segunda-feira, 1 de maio de 2017

DEDICADO ESPECIALMENTE Á QUERIDA CHANACH, SERVA DO TETRAGRAMATON E INFINITO IEHOUAH יהוה A REEDIÇÃO DESTE ARTIGO DE 2015: DA POBREZA AO PODER - JAMES ALLEN - יהוה YEHOWAH TSEVA'OT - יהוה IEHOUAH DOS EXÉRCITOS - O Caminho da Prosperidade e da Paz - Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah The Liger. Título mais apropriado: DA POBREZA PARA O PODER - A REALIZAÇÃO DA PROSPERIDADE E PAZ

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015


DA POBREZA AO PODER - JAMES ALLEN - יהוה YEHOWAH TSEVA'OT - יהוה IEHOUAH DOS EXÉRCITOS - O Caminho da Prosperidade e da Paz - Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah The Liger. Título mais apropriado: DA POBREZA PARA O PODER - A REALIZAÇÃO DA PROSPERIDADE E PAZ



http://www.pensamento-cultrix.com.br/dapobrezaaopoder,product,978-85-315-1515-6,7.aspx

DA POBREZA AO PODER
Autor(es): James Allen 

Editora: Pensamento

Páginas: 176
De:  R$ 19,90 

Por: R$ 17,91 
Pinterest



PARCELAMENTO
visaamericandinnersmaster
1x sem jurosR$ 19,90

Não há mal no universo; o mal tem sua raiz e origem na mente, e o pecado, a doença, a aflição e a dor não pertencem, em realidade, à ordem universal, não são inerentes à natureza das coisas, mas são originados diretamente da nossa ignorância das verdadeiras relações que existem entre as coisas.

Segundo a tradição, viveu certa vez, na Índia, uma escola de filósofos que levavam uma vida de tão absoluta pureza e simplicidade que alcançavam, em regra geral, a idade de cento e cinquenta anos, e adoecer era, entre eles, considerado como uma desgraça imperdoável, porque a doença era indício de uma violação da Lei.

Quanto mais cedo reconhecemos e nos convencemos de que a doença, longe de ser a visitação arbitrária de um Deus ofendido ou a provação de uma Providência imprudente, é o resultado de nosso próprio erro ou culpado, tanto mais prestes entramos no sublime caminho da saúde. A doença vem aos que a atraem, àqueles cuja mente e corpo são receptivos a ela, e foge dos que vivem numa positiva esfera de pensamentos de força e pureza, que gera a saúde e a vitalidade.

Se você se entrega à cólera, a tristeza, ao ciúme, à cobiça ou a qualquer outro estado desarmônico da mente e espera obter perfeita saúde física, você está esperando coisa impossível, porque, com aqueles pensamentos desarmônicos, está continuamente semeando as sementes de doenças na sua mente. O homem prudente afugenta essas perniciosas condições mentais com todo o cuidado, porque sabe que são muito mais poderosas do que um dique que não é bastante resistente ou uma casa infectada.

Se você quer ser livre de todos os sofrimentos físicos e deseja gozar perfeita harmonia corporal, ponha em ordem a sua mente e harmonize os seus pensamentos. Pense pensamentos alegres; pense pensamentos de amor; faça com que o elixir de boa vontade corra por suas veias e que você não precise de outro remédio. Abandone os seus ciúmes, suas suspeitas, suas mágoas, seus ódios, sua indulgência egoísta e, com eles, o abandonarão a hipertensão, os problemas da bílis, o nervosismo e as dores nas juntas. Se você persiste nestes debilitantes e desmoralizadores hábitos mentais, não se queixe quando seu corpo se curva sob o peso da doença.

