônia que é objeto de amplo debate em Israel.




Amona




Vigiada desde terça-feira por dezenas de agentes das forças de segurança de Israel, a polícia israelense deu início a retirada dos moradores do local. Os 200 a 300 habitantes se negam a deixar o local.


Sobre a colina de Amona, um grupo de jovens ateou fogo a pneus e lançou pedras contra os jornalistas, em uma demonstração do desejo de resistir a uma operação de retirada.


Ao pé da colina, soldados instalaram um alambrado para impedir a entrada de jovens de colônias vizinhas.


Enquanto o destino de Amona deve ser definido, "o ministro da Defesa Avigdor Lieberman e o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu decidiram autorizar a construção de 3 mil novas unidades de residência em Judeia-Samaria", como os israelenses chamam a Cisjordânia, território palestino ocupado por Israel desde 1967, anunciou o ministério da Defesa na madrugada de quarta-feira.


Desde a posse de Trump em 20 de janeiro, Israel avança na construção de casas definitivas em três bairros de colonização de Jerusalém Oriental ocupada e anexada, além da construção de 2.502 residências na Cisjordânia.


Na semana passada em um terceiro anúncio, o município israelense de Jerusalém aprovou a construção de outras 153 novas unidades de residência, que segundo o governo da cidade haviam sido paralisadas por pressão do governo de Barack Obama.



As autoridades israelenses aproveitam o espaço aberto com a chegada de Trump à Casa Branca e se afastam da moderação registrada nas atividades de colonização durante as últimas semanas da presidência de Obama.


"Construímos e continuaremos construindo", prometeu Netanyahu. Ele disse que a presidência de Trump constitui uma "oportunidade formidável" após as "enormes pressões" do governo Obama.


"Entramos em um período de retorno à normalidade (na Cisjordânia) e damos a resposta pertinente às necessidades cotidianas da população", afirma um comunicado divulgado pelo ministério da Defesa, que exerce a autoridade sobre o território.


A comunidade internacional e os palestinos estão preocupados com os anúncios de Israel. Mas, enquanto o governo de Obama havia criticado e pressionado para conter a colonização, a administração Trump permanece em silêncio até o momento.


As colônias, assentamentos civis israelenses nos territórios palestinos ocupados, são ilegais do ponto de vista do direito internacional. Grande parte da comunidade internacional as considera o maior obstáculo para paz entre israelenses e palestinos, meta distante há décadas.


Quase 400 mil colonos israelenses vivem em meio a quase 2,6 milhões de palestinos na Cisjordânia.


A expansão das colônias, política sustentada por todos os governos israelenses desde 1967, avança progressivamente no território da Cisjordânia e ameaça tornar impossível a criação de um Estado palestino independente que coexistiria com Israel, a solução internacional defendida por muitos para acabar com o conflito.

SAIBA MAIS


Israel aprova construção de 2.500 alojamentos em assentamento na Cisjordânia ocupada


Por que a condenação da ONU a assentamentos israelenses é histórica?

ISRAEL

12
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
ENVIAR


RECENTES

POPULARES


Benaiah Leiehouah

HÁ UMA HORA

Parabéns Israel! As decisões equivocadas dá ONU e povos alheios às suas necessidades não podem ser levadas em conta e para suposta pressão deve haver preparação e reação a altura. Criar um estado fundamentalista, islâmico e terrorista dentro de um democrático, pluralista e judeu-sionista é inaceitável. Visto que os verdadeiros palestinos são os judeus e árabes de Israel, cabe aos atuais palestinianos voltar para suas nações árabes ou reconhecer incondicionalmente a soberania do Estado Judeu de Israel.


Conforme Termo de Uso, comentários com conteúdo inadequado e spam poderão ser removidos a critério da Globo.com.


Nerso Menezes

HÁ 45 MINUTOS

Essa postura de Israel é a maior responsável pelas discórdias no mundo. Simples assim.
00




Professor Kodama

HÁ 40 MINUTOS

Uma velha árvore foi cortada na principal praça central de Curitiba após a posse de Trump.
37



Cruzado

HÁ 41 MINUTOS

E Israel ficou mais saliente após a posse de Trump
00



Laechelndfuchs

HÁ 40 MINUTOS

Quando a pimenta é na deles, reclamam por mais de 70 anos...
00




Dedé Gomes

HÁ 11 MINUTOS

É sempre assim. Israel alimentando a discórdia confiado na sua força.
71



Cassio

HÁ 25 MINUTOS

Sustentado pelo USA
40



Estado Laico

HÁ 28 MINUTOS

Ladrões de terras palestinas não se envergonham de roubar de uma nação sem exército.
41




Fabiane

HÁ 15 MINUTOS

E assim nunca acaba a guerra entre Israel e Palestina, que acontece desde os tempos bíblicos...
12




Cassio

HÁ 19 MINUTOS

Apropriação indébita agora mudou de nome? agora é assentamento, espera aí vou construir um puxadinho no terreno do vizinho afinal eu tenho a bomba atômica e meu vizinho é terrorista pois ele vive soltando bomba só porque eu to pegando um pedaço do terreno dele.
64




