sexta-feira, 19 de maio de 2017

PARABÉNS MINISTRA MIRI REGEV - IEHOUAH TSEVA'OT ASSIM COMO ISRAELITAS DE SÉCULOS E MILÊNIOS FORAM HOMENAGEADOS E HONRADOS PELA SUA ATITUDE DETERMINADA. SIONISTAS ÁRABES, CRISTÃOS, AMERICANOS, RUSSOS, DO OCIDENTE AO ORIENTE SÃO DEFENDIDOS QUANDO YERUSHALAIM E O GRANDE ISRAEL SÃO DEFENDIDOS. AOS OPONENTES O PRINCÍPIO DE CAUSA E EFEITO.



Vestido de ministra da Cultura israelense em Cannes causa polêmica
Miri Regev usou estampa com paisagem de Jerusalém e gerou memes

POR O GLOBO
18/05/2017 10:27 / atualizado 18/05/2017 11:03


Vestido de ministra da Cultura Miri Regev causa polêmica e gera memes - ANTONIN THUILLIER / AFP

PUBLICIDADE

RIO — Miri Regev, ministra da Cultura de Israel, causou polêmica no tapete vermelho do 70º Festival de Cannes, que teve início nesta quarta-feira. Tudo por conta do vestido escolhido por ela para a cerimônia, que continha uma estampa com a paisagem de Jerusalém.

Veja também
Sonia Braga e Harvey Keitel estarão em filme sobre Nossa Senhora de Fátima
Cannes promove estreia da veterana Vanessa Redgrave como diretora
Produção francesa que abriu o Festival de Cannes reúne estrelas, mas não empolga
Debate Netflix x Cinema domina coletiva do júri na abertura de Cannes

O "Guardian" considerou o figurino, desenhado pelo designer Aviad Arik Herman especialmente para Regev, "uma declaração política explícita". "Este ano, nós celebramos 50 anos desde a liberação e reunificação de Jerusalém", disse a ministra.

"Estou orgulhosa por celebrar esta data histórica através da arte e da moda, e estou feliz com o resultado deste trabalho do designer israelense Aviad Herman que honra a beleza de nossa eterna capital Jerusalém", continuou.

Enquanto Israel reivindica soberania por toda a cidade, a maior parte da comunidade internacional, assim como os palestinos, alegam que o leste de Jerusalém está sob ocupação israelense.

No Twitter, a usuária Shira Makin ironizou: "O vestido de Miri Regev é legal e tal, mas esquece de um pequeno detalhe: os 370 mil palestinos que vivem no 'unido' leste de Jerusalém, 41% de sua população"

PUBLICIDADE

Rapidamente, começaram a surgir nas redes sociais versões editadas do vestido de Regev, com imagens de bombardeios em Gaza, de incêndios sobre a paisagem de Jerusalém e do muro que separa o território.

Veja abaixo (clique nas imagens para ampliar):

Leia mais: https://oglobo.globo.com/cultura/filmes/vestido-de-ministra-da-cultura-israelense-em-cannes-causa-polemica-21356748#ixzz4hZdHMlfJ
stest