A seguinte história explicará a estreita relação que há entre oa hábitos mentais e as condições corporais:
Certo homem sofria de uma dolorosa doença e procurou encontrar alívio, consultando um médico após o outro, porém sem resultados. Em seguida visitou várias cidades célebres por sua águas curativas, e usou muitos banho, mas a sua enfermidade, em vez de desaparecer, aumentou mais ainda. Uma noite sonhou que um Espírito veio lhe dizer: "Irmão, você já experimentou todos os meios de curar-se?" Ele respondeu: "Expefimentei". O Espírito replicou: "Então, venha comigo, pois lhe mostrarei um banho curativo de que você ainda não fez uso". E o conduziu a um tanque de água límpida, dizendo-lhe: "Mergulhe nesta água e, com certeza, você ficará curado". Dito isto, desapareceu. O homem mergulhou na água e, quando saiu dela, viu que estava são; e, ao mesmo tempo, avistou, acima do tanque, a palavra: "Renúncia". Despertando, lembrou-se do sonho e compreendeu claramente o seu significado; tinha sido, em sua vida, vítima de uma pecaminosa indulgência, à qual, agora, prometeu renunciar. Cumpriu a promessa, e eis que, desde aquele dia, começou a diminuir a sua aflição e, em pouco tempo, voltou-lhe a saúde.

Muitas pessoas se queixam de terem contraído doenças por terem trabalhado muito. Porém, a maior parte desses casos é o resultado de um gasto imprudente de energia. Se quiser conservar a sua saúde, você deve trabalhar com calma e sem se sobrecarregar. Tornar-se ansioso, excitado ou afligir-se por bobagens significa dar um convite à doença. O trabalho, seja cerebral ou braçal, é  benéfico e útil à saúde; e o homem que trabalha com persistência firme e calma, livre de toda ansiedade e aflição e com total esquecimento de tudo o que não tem relação com a obra que ele está fazendo, não só fará muito mais do que o homem que está sempre magoado e ansioso, mas também conservará sua saúde, enquanto que este perderá esta preciosa jóia.

A saúde e o verdadeiro sucesso andam de mãos dadas, porque estão inseparavelmente entretecidos no domínio do pensamento. A harmonia mental não só produz a saúde do corpo, como até conduz à realização desejável dos nossos planos.

James Allen - 1901 - Da Pobreza Ao Poder

Wikipédia:

Abra o menu principal

Última edição 3 meses atrás por um usuário anônimo

James Allen (autor)


James Allen (28 de novembro de 1864 - 24 de janeiro 1912) foi um escritor filosófico britânico conhecido por seus livros de inspiração e poesia e como um pioneiro do movimento de auto-ajuda. Sua obra mais conhecida, Como um homem pensa, foi produzido em massa desde a sua publicação em 1902. Tem sido uma fonte de inspiração para os autores motivacionais e de auto-ajuda.

Fundo

Nascido em Leicester, Inglaterra, em uma família de classe operária, Allen era o mais velho de dois irmãos. Sua mãe não sabia ler nem escrever, enquanto seu pai, William, foi uma tricoteira fábrica. Em 1879, na sequência de uma queda no comércio têxtil da região central da Inglaterra, o pai de Allen viajou sozinho para a América em busca de trabalho e estabelecer uma nova casa para a família. Dentro de dois dias após a chegada de seu pai foi declarado morto no Hospital da Cidade de Nova York, que se acredita ser um caso de roubo e assassinato. Aos quinze anos de idade, com a família agora diante de um desastre econômico, Allen foi obrigado a deixar a escola e encontrar trabalho.

Durante grande parte da década de 1890, Allen trabalhou como secretário particular e papelaria em várias empresas industriais britânicos. Em 1893 Allen se mudou para Londres e depois para South Wales, ganhando a vida pelo jornalismo e relatórios. Em South Wales ele conheceu Lily Louisa Oram (Lily L. Allen) que ele então se casaram em 1895. Em 1898, Allen encontrou uma ocupação em que ele poderia mostrar seus interesses espirituais e sociais como um escritor para o magazineThe Herald da Idade de Ouro. Neste momento, Allen entrou em um período criativo, em que ele, em seguida, publicou seu primeiro livro de muitos livros, From Poverty to Power (1901). Em 1902, Allen começou a publicar sua própria revista espiritual, a luz da razão, mais tarde renomeado The Epoch.