Professor Kodama

HÁ 37 MINUTOS

Mulheres engordaram 100 gramas após a posse de Trump.
45




Professor Kodama

HÁ 38 MINUTOS

Uma cobra foi atropelada em Manaus após a posse de Trump.
45




Professor Kodama

HÁ 39 MINUTOS

O melhor pastel de São Paulo agora cobra no cartão de credito após a posse de Trump.
45




MAIS DO G1


VOLTA DO CONGRESSOHÁ 3 HORAS

Senado elege hoje sucessor de Renan na presidência


Mesa Diretora também será escolhida; veja as etapas e regras da eleição






NOVO PRESIDENTE DO SENADOHÁ 3 HORAS

Eunício Oliveira e José Medeiros são candidatos; veja trajetórias


Novas candidaturas são aceitas até a votação, às 16h.






SUPREMOHÁ 3 HORAS

STF volta do recesso; novo relator da Lava Jato deve ser anunciado


Ministros aguardam também indicação de Temer para substituto de Teori.








FUTURO DA LAVA JATOHÁ 11 HORAS

Fachin se põe à disposição para mudar à turma que julga Lava Jato


Braço direito de Teori pede desligamento do STF







BANGUHÁ 12 HORAS

Eike divide cela com outros 2 presos da Lava Jato; veja FOTOS


Eike depõe por 2h15 à PF e é levado de volta a Bangu






O QUE SERÁ DA ECONOMIA?HÁ 46 MINUTOS

CEO de dona da Brastemp prevê volta do crescimento só em 2018


Líderes de grandes empresas falam ao G1 sobre a crise.







ELEIÇÃO NA CÂMARAHÁ 14 HORAS

Maia diz que oficializa candidatura hoje e pede votos ao PMDB


PT decide apoiar candidato do PDT

Para Maia, candidatura própria do PT era o pior cenário





DISPUTA NA CÂMARAHÁ 12 HORAS

Entenda a polêmica sobre a candidatura de Maia à reeleição


Maia contesta pedido no STF para barrar sua candidatura

CAMAROTTI: Temer alertou Maia em agosto que ele poderia ser candidato





BLOG DO CAMAROTTIHÁ 2 HORAS

Disputa no PMDB para vice da Câmara deixa Planalto em alerta


Governo teme que divisão tenha reflexo na disputa pela presidência da Câmara.





Determinando sua localização...


ESTADOS UNIDOSHÁ 15 MINUTOS

GUROVITZ: O efeito da indicação de Trump para a Suprema Corte


Nome é impecável do ponto de vista jurídico, diz colunista.







NEGÓCIOSHÁ 2 HORAS

Medo do Aedes faz venda de repelente disparar 49%


Briga de multinacionais e pequenas fabricantes impactou alta.






ESPECIAL G1HÁ 43 MINUTOS

China vira 2ª maior consumidora de cinema do mundo e quer bater Hollywood


País deve ultrapassar EUA em bilheteria já em 2018; veja números da nova nação de cinéfilos.






EVENTO EM SPHÁ 2 HORAS

2º dia de Campus começará com homenagem a autor de '2001'


Conheça 4 projetos brasileiros da Campus





VALOR ECONÔMICOHÁ 1 MIN

Desempenho do BNDES é o pior em 20 anos


Banco emprestou R$ 88,2 bi no ano passado, o que representa 1,4% do PIB.







3 min

BAURUHÁ 5 MINUTOS

Polícia apura golpe aplicado em parentes de pacientes em SP


Falsos médicos ligam pedindo depósito para agilizar exames.






ALERTA DE SAÚDEHÁ 6 MINUTOS

Imunização ao vírus da zika foi menor do que o imaginado, diz estudo


Especialistas temem volta da doença após descobertas.




3 min

FRANCA, SPHÁ 7 MINUTOS

Troca de remédio pode ter matado mulher em hospital


Fotógrafa teria recebido anestésico na veia; ela morreu após parada cardíaca.




MEDIDA POLÊMICAHÁ 11 MINUTOS

Como Trump definiu os 7 países que teriam acesso vetado nos EUA?


Há controvérsia sobre os reais motivos da decisão do republicano.




DISTRITO FEDERALHÁ 13 MINUTOS

Hospitais do DF têm improviso, falta de gestão e material, diz MP


Secretaria de Saúde diz que analisa pontos levantados.



BUSCA E APREENSÃOHÁ 20 MINUTOS

Polícia faz operação antiterrorista na Alemanha


Mais de 1.000 policiais participaram das buscas em Hesse.




5 min

RIO DE JANEIROHÁ 21 MINUTOS

Bombeiros combatem incêndio em galpão em São Gonçalo, RJ


Local abriga lojas de autopeças e inspeção veicular de gás natural.


VEJA MAIS
globo.com
© Copyright 2000-2017 Globo Comunicação e Participações S.A.