Em 1902, Allen publicou seu terceiro e mais famoso livro Como um homem pensa. Livremente inspirado no provérbio bíblico, "Como um homem pensa em seu coração, assim ele é", a pequena obra, eventualmente, tornou-se ler todo o mundo e trouxe Allen fama póstuma como uma das figuras pioneiras de pensamento inspirador moderna. Público menor do livro permitiu Allen para encerrar seu trabalho de secretariado e prosseguir a sua escrita e edição de carreira. Em 1903, a família Allen retirou-se para a cidade de Ilfracombewhere Allen iria passar o resto de sua vida. Continuando a publicar a Epoch, Allen produziu mais de um livro por ano, até sua morte, em 1912. Lá, ele escreveu durante nove anos, a produção de 19 obras.

Depois de sua morte em 1912, sua esposa continuou a publicar a revista sob o nome The Epoch. Lily Allen resumidos missão literária de seu marido, no prefácio de um de seus manuscritos publicados postumamente, Pedras Fundamentais para a felicidade e sucesso dizendo:

"Ele nunca escreveu teorias, ou por causa da escrita;. Mas ele escreveu quando ele tinha uma mensagem, e tornou-se uma mensagem apenas quando ele tinha vivido isso na sua própria vida, e sabia que isso era bom Assim, ele escreveu fatos , que ele tinha provado pela prática ". [1]

Bibliografia [2]

From Poverty to Power; ou, a realização da Prosperidade e Paz (1901) [contém o caminho para Prosperityand o caminho da paz.] The Path of Prosperity (Direitos de Autor, 1907 por RF Fenno & Company, Barse & Hopkins New York) Como um homem pensa (1902) Como um homem pensa (Edição Autorizada, New York, editores Thomas Y. Crowell Companhia) todas estas coisas Adicionado (1903) [Contém entrar no reino e A Vida Celestial.] através dos portões do Bem; ou, Cristo e Conduta (1903) Byways de bem-aventurança (1904) para fora do coração (1904) Poemas de Paz, incluindo o poema lírico-dramático Eolaus (1907) A Triunfante vida: Mastering the Heart and Mind (1908) De manhã e à noite Pensamentos (1909) The Mastery of Destiny (1909) Acima Tumulto da Vida (1910) da paixão para a Paz (1910) Oito Pilares da Prosperidade (1911) Homem: King of Mind, Body and Circumstance (1911) Luz sobre as dificuldades da vida (1912) Pedras Fundamentais para a Felicidade e Sucesso (1913) o livro de James Allen de Meditações para cada dia do Ano (1913) [Coleção de textos anteriores, compilado por sua esposa Lily Allen L.] Meditações; Um Livro Ano (1913) [versão americana do Livro das Meditações de James Allen para cada dia do Ano] Homens e Sistemas (1914) The Shining Gateway (1915) The Companion Divina (1919)

Ligações externas

O James Allen Biblioteca - A maior coleção de obras OnlineThe James Allen Grátis LibraryJames Allen QuotesWorks por James Allen no Projeto GutenbergDownload PDF de livros de áudio booksFree de James Allen de alguns dos livros de James Allen. * 2.LinkPDF eBook Download de James Allen Timeless clássico como uma página Man Thinketha James Allen na antiga tradução Sabedoria PublicationsFrench de Como um homem pensa em de AlmaSoror blogKindle-E-Book. Versão trilingue, Inglês, Alemão, SpanishJames Allen e Lily Allen L. um Illustrated Biography

Referências

^ "James Allen: A Life in Brief" byMitch Horowitz, de Como um homem pensa: Lembrança Edition (Tarcher / Penguin 2009) ^ [1] O James Allen Free Library

Leia em outro idioma


MobileDesktopContent disponível sob CC BY-SA 3.0unless caso contrário noted.Terms de UsoPrivacidade

Last edited 3 months ago by an anonymous user

James Allen (author)

  • Watch this page
James Allen.jpg
James Allen (28 November 1864 – 24 January 1912) was a British philosophical writer known for his inspirational books and poetry and as a pioneer of the self-help movement. His best known work, As a Man Thinketh, has been mass-produced since its publication in 1902. It has been a source of inspiration to motivational and self-help authors.

BackgroundEdit

Born in Leicester, England, into a working-class family, Allen was the elder of two brothers. His mother could neither read nor write while his father, William, was a factory knitter. In 1879 following a downturn in the textile trade of central England, Allen's father travelled alone to America to find work and establish a new home for the family. Within two days of arriving his father was pronounced dead at New York City Hospital, believed to be a case of robbery and murder. At age fifteen, with the family now facing economic disaster, Allen was forced to leave school and find work.
For much of the 1890s, Allen worked as a private secretary and stationer in several British manufacturing firms. In 1893 Allen moved to London and later to South Wales, earning his living by journalism and reporting. In South Wales he met Lily Louisa Oram (Lily L. Allen) who he then wed in 1895. In 1898 Allen found an occupation in which he could showcase his spiritual and social interests as a writer for the magazineThe Herald of the Golden Age. At this time, Allen entered a creative period where he then published his first book of many books, From Poverty to Power(1901). In 1902 Allen began to publish his own spiritual magazine, The Light of Reason, later retitled The Epoch.
In 1902 Allen published his third and most famous book As a Man Thinketh. Loosely based on the biblical proverb, "As a man thinketh in his heart, so is he," the small work eventually became read around the world and brought Allen posthumous fame as one of the pioneering figures of modern inspirational thought. The book's minor audience allowed Allen to quit his secretarial work and pursue his writing and editing career. In 1903, the Allen family retired to the town of Ilfracombewhere Allen would spend the rest of his life. Continuing to publish the Epoch, Allen produced more than one book per year until his death in 1912. There he wrote for nine years, producing 19 works.
Following his death in 1912, his wife continued publishing the magazine under the name The Epoch. Lily Allen summarised her husband's literary mission in the preface to one of his posthumously published manuscripts,Foundation Stones to Happiness and Success saying:
"He never wrote theories, or for the sake of writing; but he wrote when he had a message, and it became a message only when he had lived it out in his own life, and knew that it was good. Thus he wrote facts, which he had proven by practice."[1]

Bibliography[2]Edit

  • From Poverty to Power; or, The Realization of Prosperity and Peace(1901) [Contains The Path to Prosperityand The Way of Peace.]
  • The Path of Prosperity (Copyright, 1907 by R. F. Fenno & Company, Barse & Hopkins New York)
  • As a Man Thinketh (1902)
  • As a Man Thinketh (Authorized Edition, New York, Thomas Y. Crowell Company publishers)
  • All These Things Added (1903) [Contains Entering the Kingdom and The Heavenly Life.]
  • Through the Gates of Good; or, Christ and Conduct (1903)
  • Byways of Blessedness (1904)
  • Out from the Heart (1904)
  • Poems of Peace, including the lyrical-dramatic poem Eolaus (1907)
  • The Life Triumphant: Mastering the Heart and Mind (1908)
  • Morning and Evening Thoughts (1909)
  • The Mastery of Destiny (1909)
  • Above Life’s Turmoil (1910)
  • From Passion to Peace (1910)
  • Eight Pillars of Prosperity (1911)
  • Man: King of Mind, Body and Circumstance (1911)
  • Light on Life’s Difficulties (1912)
  • Foundation Stones to Happiness and Success (1913)
  • James Allen’s Book of Meditations for Every Day in the Year (1913) [Collection of earlier texts, compiled by his wife Lily L. Allen]
  • Meditations; A Year Book (1913) [US version of James Allen's Book of Meditations for Every Day in the Year]
  • Men and Systems (1914)
  • The Shining Gateway (1915)
  • The Divine Companion (1919)

External linksEdit

ReferencesEdit

  1. "James Allen: A Life in Brief" by Mitch Horowitz, from As a Man Thinketh: Keepsake Edition (Tarcher/Penguin 2009)
  2. [1] The James Allen Free Library